DIAADIA

O Diario do Norte do Parana - - CIDADES -

Subs­ti­tu­to

Em seu lu­gar as­su­mi­rá o pri­mei­ro su­plen­te do PSC, Ricardo Arruda (que não é seu pa­ren­te) de Cu­ri­ti­ba (PSC).

Em­pe­nhos

Du­ran­te es­te tem­po, Ed­mar vi­si­ta­rá 69 mu­ni­cí­pi­os da re­gião pa­ra en­tre­gar em­pe­nhos na or­dem de 57 mi­lhões de re­cur­sos que con­se­guiu e es­tão li­be­ra­dos.

Re­cur­sos

Ed­mar Arruda apro­vei­ta­rá, du­ran­te su­as vi­si­tas, pa­ra fa­lar com pre­fei­tos so­bre pro­je­tos que de­vem fa­zer pa­ra con­se­gui­rem re­cur­sos jun­to à Se­cre­ta­ria de Es­ta­do de De­sen­vol­vi­men­to Ur­ba­no, atu­al­men­te co­man­da por Ra­ti­nho Ju­ni­or, li­de­ran­ça do PSC.

Bi­lhão

A se­cre­ta­ria de Ra­ti­nho te­rá, es­te ano, 1 bi­lhão e 200 mi­lhões pa­ra as pre­fei­tu­ras pa­ra­na­en­ses.

O ca­mi­nho

Ed­mar vai en­si­nar o ca­mi­nho das pe­dras aos pre­fei­tos pa­ra que ca­da um pe­gue o seu qui­nhão. Em re­su­mo, vai es­tar li­cen­ci­a­do da Câ­ma­ra, mas tra­ba­lhan­do.

Sa­mu

Es­tão aber­tas as ins­cri­ções pa­ra o con­cur­so do Sa­mu da Re­gião No­ro­es­te. São 337 va­gas em diferentes áre­as.

Se­to­res

As va­gas são pa­ra ze­la­do­res, mé­di­cos re­gu­la­do­res, far­ma­cêu­ti­cos, con­ta­do­res e ad­vo­ga­dos pa­ra Umu­a­ra­ma, Pa­ra­na­vaí, Cam­po Mourão, Ci­a­nor­te e ou­tras 88 ci­da­des da re­gião.

Sa­lá­ri­os

Os sa­lá­ri­os che­gam a R$ 6.109 e as ins­cri­ções po­dem ser fei­tas pe­lo até 1º de abril. A pro­va acon­te­ce dia 5 de maio.

Mo­chi­la

Nes­ta vol­ta às au­las, as es­co­las do Pa­ra­ná es­tão se adap­tan­do (pe­lo me­nos ten­tan­do) a uma no­va nor­ma: o li­mi­te de pe­so do ma­te­ri­al es­co­lar.

Pe­so

A par­tir de ago­ra, as bol­sas e mo­chi­las não po­dem pe­sar mais que 5% do pe­so das cri­an­ças de até dez anos e 10% do pe­so da­que­las aci­ma des­ta ida­de.

To­dos

A lei, do de­pu­ta­do Luiz Edu­ar­do Chei­da (PMDB), e san­ci­o­na­da pe­lo go­ver­na­dor Be­to Richa em ja­nei­ro, abran­ge alu­nos da pré-es­co­la e do en­si­no fun­da­men­tal de es­ta­be­le­ci­men­tos de en­si­no

pú­bli­co e pri­va­do do Pa­ra­ná.

Inó­cuo

Tan­tos pro­ble­mas na Edu­ca­ção (co­mo fal­ta de pro­fes­so­res e sa­lá­ri­os bai­xos dos mes­mos) e fi­cam pre­o­cu­pa­dos com mo­chi­las. E tem ou­tra: não há co­mo fis­ca­li­zar is­so. Se for se­gui­da à ris­ca es­ta lei, alu­no ma­gri­nho não po­de­rá le­var mais que dois ca­der­nos e um li­vro na mo­chi­la. Qu­em de­ve fis­ca­li­zar is­so é são os pais do es­tu­dan­te. O de­pu­ta­do es­ta­du­al Evandro Ju­ni­or con­se­guiu atra­vés da Se­cre­ta­ria de Es­ta­do da Edu­ca­ção (Se­ed) re­for­mas no va­lor de R$150 mil das es­co­las: Co­lé­gio Es­ta­du­al Pai­çan­du e Co­lé­gio Es­ta­du­al Do­na Car­me­la --em Pre­si­den­te Cas­te­lo Bran­co.)

HU

So­bre no­tas nes­ta co­lu­na an­te­on­tem, o ex-de­pu­ta­do es­ta­du­al, Di­va­nir Braz Pal­ma, diz que o Hos­pi­tal Uni­ver­si­tá­rio não tem co­mo aten­der mais do que aten­de.

HR

Se­gun­do Di­va­nir, é pre­ci­so um Hos­pi­tal Re­gi­o­nal em Ma­rin­gá, pois o HU é um hos­pi­tal-es­co­la.

Sem fis­ca­li­za­ção

Pal­ma diz que não há fis­ca­li­za­ção no HU e ele não fun­ci­o­na co­mo uma em­pre­sa --- co­mo o Hos­pi­tal San­ta Ri­ta, por exem­plo.

Com­pa­ran­do

Ele diz que há mui­to mais mé­di­cos pa­ra aten­der do­en­tes do HU do que nos hos­pi­tais par­ti­cu­la­res. E a coi­sa não fun­ci­o­na, por­que não é um hos­pi­tal que vi­sa lu­cros, só gas­ta.

Ma­rum­bi

O ve­re­a­dor Ca­pi­tão Ide­val pro­to­co­lou na Câ­ma­ra de Ma­rin­gá in­di­ca­ção pa­ra que a pre­fei­tu­ra to­me pro­vi­dên­ci­as quan­to à pra­ça da Vi­la Ma­rum­bi.

Dro­ga­dos

A pra­ça es­tá aban­do­na­da, in­clu­si­ve a ATI foi des­truí­da por vân­da­los, e vi­rou pon­to de en­con­tro de usuá­ri­os de dro­gas.

Úl­ti­ma

Co­me­çou uma cam­pa­nha na­ci­o­nal con­tra o ab­sur­do pre­ço da ga­so­li­na. Dia 4 de mar­ço, mo­to­ris­tas não vão abas­te­cer seus veí­cu­los. É cla­ro que não vai dar em na­da, pois no ou­tro dia --- to­dos so­mos re­féns – te­rão que co­lo­car ga­so­li­na no tan­que. Qu­em de­ve­ria ques­ti­o­nar es­te pre­ço (dois li­tros de ga­so­li­na cus­tam o equi­va­len­te a um al­mo­ço) são de­pu­ta­dos fe­de­rais e senadores, que es­tão qui­e­ti­nhos, pois não pa­gam com­bus­tí­vel.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.