Se­gu­ri­da­de re­duz po­bre­za

O Diario do Norte do Parana - - GERAL - Agên­cia Es­ta­do

re­da­cao@odi­a­rio.com O sis­te­ma de se­gu­ri­da­de so­ci­al do País apre­sen­ta uma sé­rie de con­tra­di­ções, mas tem con­tri­buí­do pa­ra a re­du­ção da po­bre­za en­tre os ido­sos e su­as fa­mí­li­as, apon­ta es­tu­do di­vul­ga­do pe­lo Instituto de Pes­qui­sa Econô­mi­ca Apli­ca­da (Ipea). A proporção de pes­so­as com 65 anos ou mais de ida­de que re­ce­bi­am al­gum be­ne­fí­cio so­ci­al au­men­tou de 77,5% em 1988 pa­ra 85% em 2011. De acor­do com o Ipea, a proporção de ido­sos po­bres era de 4,8% em 2011. Já en­tre os não ido­sos es­se por­cen­tu­al che­ga­va a 16,7%.

En­tre as con­tra­di­ções do sis- te­ma pre­vi­den­ciá­rio, a pes­qui­sa­do­ra Ana Amé­lia Ca­ma­ra­no, que co­or­de­nou o es­tu­do, dis­se que as ida­des em que as pes­so­as se apo­sen­tam não es­tão acom­pa­nhan­do os avan­ços ocor­ri­dos na es­pe­ran­ça de vi­da ao nas­cer. “A po­pu­la­ção es­tá vi­ven­do mais, com me­lho­res con­di­ções de saú­de, mas es­tá se apo­sen­tan­do mais ce­do. Ou­tra con­tra­di­ção é que, em­bo­ra as mu­lhe­res vi­vam mais que os ho­mens, elas se apo­sen­tam mais ce­do do que eles. As mu­lhe­res vi­vem em mé­dia oi­to anos a mais e se apo­sen­tam cin­co anos mais ce­do. São mais ou me­nos tre­ze anos de di­fe­ren­ça. Es­sa di­fe­ren­ça po­de­ria di­mi­nuir.”

No ca­so das apo­sen­ta­do­ri­as por tem­po de con­tri­bui­ção, em 2010 os ho­mens se apo­sen­ta­vam aos 55,1 anos, e as mu­lhe­res aos 52,7. Eles re­ce­bi­am o be­ne­fí­cio por 24,6 anos, e elas, por 31,3, em mé­dia.

Ana Amé­lia de­fen­deu que se­jam fei­tos ajus­tes no sis­te­ma pre­vi­den­ciá­rio pa­ra o que cha­mou de no­va re­a­li­da­de so­ci­al e de­mo­grá­fi­ca. A pes­qui­sa­do­ra tam­bém con­si­de­ra uma con­tra­di­ção o fa­to de a le­gis­la­ção per­mi­tir que o apo­sen­ta­do vol­te ao mer­ca­do de tra­ba­lho sem que ha­ja ne­nhu­ma res­tri­ção. “Por is­so, pes­so­as mui­to jo­vens es­tão se apo­sen­tan­do. Mas a apo­sen­ta­do­ria é uma po­lí­ti­ca pa­ra re­por a per­da da ca­pa­ci­da­de de tra­ba­lhar.”

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.