Di­rei­to

O Diario do Norte do Parana - - OPINIÃO -

O di­rei­to de ir e vir, vi­gen­te des­de a Gré­cia e a Ro­ma An­ti­ga e in­te­gran­te da atu­al Cons­ti­tui­ção Bra­si­lei­ra - que no in­ci­so XV do art. 5º es­ta­be­le­ce: “É li­vre a lo­co­mo­ção no ter­ri­tó­rio na­ci­o­nal em tem­po de paz, po­den­do qual­quer pes­soa, nos ter­mos da lei, ne­le en­trar, per­ma­ne­cer ou de­le sair com seus bens” - es­tá ca­da dia mais ame­a­ça­do em nos­so País. Ao não con­se­guir fa­zer ces­sar os ata­ques do cri­me or­ga­ni­za­do e ter de acei­tar que a par­tir de ago­ra os ôni­bus dei­xem de cir­cu­lar e, por is­so, ser obri­ga­do a sus­pen­der as au­las no pe­río­do no­tur­no, o Es­ta­do de San­ta Ca­ta­ri­na dei­xa de ga­ran­tir o ir e vir de seus ci­da­dãos. E o mes­mo ocor­re em São Pau­lo, Rio de Ja­nei­ro e ou­tras uni­da­des da fe­de­ra­ção on­de as pes­so­as são as­sas­si­na­das pe­lo sim­ples fa­to de se en­con­tra­rem na rua ou em lo­cais de frequên­cia pú­bli­ca. Não bas­ta exis­tir a de­ter­mi­na­ção le­gal ga­ran­ti­do­ra da li­ber­da­de do ci­da­dão. O Es­ta­do, co­mo ins­ti­tui­ção, tem o de­ver de man­ter o am­bi­en­te su­fi­ci­en­te­men­te se­gu­ro pa­ra a po­pu­la­ção fa­zer sua vi­da, pro­du­zir e, ca­da um, ofe­re­cer sua con­tri­bui­ção pa­ra o de­sen­vol­vi­men­to na­ci­o­nal.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.