UCG deu o pri­mei­ro pas­so na ci­da­de

O Diario do Norte do Parana - - O DIÁRIO DO NORTE DO PARANÁ -

Os sin­di­ca­tos de tra­ba­lha­do­res co­me­ça­ram a sur­gir em Ma­rin­gá na se­gun­da me­ta­de da dé­ca­da de 1950. Ini­ci­al­men­te hou­ve a cri­a­ção de uma en­ti­da­de ge­né­ri­ca, União Ge­ral dos Tra­ba­lha­do­res (UGT), que ser­viu de ba­se pa­ra a for­ma­ção dos sin­di­ca­tos por ca­te­go­ria. “No bo­jo do mes­mo pro­ces­so fo­ram cri­a­dos sin­di­ca­tos dos tra­ba­lha­do­res ru­rais, dos tra­ba­lha­do­res da in­dús­tria da cons­tru­ção ci­vil, en­tre ou­tros”, con­ta Di­as. Ele men­ci­o­na que em 1960 sin­di­ca­lis­tas ar­ti­cu­la­ram uma cha­pa pa­ra con­cor­rer à Pre­fei­tu­ra de Ma­rin­gá. “O dis­cur­so pri­o­ri­tá­rio de cam­pa­nha era fran­ca­men­te tra­ba­lhis­ta”. Em ou­tu­bro de 1968, Ma­rin­gá tam­bém foi pal­co de gran­de mo­bi­li­za­ção sin­di­cal, com ten­ta­ti­va de de­fla­gra­ção de gre­ve ge­ral con­tra as po­lí­ti­cas da di­ta­du­ra. Mas o fenô­me­no da or­ga­ni­za­ção so­ci­al foi mais am­plo do que o cir­cui­to sin­di­cal. Ma­rin­gá abri­gou as­so­ci­a­ções de ou­tro gê­ne­ro, en­vol­vi­das na de­fe­sa dos di­rei­tos de se­to­res or­ga­ni­za­dos. O his­to­ri­a­dor do pa­trimô­nio his­tó­ri­co da Pre­fei­tu­ra de Ma­rin­gá, João Laér­cio Lo­pes Le­al, con­ta que Ma­rin­gá ain­da era dis­tri­to de Man­da­gua­ri quan­do se for­mou a So­ci­e­da­de Mé­di­ca de Ma­rin­gá. Em 1952, nas­ceu a As­so­ci­a­ção Rural de Ma­rin­gá, em­brião da So­ci­e­da­de Rural de Ma­rin­gá, de 1979, en­tre ou­tras. Em 1953, foi for­ma­da a As­so­ci­a­ção dos Ad­vo­ga­dos de Ma­rin­gá. Em 1958, sur­gi­ria a re­gi­o­nal da Or­dem dos Ad­vo­ga­dos do Bra­sil (OAB). Pa­ra Laér­cio, o nas­ci­men­to des­sas en­ti­da­des é pro­va de or­ga­ni­za­ção de pro­pri­e­tá­ri­os de bens ou pro­fis­si­o­nais li­be­rais em Ma­rin­gá. Na opi­nião de­le, ou­tros sin­di­ca­tos e as­so­ci­a­ções da épo­ca me­re­cem des­ta­que: Sin­di­ca­to dos Mo­to­ris­tas Autô­no­mos de Ma­rin­gá, Sin­di­ca­to do En­sa­ca­do­res, Sin­di­ca­to dos Co­mer­ciá­ri­os, além da As­so­ci­a­ção Fe­mi­ni­na das Ca­ta­dei­ras de Ca­fé. “Fo­ram or­ga­ni­za­ções de mu­lhe­res, ne­gros nor­des­ti­nos, tra­ba­lha­do­res que or­ga­ni­za­dos tam­bém con­tri­buí­ram pa­ra o que ho­je é Ma­rin­gá”.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.