Re­fe­rên­cia em pe­que­nos negócios

FAMPEPAR re­pre­sen­ta em­pre­sá­ri­os de mi­cro­em­pre­sas, re­co­nhe­ci­da co­mo a mais atu­an­te do gê­ne­ro do País

O Diario do Norte do Parana - - O DIÁRIO DO NORTE DO PARANÁ - So­dré Ju­ni­or

Se vo­cê tem um pe­que­no ne­gó­cio, cer­ta­men­te sa­be o es­for­ço que pre­ci­sa ser em­pre­ga­do pa­ra a sus­ten­ta­bi­li­da­de do seu tra­ba­lho. Quan­do a in­fla­ção era des­con­tro­la­da, a mo­e­da en­fra­que­ci­da e o fa­vo­re­ci­men­to dos mi­cro­em­pre­en­di­men­tos era ine­xis­ten­te, a lu­ta pa­ra se achar “um lu­gar ao sol” era mui­to mais com­ple­xa do que ho­je. Ape­sar de to­do avan­ço, man­ter um ne­gó­cio ain­da ho­je exi­ge ha­bi­li­da­de e mais do que is­so, sor­te. A al­ta car­ga tri­bu­tá­ria, a bu­ro­cra­cia pa­ra se abrir uma em­pre­sa e o di­fí­cil aces­so ao cré­di­to fa­zem com que os pe­que­nos negócios, ga­ran­ti­do­res do su­ces­so econô­mi­co bra­si­lei­ro, per­cam com­pe­ti­ti­vi­da­de e lon­ge­vi­da­de. Di­an­te des­se ce­ná­rio, cen­te­nas de em­pre­sá­ri­os do seg­men­to das mi­cro e pe­que­nas em­pre­sas per­ce­be­ram o quan­to po­dem con­tri­buir pa­ra que no Bra­sil se­ja cri­a­do um am­bi­en­te mais fa­vo­rá­vel aos seus negócios. Pa­ra aten­der es­sa im­por­tan­te de­man­da, cri­ou-se no Pa­ra­ná uma mo­bi­li­za­ção em­pre­sa­ri­al que mais tar­de uniu-se ao Mo­vi­men­to Na­ci­o­nal das Mi­cro e Pe­que­nas Em­pre­sas (MONAMPE). Os em­pre­sá­ri­os pas­sa­ram a se or­ga­ni­zar em as­so­ci­a­ções. In­ves­ti­am re­cur­sos pró­pri­os pa­ra de­fen­der a cri­a­ção de leis e me­ca­nis­mos pa­ra o tra­ta­men­to di­fe­ren­ci­a­do de seus em­pre­en­di­men­tos. Pa­ra o for­ta­le­ci­men­to es­ta­du­al, em 1985 é fun­da­da a Fe­de­ra­ção das As­so­ci­a­ções de Mi­cro e Pe­que­nas Em­pre­sas do Es­ta­do do Pa­ra­ná, a FAMPEPAR. Di­fe­ren­te das en­ti­da­des “ri­cas” sus­ten­ta­das por gran­des em­pre­sas e cor­po­ra­ções, a FAMPEPAR é re­fe­rên­cia na­ci­o­nal no seg­men­to mes­mo sem re­cur­so su­fi­ci­en­te. Ela é sus­ten­ta­da pe­los em­pre­sá­ri­os de pe­que­nos negócios e en­ti­da­des de apoio ao seg­men­to que re­co­nhe­cem na his­tó­ria a im­por­tân­cia da or­ga­ni­za­ção re­ve­la­da nas con­quis­tas ob­ti­das nas úl­ti­mas dé­ca­das. Con­ta com li­de­ran­ças em­pre­sa­ri­ais vo­lun­tá­ri­as que men­sal­men­te em­pres­tam seus ta­len­tos e in­te­li­gên­cia e in­ves­tem tem­po pa­ra o de­sen­vol­vi­men­to de po­lí­ti­cas pú­bli­cas que nos úl­ti­mos anos ve­em sen­do ab­sor­vi­das pe­lo go­ver­no. A mais im­por­tan­te de­las é a Lei Ge­ral das Mi­cro e Pe­que­nas Em­pre­sas (LC 123/06). A cri­a­ção de leis não é o bas­tan­te. Im­ple­men­tar o que é de di­rei­to é mais com­ple­xo e exi­ge ati­tu­de. É no “cor­po a cor­po” com par­la­men­ta­res e go­ver­nan­tes que se avan­ça, além do tra­ba­lho de sen­si­bi­li­za­ção do pró­prio seg­men­to em­pre­sa­ri­al. Es­te é o tra­ba­lho da as­so­ci­a­ção de mi­cro­em­pre­sa mais pró­xi­ma de vo­cê. O tra­ba­lho da FAMPEPAR con­sis­te em unir es­sas as­so­ci­a­ções em prol de uma re­pre­sen­ta­ti­vi­da­de que vai do mu­ni­cí­pio a Brasília. Es­ta es­tra­té­gia de atu­a­ção, faz da en­ti­da­de a mais atu­an­te fe­de­ra­ção de re­pre­sen­ta­ção ex­clu­si­va de mi­cro­em­pre­sas do Bra­sil.

Fórum Na­ci­o­nal

Em 2012, por exem­plo, a FAMPEPAR foi a fe­de­ra­ção mais A en­ti­da­de es­tá lo­ca­li­za­da na Ave­ni­da Cer­ro Azul, 644 - Ma­rin­gá. Mais in­for­ma­ções pe­los te­le­fo­nes: (44) 32269134 e 3226-0740 ou pe­lo si­te: www.fampepar.com.br. atu­an­te do Fórum Per­ma­nen­te das Mi­cro­em­pre­sas e Em­pre­sas de Pe­que­no Por­te do Mi­nis­té­rio do De­sen­vol­vi­men­to, In­dús­tria e Co­mér­cio Ex­te­ri­or (MDIC). Mar­cou pre­sen­ça em to­das as reu­niões or­di­ná­ri­as, por meio da par­ti­ci­pa­ção de sua li­de­ran­ça em­pre­sa­ri­al for­ma­da por pre­si­den­tes e di­re­to­res das as­so­ci­a­ções de MPEs do Pa­ra­ná, en­tre elas a Am­pec Mi­cro­mar (Ma­rin­gá), AMIC-Oes­te (Cas­ca­vel), Am­pec Mi­cro­par (Pa­ra­na­vaí), Am­pec Sa­ran­di, Am­pec Apu­ca­ra­na e Am­pec Mi­cro­ti­ba (Cu­ri­ti­ba). A FAMPEPAR tem aju­da­do a cons­ti­tuir a Agen­da Na­ci­o­nal de De­sen­vol­vi­men­to e Com­pe­ti­ti­vi­da­de das MPE, em Brasília e no Es­ta­do do Pa­ra­ná, atra­vés da par­ti­ci­pa­ção de re­pre­sen­tan­tes das As­so­ci­a­ções de Mi­cro e Pe­que­nas Em­pre­sas de Ma­rin­gá, Pa­ra­na­vaí, Apu­ca­ra­na, Sa­ran­di, Cas­ca­vel, Foz do Igua­çu, Que­das do Igua­çu, Cam­pi­na Gran­de do Sul, Cu­ri­ti­ba e São José dos Pi­nhais. De acor­do com o pre­si­den­te da Con­fe­de­ra­ção Na­ci­o­nal das Mi­cro e Pe­que­nas Em­pre­sas e dos Em­pre­en­de­do­res In­di­vi­du­ais (CONAMPE) e do MONAMPE, Er­cí­lio San­ti­no­ni, a ar­ti­cu­la­ção da FAMPEPAR tem ele­va­do o ní­vel das dis­cus­sões e da­do con­sis­tên­cia ao tra­ba­lho que é de­sen­vol­vi­do por ór­gãos dos go­ver­nos es­ta­du­al e fe­de­ral, além das de­mais en­ti­da­des de re­pre­sen­ta­ção em­pre­sa­ri­al de to­do o País. “As li­de­ran­ças têm con­tri­buí­do de for­ma sis­te­má­ti­ca pa­ra o apon­ta­men­to de gar­ga­los e di­fi­cul­da­des do seg­men­to. Com is­so te­re­mos sub­sí­di­os pa­ra cri­ar um do­cu­men­to ino­va­dor, no in­tui­to de dar ao go­ver­no sub­sí­di­os re­ais pa­ra atu­a­ção”, ex­pli­ca San­ti­no­ni. No Pa­ra­ná, a in­fluên­cia da FAMPEPAR tem cri­a­do um am­bi­en­te di­fe­ren­ci­a­do pa­ra os pe­que­nos negócios. Em par­ce­ria com a CONAMPE, di­ver­sos even­tos são re­a­li­za­dos e as pro­po­si­ções e ex­pe­ri­ên­ci­as de­sen­vol­vi­das ser­vem de ba­se pa­ra ou­tros Es­ta­dos. “Po­de-se di­zer que o Pa­ra­ná pos­sui de cer­ta for­ma uma le­gis­la­ção con­for­tá­vel pa­ra as mi­cro e pe­que­nas em­pre­sas. Aqui ain­da há isen­ção de im­pos­tos e pro­gra­mas de ca­pa­ci­ta­ção e cré­di­to, di­fe­ren­te de ou­tros Es­ta­dos. É o re­sul­ta­do de mui­tos anos de tra­ba­lho da fe­de­ra­ção e par­cei­ros”, diz o pre­si­den­te da FAMPEPAR, Jo­nas Ber­tão.

Er­cí­lio San­ti­no­ni, pre­si­den­te da CONAMPE e do MONAMPE

Trei­na­men­to de co­la­bo­ra­do­res das as­so­ci­a­ções pa­ra­na­en­ses

Reu­nião do Fórum Per­ma­nen­te do MDIC, em Brasília

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.