Vis­to­ri­as re­sul­tam em du­as ca­sas in­ter­di­ta­das

Clu­bes de bai­les fo­ram fe­cha­dos du­ran­te ope­ra­ções in­te­gra­das re­a­li­za­das pe­lo Cor­po de Bom­bei­ros e Pre­fei­tu­ra de Ma­rin­gá. Do­nos te­rão de re­a­de­quar lo­cais

O Diario do Norte do Parana - - CIDADES - Leonardo Fi­lho

le­o­nar­do­fi­lho@odi­a­rio.com Du­as ca­sas no­tur­nas vis­to­ri­a­das nas ações de in­ten­si­fi­ca­ção das ope­ra­ções in­te­gra­das da pre­fei­tu­ra, Cor­po de Bom­bei­ros e De­fe­sa Ci­vil es­tão in­ter­di­ta­das. O Clube do Vovô e o Ca­ri­nho­so Clube Dan­çan­te apre­sen­ta­ram pro­ble­mas es­tru­tu­rais, co­mo fal­ta de saí­da de emer­gên­cia, e por is­so es­tão fe­cha­das.

Se­gun­do o 5º Gru­pa­men­to dos Bom­bei­ros (GB) de Ma­rin­gá, to­das as ca­sas vis­to­ri­a­das após a tra­gé­dia da Bo­a­te Kiss, em San­ta Maria (RS), pre­ci­sa­ram pas­sar por re­a­de­qua­ções. “Al­gu­mas mu­dan­ças exi­gi­das fo­ram bem sim­ples, ou­tras, mais com­ple­xas, mas pra­ti­ca­men­te to­dos os em­pre­sá­ri­os co­la­bo­ra­ram”, ava­li­ou o ofi­ci­al de comunicação do 5º GB, te­nen­te Nivaldo do Re­go.

En­tre as mu­dan­ças con­si­de­ra­das mais com­ple­xas es­tá a ins­ta­la­ção de ma­te­ri­al pa­ra re­ves­ti­men­to acús­ti­co que não se­ja in­fla­má­vel. “De­mos um pra­zo de até 90 di­as após a fis­ca­li­za­ção pa­ra que to­dos fa­çam as de­vi­das al­te­ra­ções. Qu­em não cum­prir os pra­zos po­de ser mul­ta­do, ou en­tão po­de­re­mos in­ter­di­tar o lo­cal”, com­ple­tou.

Mes­mo com o pra­zo, no­vas fis­ca­li­za­ções se­rão fei­tas. “O ob­je­ti­vo é fa­zer com que to­das as ca­sas ofe­re­çam se­gu­ran­ça e es­te­jam fun­ci­o­nan­do de acor­do com a lei”, aler­tou o ge­ren­te de Fis­ca­li­za­ção da Pre­fei­tu­ra de Ma­rin­gá, Adeíl­son Renato da Sil­va.

Ca­sas no­tur­nas

No iní­cio das ope­ra­ções, 17 es­ta­be­le­ci­men­tos fo­ram vis­to­ri­a­dos. A quan­ti­da­de, di­vul­ga­da pe­la pre­fei­tu­ra, cau­sou di­ver­gên­ci­as so­bre o to­tal de ca­sas no­tur­nas ins­ta­la­das na ci­da­de. “No­ta­mos que al­gu­mas es­ta­vam ca­das­tra­das co­mo ba­res, mas na prá­ti- ca atu­a­vam co­mo ca­sas no­tur­nas. Is­so ge­rou um pou­co de con­fu­são. Co­bra­mos dos pro­pri­e­tá­ri­os, e ago­ra al­guns de­les pre­ci­sam re­a­de­quar a do­cu­men­ta­ção na se­cre­ta­ria com­pe­ten­te”, jus­ti­fi­cou o ge­ren­te.

Os pró­xi­mos al­vos da fis­ca­li­za­ção se­rão os bu­fês. “Ini­ci­al­men­te va­mos tra­ba­lhar com os bu­fês in­fan­tis. Fa­re­mos reu­niões com os pro­pri­e­tá­ri­os e com os de­co­ra­do­res. Es­sa fis­ca­li­za­ção co­me­ça mui­to em bre­ve. Pro­va­vel­men­te den­tro dos pró­xi­mos 10 di­as”, an­te­ci­pou o ge­ren­te.

Tra­ba­lho

A re­por­ta­gem tentou con­ta­to com os res­pon­sá­veis pe­lo Ca­ri­nho­so, mas nin­guém foi en­con­tra­do.

O di­re­tor do Clube do Vovô, José Laér­cio, con­fir­mou que o lo­cal pas­sa por re­for­mas. “O mais di­fí­cil é a ins­ta­la­ção da saí­da de emer­gên­cia. Acre­di­to que den­tro de 3 ou 4 se­ma­nas, tudo vol­te ao nor­mal”.

Ra­fa­el Sil­va

Agen­tes re­a­li­zam fis­ca­li­za­ção em ca­sa no­tur­na de Ma­rin­gá; iso­la­men­to não in­fla­má­vel é uma das exi­gên­ci­as

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.