Eco­no­mia com ho­rá­rio de ve­rão che­ga a 4,5%

Se­gun­do re­la­tó­rio di­vul­ga­do on­tem pe­lo Ope­ra­dor Na­ci­o­nal do Sis­te­ma Elé­tri­co, re­du­ção da de­man­da no Sul che­gou a 610 MW; re­ló­gi­os de­vem ser atra­sa­dos ho­je

O Diario do Norte do Parana - - CIDADES - Agên­cia Bra­sil

re­da­cao@odi­a­rio.com Com tér­mi­no mar­ca­do pa­ra a meia-noi­te de ho­je, o ho­rá­rio de ve­rão eco­no­mi­zou 2.477 me­gawatts (MW) no pe­río­do de pi­co (en­tre as 18h e as 21h) nos Es­ta­dos em que foi im­ple­men­ta­do. Is­so equi­va­le a 4,5% da de­man­da má­xi­ma nos três sub­sis­te­mas on­de a mu­dan­ça de ho­rá­rio vi­go­rou. O ba­lan­ço foi di­vul­ga­do on­tem pe­lo Ope­ra­dor Na­ci­o­nal do Sis­te­ma Elé­tri­co (ONS).

Em no­ta, o di­re­tor-ge­ral do ONS in­for­mou que, dos 2.477 MW eco­no­mi­za­dos, 1.858 MW fo­ram no Sub­sis­te­ma Su­des­te/Cen­tro-Oes­te; 610 MW no Sub­sis­te­ma Sul; e 9 MW no Sub­sis­te- ma Nor­te, on­de ape­nas o To­can- tins ado­tou o ho­rá­rio de ve­rão.

A re­du­ção ob­ti­da no pri­mei­ro sub­sis­te­ma equi­va­le a 55% da car­ga con­su­mi­da du­ran­te o ho­rá­rio de pi­co da ci­da­de do Rio de Ja­nei­ro, on­de vi­vem 6,4 mi­lhões de pes­so­as, ou du­as ve­zes a car­ga no ho­rá­rio de pi­co de Brasília, que tem 2,6 mi­lhões de mo­ra­do­res.

A eco­no­mia ve­ri­fi­ca­da no Sub­sis­te­ma Sul equi­va­le a 75% da car­ga no ho­rá­rio de pi­co de Cu­ri­ti­ba ( com 1,8 mi­lhão de ha­bi­tan­tes).

Se­gun­do o go­ver­no, a mu­dan­ça do ho­rá­rio pos­si­bi­li­ta uma me­lhor ma­nu­ten­ção de equi­pa­men­tos e a re­du­ção de cor­tes de car­ga em si­tu­a­ções emer­gen­ci­ais, além de fa­vo­re­cer a re­cu­pe­ra­ção dos re­ser­va­tó­ri­os das hi­dre­lé­tri­cas.

O ho­rá­rio de ve­rão es­tá em vi­gor des­de a meia-noi­te do dia 20 de ou­tu­bro de 2012. Ho­je os re­ló­gi­os de­vem ser atra­sa­dos em uma ho­ra.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.