Pro­fis­si­o­nais do Mais Mé­di­cos ini­ci­am tra­ba­lho

Cin­co mé­di­cos co­me­ça­ram on­tem os tra­ba­lhos na re­gião de Ma­rin­gá, vin­dos de di­fe­ren­tes re­giões do País; mais pro­fis­si­o­nais são es­pe­ra­dos para os pró­xi­mos dias

O Diario do Norte do Parana - - REGIÃO - Ru­bia Pi­men­ta

ru­bia@odi­a­rio.com Pro­fis­si­o­nais bra­si­lei­ros ins­cri­tos no pro­gra­ma Mais Mé­di­cos, do go­ver­no fe­de­ral, co­me­ça­ram on­tem a atu­ar em uni­da­des bá­si­cas de saú­de (UBS) em to­do o País. Na re­gião de Ma­rin­gá, cin­co mé­di­cos já as­su­mi­ram seus car­gos: três de­les em Ma­rin­gá, um em Sarandi e ou­tro em Flo­res­ta. Ou­tros três de­vem to­mar pos­se nos pró­xi­mos dias, sen­do um em Man­da­gua­ri, ou­tro em Igua­ra­çu e Ma­ri­al­va.

Ma­rin­gá re­ce­beu uma mé­di­ca vin­da de Por­to Ve­lho (RO), que vai tra­ba­lhar na UBS do Jar­dim Al­vo­ra­da 3, além de um pro­fis­si­o­nal for­ma­do na Uni­o­es­te (Cas­ca­vel), que as­su­miu a UBS do bair­ro Ci­da­de Al­ta, e um pro­fis­si­o­nal de Ma­rin­gá, gra­du­a­do na UEM, que irá tra­ba­lhar no dis­tri­to de Igua­te­mi.

“Para nós é uma gran­de aju­da, pois es­tes lo­cais pre­ci­sa­vam de mais pro­fis­si­o­nais. Em oi­to anos fi­ze­mos mais de 15 con­cur­sos pú­bli­cos e sem­pre so­fría­mos com a fal­ta de mé­di­cos”, afir­ma a ge­ren­te da Es­tra­té­gia Saú­de da Fa­mí­lia em Ma­rin­gá, Cli­cie Fa­bri. Se­gun­do ela, Ma­rin­gá de­ve­ria re­ce­ber qu­a­tro mé­di­cos, mas um dos pro­fis­si­o­nais re­cu­sou o car­go.

Os mé­di­cos con­tra­ta­dos re­ce­be­rão uma bol­sa men­sal de R$ 10 mil do go­ver­no fe­de­ral, e te­rão que tra­ba­lhar por dois anos du­ran­te oi­to ho­ras diá­ri­as. Os mu­ni­cí­pi­os de­vem ar­car com des­pe­sas de ali­men­ta­ção e mo­ra­dia .

Além de aju­dar nos ser­vi­ços do SUS, o pro­gra­ma tam­bém sim­bo­li­za eco­no­mia para mui­tos mu­ni­cí­pi­os da re­gião que pa­gam al­tos sa­lá­ri­os aos mé­di­cos, para con­se­guir fi­xá-los. “Ago­ra te­re­mos ape­nas um gas­to de apro­xi­ma­da­men­te R$ 1,6 mil. Pa­gá­va­mos mui­to mais para os mé­di­cos que con­tra­tá­va­mos. Es­se dinhei- “É im­por­tan­te le­var mé­di­cos para lo­cais on­de eles re­al­men­te fa­zem fal­ta, além de aju­dar a for­ta­le­cer o SUS” ro ago­ra po­de ser des­ti­na­do a ou­tros ser­vi­ços para a po­pu­la­ção”, afir­ma o se­cre­tá­rio de Saú­de de Sarandi, Jair Car­nei­ro. O mu­ni­cí­pio re­ce­beu uma mé­di­ca re­cém­for­ma­da, de San­ta Ca­ta­ri­na, que vai tra­ba­lhar na UBS do Jar­dim Ve­rão. A ci­da­de foi con­tem­pla­da com mais du­as va­gas no pro­gra­ma , mas os ins­cri­tos não pu­de­ram se apre­sen­tar por pro­ble­mas bu­ro­crá­ti­cos. “Va­mos es­pe­rar eles de­sis­ti­rem for­mal­men­te da va­ga para plei­te­ar ou­tros pro­fis­si­o­nais”, diz Car­nei­ro.

O mu­ni­cí­pio de Flo­res­ta ga­nhou um mé­di­co, mas tam­bém per­deu um pro­fis­si­o­nal por con­ta do pro­gra­ma Mais Mé­di­co. Um dos pro­fis­si­o­nais do mu­ni­cí­pio se ins­cre­veu no pro­gra­ma e as­su­miu on­tem uma va­ga em Lon­dri­na. No en­tan­to, um mé­di­co vin­do do Rio Gran­de do Sul ini­ci­ou as ati­vi­da­des na UBS da Vi­la Bom Su­ces­so.

En­tre os mé­di­cos con­tra­ta­dos está o clí­ni­co ge­ral João Ema­no­el Gra­na­to, 27 anos, gra­du­a­do em Me­di­ci­na na UEM, e que vai aten­der em Igua­te­mi. Mo­ra­dor de Ma­rin­gá, ele con­ta que tra­ba­lha­va em uma clí­ni­ca par­ti­cu­lar quan­do fez a ins­cri­ção. “Quis par­ti­ci­par pois achei o pro­gra­ma in­te­res­san­te. É im­por­tan­te le­var mé­di­cos para lo­cais on­de eles re­al­men­te fa­zem fal­ta, além de aju­dar a for­ta­le­cer o SUS”.

Ra­fa­el Sil­va

João Ema­no­el Gra­na­to, 27 anos, for­ma­do na UEM, in­gres­sou no pro­gra­ma e vai aten­der em Igua­te­mi

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.