“Hai”, pron­to para a lu­ta

O Diario do Norte do Parana - - ESPECIAL -

Quan­do os des­cen­den­tes ja­po­ne­ses de­sem­bar­ca­ram em so­lo bra­si­lei­ro, vi­e­ram com eles as ar­tes mar­ci­ais. En­tre as mais co­nhe­ci­das es­tão o ka­ra­tê, o ai­kidô, o kendô, o sumô e o judô. E a prá­ti­ca não fi­cou res­tri­ta a eles, tan­to que em al­gu­mas au­las de ar­tes mar­ci­ais, a mai­o­ria dos alu­nos não são de ori­gem ja­po­ne­sa.

É o ca­so das tur­mas do sen­sei (pro­fes­sor) Cel­so Ta­keshi Ogawa, que dá au­las de judô des­de 1987 para alu­nos a par­tir de 4 anos. Se­gun­do ele, hoje os des­cen­den­tes nipô­ni­cos nas su­as au­las não che­gam a 20%.

Das 7 tur­mas de judô em sua aca­de­mia uma de­las não pos­sui se­quer um alu­no des­cen­den­te. Para Ogawa é o re­fle­xo de que a cul­tu­ra nipô­ni­ca es­ta re­al­men­te ar­rai­ga­da em Ma­rin­gá.

O es­por­te

O judô é um es­por­te pro­ve­ni­en­te do Ja­pão, on­de o pra­ti­can­te uti­li­za-se da for­ça do opo­nen­te para pro­je­tá-lo. Por meio da prá­ti­ca des­te es­por­te, o alu­no de­sen­vol­ve inú­me­ras ha­bi­li­da­des mo­to­ras, co­mo for­ça, re­fle­xo, agi­li­da­de, en­tre ou­tros. Além dos as­pec­tos mo­to­res, pre­ser­va­se a es­sên­cia do judô no que diz res­pei­to aos va­lo­res, co­mo edu­ca­ção, res­pei­to, dis­ci­pli­na e au­to­con­fi­an­ça, que são as ba­ses da cul­tu­ra ja­po­ne­sa.

De uma ma­nei­ra di­ver­ti­da, os alu­nos pra­ti­cam o sumô co­mo pon­to de par­ti­da e adap­ta­ção para as lu­tas do judô. Isso por­que, co­mo ex­pli­ca o sen­sei, as cri­an­ças pre­ci­sam de ati­vi­da­des di­nâ­mi­cas e di­ver­ti­das para con­ti­nu­a­rem in­te­res­sa­das nas au­las.

Sen­sei Ogawa ex­pli­ca que por meio do judô é pos­sí­vel au­xi­li­ar no de­sen­vol­vi­men­to mo­tor e afe­ti­vo dos alu­nos, lem­bran­do que o im­por­tan­te no judô não é ape­nas a com­pe­ti­ção, mas tam­bém o seu de­sen­vol­vi­men­to co­mo ser hu­ma­no.

Ele ex­pli­ca que o judô en­si­na atra­vés das au­las o res­pei­to mú­tuo en­tre os co­le­gas e pro­fes­so­res, on­de exis­te a hi­e­rar­quia das fai­xas, que é sim­bo­li­za­da atra­vés das co­res, sen­do o ob­je­ti­vo prin­ci­pal a con­quis­ta da fai­xa pre­ta.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.