Acu­sa­do se apre­sen­ta na 9ª SDP

O Diario do Norte do Parana - - CIDADES - Ro­ber­to Sil­va

rsil­va@odi­a­rio.com Acu­sa­do de par­ti­ci­par da ten­ta­ti­va de se­ques­tro, se­gun­da-fei­ra pas­sa­da, do em­pre­sá­rio Geraldo Jo­a­quim de Sou­za, 57 anos, o ven­de­dor autô­no­mo Antô­nio Fran­cis­co Bar­ro­ca Ne­to, 43 anos, apre­sen­tou-se na tar­de de on­tem na 9ª Sub­di­vi­são Po­li­ci­al (SDP), de Ma­rin­gá, pa­ra en­tre­gar a ar­ma usa­da no cri­me e dar a ver­são de­le so­bre o ocor­ri­do. Apa­ren­tan­do cal­ma, o ven­de­dor ne­gou ser só­cio da ví­ti­ma, bem co­mo a ten­ta­ti­va de se­ques­tro.

Em in­ter­ro­ga­tó­rio, Ne­to con­tes­tou a in­for­ma­ção de que os de­sen­ten­di­men­tos com Sou­za te­ri­am in­ci­a­do após uma par­ce­ria co­mer­ci­al mal fei­ta, que re­sul­tou em uma dí­vi­da pro­tes­ta­da de R$ 250 mil. “Nos­sa úni­ca par­ce­ria era com­prar mer­ca­do­ri­as jun­tos, além da in­ter­me­di­a­ção de ven­da de al­guns pro­du­tos, ser­vi­ço pe­lo qual eu re­ce­bia co­mis­são”, dis­se o ven­de­dor, ex­pli­can- do que “os de­sen­ten­di­men­tos co­me­ça­ram de­pois de Sou­za, que tem mui­tas dí­vi­das na ci­da­de, es­pa­lhar aos cre­do­res que só não qui­ta­va os com­pro­mis­sos, por­que eu de­via a ele”.

O ven­de­dor con­tou que, di­an- te do bo­a­to, cre­do­res de Sou­za pas­sa­ram a pro­cu­rá-lo pa­ra re­ce­ber con­tas. O pro­ble­ma se agra­vou na se­gun­da-fei­ra, de­pois de três ho­mens irem na re­si­dên­cia de­le pa­ra ten­tar re­ce­ber uma dí­vi­da. Na oca­sião, os co­bra­do­res te­ri­am ame­a­ça­do sua fa­mí­lia de mor­te. “Is­so me ir­ri­tou mui­to e de­ci­di pro­cu­rá-lo pa­ra es­cla­re­cer a si­tu­a­ção”, ex­pli­cou, acres­cen­tan­do que a in­ten­ção era con­ven­cer Sou­za a ir ao es­cri­tó­rio pa­ra con­ver­sar com os co­bra­do­res. Ne­to dis­se que cha­mou um pri­mo pa­ra aju­da-lo na em­prei­ta­da.

Con­tu­do, se­gun­do o ven­de­dor, ao ser abor­da­do, na Vi­la Mo­ran­guei­ra, Sou­za, que di­ri­gia um Si­e­na, te­ria ten­ta­do fu­gir de ré e aca­bou ba­ten­do em ou­tro veí­cu­lo, que es­ta­va es­ta­ci­o­na­do. Ne­to ad­mi­te ter usa­do um re­vól­ver pa­ra ba­ter no vi­dro do car­ro usa­do por Sou­za, quan­do hou­ve um dis­pa­ro aci­den­tal.

O ven­de­dor con­cluiu o in­ter­ro­ga­tó­rio di­zen­do que, após o in­ci­den­te, Sou­za te­ria con­cor­da­do em se en­con­trar com os co­bra­do­res mas, por mo­ti­vos ig­no­ra­dos, aca­bou sal­tan­do do car­ro em mo­vi­men­to. A Po­lí­cia Ci­vil con­fir­mou que in­ti­ma­rá o pri­mo de Ne­to pa­ra de­por.

João Pau­lo San­tos

Ven­de­dor ale­ga que que­ria es­cla­re­cer pen­dên­ci­as so­bre dí­vi­das

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.