Ca­sos de den­gue têm al­ta se­me­lhan­te a 2010

Há 3 anos a ci­da­de não ti­nha tan­tas con­fir­ma­ções da do­en­ça nas pri­mei­ras se­ma­nas do ano; re­gis­tros de 2013 su­pe­ram to­tal de tes­tes po­si­ti­vos de to­do o ano de 2012

O Diario do Norte do Parana - - CIDADES - Mu­ri­lo Gat­ti

mgat­ti@odi­a­rio.com Des­de 2010 Ma­rin­gá não re­gis­tra­va tan­tos ca­sos de den­gue nas pri­mei­ras se­ma­nas do ano. Até o dia 15 de fe­ve­rei­ro, fo­ram fei­tas 510 no­ti­fi­ca­ções e hou­ve a con­fir­ma­ção de 107 re­sul­ta­dos po­si­ti­vos da do­en­ça. A quan­ti­da­de é a mais al­ta dos úl­ti­mos 4 anos, quan­do o re­la­tó­rio da Se­cre­ta­ria da Saú­de de 18 de fe­ve­rei­ro in­di­ca­va 368 no­ti­fi­ca­ções e 122 con­fir­ma­ções da do­en­ça.

O nú­me­ro tam­bém su­pe­ra o re­gis­tra­do em 2007, quan­do a ci­da­de te­ve a mai­or epi­de­mia de den­gue da his­tó­ria. Há 6 anos, nos 2 pri­mei­ros me­ses Ma­rin­gá con­ta­bi­li­za­va 302 no­ti­fi­ca­ções e 67 con­fir­ma­ções da do­en­ça. No mes­mo pe­río­do de 2011 ha­via ape­nas dez ca­sos con­fir­ma­dos e, em 2012, dois.

“Os nú­me­ros têm se as­se­me­lha­do a ou­tros pe­río­dos (crí­ti­cos), mas não po­de­mos sim­ples­men­te com­pa­rar. Des­de no­vem­bro do ano pas­sa­do há uma ten­dên­cia de cres­ci­men­to em ou­tros mu­ni­cí­pi­os da re­gião e ago­ra tam­bém es­tá che­gan­do a Ma­rin­gá. Por is­so te­mos fei­to uma mo­bi­li­za­ção in­te­gral com to­dos os se­to­res”, afir­ma o se­cre­tá­rio da Saú­de, Antônio Car­los Nar­di.

Nem mes­mo o fa­to de os ca­sos con­fir­ma­dos nas pri­mei­ras se­ma­nas do ano te­rem su­pe­ra­do o to­tal re­gis­tra­do no ano pas­sa­do é con­si­de­ra­do um mo­ti­vo pa­ra alar­de. “Te­mos tra­ba­lha­do to­das as fren­tes pos­sí­veis pa­ra que a si­tu­a­ção se man­te­nha sob con­tro­le. Des­de o Na­tal in­ten­si­fi­ca­mos as ações e acre­di­to que a po­pu­la­ção es­te­ja mais cons­ci­en­te”, diz.

O se­cre­tá­rio adi­an­ta que o nú­me­ro de ca­sos con­fir­ma­dos de­ve con­ti­nu­ar a au­men­tar nas pró­xi­mas se­ma­nas, quan­do sa­em os re­sul­ta­dos dos exa­mes fei­tos nos úl­ti­mos di­as. “As con­fir­ma­ções que es­ta­mos di­vul­gan­do são de si­tu­a­ções re­gis­tra­das des­de o co­me­ço do ano. Não há ne­nhu­ma ex­plo­são de ca­sos de uma se­ma­na pa­ra a ou­tra”, ex­pli­ca.

Ou­tros as­pec­tos que ga­ran­tem tran­qui­li­da­de ao se­cre­tá­rio é que a ci­da­de “não re­gis­trou ne­nhum ca­so gra­ve, com pa­ci­en­te hos­pi­ta­li­za­do, e ne­nhum ca­so de den­gue do ti­po 4” - já iden­ti­fi­ca­da em ou­tros mu­ni­cí­pi­os da re­gião no­ro­es­te.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.