EN­FREN­TAN­DO O DE­SA­FIO NU­MA BOA

O Diario do Norte do Parana - - O DIÁRIO DO NORTE DO PARANÁ -

- Di­ga pa­la­vras de in­cen­ti­vo: Na­da de con­tar a seu fi­lho ex­pe­ri­ên­ci­as ruins que vo­cê te­ve na épo­ca da es­co­la. In­cen­ti­ve-o, fa­lan­do so­bre as au­las que mais gos­ta­va, os ami­gos e as des­co­ber­tas. - Aju­de-o na adap­ta­ção: É pre­ci­so um pe­río­do de adap­ta­ção ou re­a­dap­ta­ção, prin­ci­pal­men­te se o fi­lho for pe­que­no. Vo­cê de­ve pas­sar um tem­po na es­co­la com ele, se não pu­der, man­de a avó, a tia ou al­guém em qu­em a cri­an­ça te­nha con­fi­an­ça. - Acre­di­te na es­co­la: Co­nhe­cer a di­re­ção e ter con­fi­an­ça no co­lé­gio fa­zem seu fi­lho con­fi­ar tam­bém. Mas, se pas­sar al­guns me­ses e ele não se adap­tar mes­mo, não in­sis­ta, is­so po­de atra­pa­lhar o apren­di­za­do. Nes­se ca­so, é me­lhor mu­dar a cri­an­ça de ins­ti­tui­ção. - Se­ja fir­me: Por mais que seu fi­lho cho­ra­min­gue, não quei­ra acor­dar ce­do e sin­ta fal­ta das fé­ri­as, não ce­da. A adap­ta­ção à ro­ti­na de­pen­de da pos­tu­ra dos pais. - Não mos­tre pe­na: Fa­ça ele o ber­rei­ro que for, não mos­tre que es­tá com pe­na. Ou ele po­de fa­zer chan­ta­gem. Dei­xá-lo fal­tar um dia por­que ele es­tá mal, tudo bem. Mas fal­tar de­mais po­de atra­pa­lhar o ren­di­men­to. - Ou­ça o que seu fi­lho tem a di­zer: Se ele fi­car an­si­o­so de­mais nos pri­mei­ros di­as e is­so in­ter­fe­rir no so­no ou no ape­ti­te, não se de­ses­pe­re. O me­lhor é con­ver­sar com ele. Pergunte ao seu fi­lho se ele es­tá en­fren­tan­do di­fi­cul­da­des na es­co­la, ou­ça o que ele tem a di­zer e dê to­da a aten­ção ne­ces­sá­ria. Al­gu­mas ati­vi­da­des po­dem ser fei­tas pa­ra in­te­grar os alu­nos e res­sal­tar o va­lor da ami­za­de, da co­o­pe­ra­ção e do res­pei­to no co­ti­di­a­no es­co­lar. À exem­plo da di­nâ­mi­ca abai­xo, ci­ta­da na Re­vis­ta Guia Fun­da­men­tal, do por­tal UOL. Au­tor­re­tra­to 1. Dis­tri­bua pa­ra ca­da alu­no uma be­xi­ga e pe­ça que a en­cha; 2. En­tre­gue ca­ne­ti­nhas co­lo­ri­das e so­li­ci­te que ca­da um de­se­nhe o seu ros­to na be­xi­ga; 3. Depois do de­se­nho pron­to os alu­nos de­ve­rão jo­gar a be­xi­ga pa­ra ci­ma; 4. Dê um si­nal pa­ra que ca­da alu­no pe­gue no ar a be­xi­ga de um co­le­ga; 5. Fa­ça uma ro­da e so­li­ci­te que ca­da alu­no adi­vi­nhe de qu­em é o au­tor­re­tra­ro; 6. Ca­so não acer­te, o alu­no que de­se­nhou de­ve­rá se apre­sen­tar, fa­lar um pou­co de si, e dar um abra­ço no co­le­ga. 7. Dê con­ti­nui­da­de até que to­dos se apre­sen­tem.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.