Ven­da de ge­né­ri­cos so­be 17% em 2012

O Diario do Norte do Parana - - ECONOMIA - Agên­cia Es­ta­do

re­da­ca@odi­a­rio.com O vo­lu­me de uni­da­des de me­di­ca­men­tos ge­né­ri­cos ven­di­das em 2012 au­men­tou 17% em com­pa­ra­ção com 2011, che­gan­do a 679,6 mi­lhões de an­te 580,8 mi­lhões do ano an­te­ri­or.

O rit­mo de cres­ci­men­to é o me­nor da his­tó­ria dos ge­né­ri­cos, des­de que a ca­te­go­ria de me­di­ca­men­tos che­gou ao País, em 2001, de acor­do com aná­li­se da As­so­ci­a­ção Bra­si­lei­ra das In­dús­tri­as de Me­di­ca­men­tos Ge­né­ri­cos (PróGe­né­ri­cos).

Em va­lo­res, as ven­das dos ge­né­ri­cos mo­vi­men­ta­ram R$ 11,1 bi­lhões no ano pas­sa­do, um re- sul­ta­do 40,6% mai­or do que os R$ 8,7 bi­lhões re­gis­tra­dos em 2011. Os da­dos fo­ram au­di­ta­dos pe­lo IMS He­alt com ba­se em re­gis­tros de pre­ços fei­tos pe­los la­bo­ra­tó­ri­os na Câ­ma­ra de Re­gu­la­ção do Mer­ca­do de Me­di­ca­men­tos (CMED) e não con­si­de­ram des­con­tos ofe­re­ci­dos pe­la in­dús­tria ao va­re­jo.

Pa­ra a PróGe­né­ri­cos, a re­du­ção de rit­mo da eco­no­mia bra­si­lei­ra com um to­do im­pac­tou o se­tor em 2012.

De acor­do com a pre­si­den­te exe­cu­ti­va da ins­ti­tui­ção, Tel­ma Sal­les, o se­tor cres­ceu aci­ma dos 30% em vo­lu­me em 2010 e 2011 e per­deu rit­mo no ano pas­sa­do.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.