Câ­ma­ra ar­qui­va re­a­jus­te de fun­ci­o­ná­ri­os da Ca­sa

De­ci­são foi to­ma­da em aten­di­men­to à de­ci­são do Tri­bu­nal de Contas. Sin­di­ca­to dos Ser­vi­do­res não con­cor­da e quer con­ver­sar com os ve­re­a­do­res

O Diario do Norte do Parana - - CIDADES - Van­da Mu­nhoz

van­da@odi­a­rio.com A Câ­ma­ra Mu­ni­ci­pal de Ma­rin­gá ar­qui­vou o pro­je­to que pre­via re­a­jus­te de 5,84% nos sa­lá­ri­os dos ser­vi­do­res do Le­gis­la­ti­vo. A da­ta-ba­se dos fun­ci­o­ná­ri­os, em ja­nei­ro, pas­sa­rá pa­ra abril, jun­to com a dos ser­vi­do­res do Exe­cu­ti­vo. A uni­fi­ca­ção foi de­ter­mi­na­da pe­lo Tri­bu­nal de Contas do Es­ta- do (TCE). O Sin­di­ca­to dos Ser­vi­do­res Mu­ni­ci­pais de Ma­rin­gá (Sism­mar) diz que, an­tes de ar­qui­var o pro­je­to, o Le­gis­la­ti­vo de­ve­ria con­ver­sar com a ca­te­go­ria.

O pre­si­den­te da Câ­ma­ra, Ulis­ses Maia (PP), dis­se que não po­de­ria de­so­be­de­cer a de­ter­mi­na­ção do TC. “O tri­bu­nal foi cla­ro di­zen­do que a re­po­si­ção sa­la­ri­al, que acon­te­ce uma vez por ano e pe­lo ín­di­ce ofi­ci­al, de­ve ser con­ce­di­da na mes­ma da­ta a to­dos os ser­vi­do­res. Não va­mos ques­ti­o­nar, va­mos cum­prir a de­ci­são”, de­cla­rou.

O Sism­mar diz que vai exi­gir a re­po­si­ção atu­a­li­za­da em abril pa­ra os ser­vi­do­res do Le­gis­la­ti­vo. “La­men­ta­mos que a Câ­ma­ra te­nha ar­qui­va­do sem an­tes con­ver­sar com o sin­di­ca­to. Nós en­ten­de­mos que o re­a­jus­te de­ve ser fei­to ago­ra. O Le­gis­la­ti­vo fez a tro­ca da da­ta ba­se de seus ser­vi­do­res, mas não mu­dou a lei que de­ter­mi­na o re­a­jus­te em ja- nei­ro, e não em abril”, diz Iraí­des Bap­tis­to­ni, pre­si­den­te do Sism­mar. “Va­mos pe­dir ex­pli­ca­ções ao pre­si­den­te”, com­ple­ta. Ela des­ta­cou tam­bém que, em abril, o sin­di­ca­to exi­gi­rá o re­a­jus­te equi­va­len­te pe­lo Ín­di­ce Na­ci­o­nal de Pre­ços ao Con­su­mi­dor (INPC) e iso­no­mia sa­la­ri­al.

Do­a­ção de veí­cu­lo

Na ses­são de on­tem a Câ­ma­ra do­ou uma ca­mi­nho­ne­te Che­vro­let S-10, ca­bi­ne du­pla, a di­e­sel, ano 2001, à Di­re­to­ria de Com­ba­te às Dro­gas da Se­cre­ta­ria Mu­ni­ci­pal de As­sis­tên­cia So­ci­al e Ci­da­da­nia. O Le­gis­la­ti­vo fi­cou com três veí­cu­los ofi­ci­ais. Maia de­cla­rou que ele e os ve­re­a­do­res usam os veí­cu­los par­ti­cu­la­res. “Re­pas­sa­mos a ca­mi­nho­ne­te pa­ra a Di­re­to­ria de Com­ba­te às Dro­gas, que não ti­nha um car­ro ofi­ci­al. As­sim aju­da­mos a po­lí­ti­cas antidrogas.”

O se­cre­tá­rio da pas­ta, Flá­vio Vi­cen­te, dis­se que a ca­mi­nho­ne­te fo­ge dos pa­drões dos veí­cu­los da se­cre­ta­ria. “Es­ta­mos ana­li­san­do qual se­rá a me­lhor a uti­li­da­de.” Ele dis­se que a As­sis­tên­cia So­ci­al con­ta ho­je com qua­se 30 veí­cu­los. “A ca­mi­nho­ne­te vai se so­mar a uma fro­ta.” Ele tam­bém elo­gi­ou a ini­ci­a­ti­va da Câ­ma­ra.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.