Petrobras

O Diario do Norte do Parana - - OPINIÃO -

Al­guém (co­mo eu) que che­gou a con­vi­ver com os ecos da cam­pa­nha na­ci­o­na­lis­ta que le­vou o pre­si­den­te Ge­tú­lio Var­gas a cri­ar a Petrobras, em 1953, di­fi­cil­men­te en­ten­de­rá ou acei­ta­rá a ideia fa­li­men­tar que há al­gum tem­po ron­da a com­pa­nhia. Du­ran­te sua im­plan­ta­ção, a pe­tro­lí­fe­ra re­ce­beu só­li­dos apor­tes de ver­bas pú­bli­cas e, ao lon­go de sua exis­tên­cia, be­ne­fi­ci­ou-se de tri­bu­tos que o con­su­mi­dor na­ci­o­nal pa­gou na bomba pa­ra ga­ran­tir a cren­ça de que “o pe­tró­leo é nos­so”. Foi a me­ni­na dos olhos de su­ces­si­vos go­ver­nos e até ga­ran­tiu a ma­nu­ten­ção de nos­sa fro­ta nas ru­as quan­do a Eu­ro­pa e ou­tras par­tes do mun­do res­trin­gia a cir­cu­la­ção de veí­cu­los du­ran­te os cho­ques do pe­tró­leo im­pos­tos pe­los pro­du­to­res ára­bes. Che­gou até a sus­ten­tar a re­cen­te os­ten­ta­ção go­ver­na­men­tal de país au­tos­su­fi­ci­en­te em pe­tró­leo. E, ago­ra, atra­sa pa­ga­men­tos a for­ne­ce­do­res a pon­to de le­var al­guns à fa­lên­cia.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.