DIAADIA ED­SON LIMA

O Diario do Norte do Parana - - CIDADES -

Da­ta A da­ta é 15 de agos­to, mas co­mo uma obra des­se por­te de­pen­de de vá­ri­os fa­to­res – a con­di­ção do tem­po, por exem­plo --- po­de ser em ou­tro dia. Elei­ções No ca­so, quan­to mais de­mo­rar me­lhor pra ela, pois fi­ca­rá mais per­to das elei­ções. Quan­ti­da­de Atu­al­men­te, 400 pes­so­as – en­tre ope­rá­ri­os, en­ge­nhei­ros e pes­so­al ad­mi­nis­tra­ti­vo da San­ches Tri­po­lo­ni – tra­ba­lham nas obras. Ou­tra pau­la­da A par­tir de ama­nhã os re­mé­di­os (20 mil de­les) es­ta­rão qua­se 7% mais ca­ros. To­po Os me­di­ca­men­tos bra­si­lei­ros es­tão en­tre os mais ca­ros do mun­do. Re­for­ma Den­tro de 10 di­as os de­pu­ta­dos fe­de­rais vo­tam a re­for­ma po­lí­ti­ca. Fi­nal­men­te. Mas, vai mu­dar pou­ca coi­sa. Vo­to O fim da re­e­lei­ção e do vo­to obri­ga­tó­rio nem se­rão vo­ta­dos. Não en­tra­ram.

ed­son­li­ma@odi­a­rio.com Me­di­nho Os po­lí­ti­cos têm me­do de aca­bar com a obri­ga­to­ri­e­da­de do vo­to – co­mo acon­te­ce em paí­ses sé­ri­os. Te­mos que vo­tar na mar­ra. Su­plen­te Tam­bém vai con­ti­nu­ar es­se ab­sur­do que é se­na­dor ter su­plen­te ---co­mo se o se­na­dor elei­to fos­se o jo­ga­dor ti­tu­lar, e o su­plen­te sen­ta­do no ban­co, es­pe­ran­do ser cha­ma­do. Cam­pa­nhas Uma mu­dan­ça que acon­te­ce­rá: o fim do fi­nan­ci­a­men­to pri­va­do das cam­pa­nhas elei­to­rais, que pas­sa­rão a ser ban­ca­das, ex­clu­si­va­men­te, com di­nhei­ro pú­bli­co. Nos­so Ou se­ja, nós va­mos pagar pa­ra que o po­lí­ti­co se­ja can­di­da­to, não mais em­prei­tei­ras, por exem­plo. Bom E is­so po­de até ser bom. Depois de elei­to, o po­lí­ti­co fi­ca­rá com o ra­bo pre­so com o po­vo, não com em­prei­tei­ros.

Uni­fi­ca­ção A uni­fi­ca­ção das elei­ções vai re­al­men­te acon­te­cer, mas so­men­te nas elei­ções de 2022, quan­do va­mos vo­tar de uma vez só pa­ra ve­re­a­dor, pre­fei­to, de­pu­ta­do es­ta­du­al, fe­de­ral, go­ver­na­dor, se­na­dor e pre­si­den­te da República. Re­cla­ma­ção Mo­ra­do­res da re­gião Sul de Ma­rin­gá, es­pe­ci­al­men­te do Jar­dim No­vo Ho­ri­zon­te, não su­por­tam mais o mau chei­ro de um fri­go­rí­fi­co. Cri­me E não há qu­em re­sol­va o pro­ble­ma. A ca­tin­ga faz mal prin­ci­pal­men­te pa­ra cri­an­ças e ido­sos. É um cri­me am­bi­en­tal. Re­cor­de Se­rá pu­bli­ca­do no Diá­rio Ofi­ci­al da União, ama­nhã, a cri­a­ção do 39º. mi­nis­té­rio da pre­si­den­te Dil­ma ---o da Mi­cro e Pe­que­na Em­pre­sa. Cus­to O no­vo mi­nis­té­rio cus­ta­rá qua­se 8 mi­lhões de re­ais por ano, só com sa­lá­ri­os.

is­ca­li­za­ção O Con­se­lho Re­gi­o­nal de Me­di­ci­na es­tá fis­ca­li­zan­do uma lei do de­pu­ta­do ma­rin­ga­en­se Dr. Ba­tis­ta que de­ter­mi­na es­te­ri­li­za­ção e tro­ca de pe­lí­cu­la de es­te­tos­có­pi­os usa­dos pe­los mé­di­cos. Já apli­cou mul­tas. Co­pi­a­da A lei, pi­o­nei­ra no Bra­sil, já co­pi­a­da por no­ve es­ta­dos, en­tre eles São Pau­lo, Rio de Ja­nei­ro, Mi­nas Ge­rais e Per­nam­bu­co. Po­de­ro­so O jo­vem ad­vo­ga­do ma­rin­ga­en­se Flá­vio Man­to­va­ni foi con­ta­ta­do pe­lo Su­pre­mo Tri­bu­nal Fe­de­ral e par­ti­ci­pou ao vi­vo (via te­le­fo­ne) de um de­ba­te na Rá­dio Jus­ti­ça. Au­to­ri­da­de Flá­vio fa­lou so­bre pro­te­ção aos ani­mais. Ele é con­si­de­ra­do uma au­to­ri­da­de no as­sun­to, prin­ci­pal­men­te pe­lo tra­ba­lho que faz de so­cor­rer cães e ga­tos aban­do­na­dos. Úl­ti­ma Mai­or rou­ba­lhei­ra. O ovo de Pás­coa sim­bo­li­za a vi­da, mas, pe­lo pre­ço, sim­bo­li­za a vi­da do Ei­ke Ba­tis­ta.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.