Pa­ra po­lí­cia, Pis­to­rius foi con­sis­ten­te

O Diario do Norte do Parana - - ESPORTES - Da Agên­cia Es­ta­do

re­da­cao@odi­a­rio.com Hil­ton Botha, in­ves­ti­ga­dor que tes­te­mu­nhou nes­ta qu­ar­ta-fei­ra em no­vo dia de jul­ga­men­to de Os­car Pis­to­rius, em Pre­tó­ria, ad­mi­tiu que a po­lí­cia não en­con­trou ne­nhum pon­to in­con­sis­ten- te na ver­são apre­sen­ta­da pe­lo as­tro pa­ra­lím­pi­co em re­la­ção ao cri­me que re­sul­tou na mor­te de sua na­mo­ra­da, Re­e­va Ste­en­kamp, na úl­ti­ma ma­dru­ga­da de qu­ar­ta pa­ra quin­ta-fei­ra da se­ma­na pas­sa­da. O cor­re­dor sul-afri­ca­no é acu­sa­do de pre­me­di­tar o as­sas­si­na­to da mo­de­lo de 29 anos, mor­ta com qua­tro ti­ros no ba­nhei­ro da ca­sa do atle­ta, na ca­pi­tal sul-afri­ca­na.

O se­gun­do dia da au­di­ên­cia que ser­vi­ria pa­ra jul­gar o pe­di­do de li­ber­da­de da pri­são de Pis­to­rius me­di­an­te o pa­ga­men­to de fi­an­ça - o que aca­bou sen­do re­a­gen­da­do pa­ra es­ta quin­ta - pa­re- cia ter co­me­ça­do de for­ma ne­ga­ti­va pa­ra o ve­lo­cis­ta. No iní­cio do jul­ga­men­to des­ta qu­ar­ta, o pro­mo­tor Ger­rie Nel dis­se que uma tes­te­mu­nha de­cla­rou ter es­cu­ta­do “uma dis­cus­são, com gri­tos” en­tre às 2 e 3 ho­ras da ma­dru­ga­da de qu­ar­ta pa­ra quin­ta da se­ma­na pas­sa­da, pou­co an­tes dos ti­ros ou­vi­dos por vi­zi­nhos na ca­sa do atle­ta.

Na sua ver­são so­bre o as­sas­si­na­to, o cor­re­dor bi­am­pu­ta­do afir­mou que se sen­tiu ame­a­ça­do por­que não es­ta­va com as su­as pró­te­ses de per­nas quan­do ati­rou com sua pis­to­la 9 mi­lí­me­tros na por­ta do ba­nhei­ro tran- ca­da. E, se­gun­do ele, após per­ce­ber que a sua na­mo­ra­da não es­ta­va em sua ca­ma e ou­viu um ba­ru­lho vin­do do ba­nhei­ro, co­lo­cou su­as pró­te­ses de per­nas, tentou chu­tar a por­ta e depois a ar­rom­bou com o ta­co de crí­que­te, en­con­trou Ste­en­kamp ba­le­a­da lá den­tro em se­gui­da.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.