JO­SÉ PEDRIALI

O Diario do Norte do Parana - - OPINIÃO -

“Nós en­ten­de­mos que é jus­to que o po­vo cu­ba­no, que [se] sa­cri­fi­cou pe­la for­ma­ção des­ses mé­di­cos, te­nha tam­bém a pos­si­bi­li­da­de de au­fe­rir dos ren­di­men­tos que es­ses mé­di­cos têm hoje no País.” A de­cla­ra­ção foi fei­ta há poucos dias pe­lo mi­nis­tro­se­cre­tá­rio-ge­ral da Pre­si­dên­cia, Gil­ber­to Car­va­lho, para jus­ti­fi­car que o go­ver­no cu­ba­no fi­que com a mai­or par­te do sa­lá­rio dos pro­fis­si­o­nais en­vi­a­dos ao Bra­sil. Car­va­lho chan­ce­lou, as­sim, a “mais-va­lia” so­ci­a­lis­ta – uma no­va ver­são de ex­plo­ra­ção de mão de obra pra­ti­ca­da pe­lo go­ver­no cu­ba­no, as­sim co­mo o re­gi­me chi­nês pratica o “co­mu­nis­mo” sel­va­gem, pa­gan­do o mí­ni­mo pos­sí­vel aos tra­ba­lha­do­res e ex­plo­ran­do-os ao má­xi­mo. Com ba­se nes­se prin­cí­pio, acho jus­to que o go­ver­no bra­si­lei­ro re­te­nha (a) par­te (do leão) do sa­lá­rio de Car­va­lho e dos de­mais mi­nis­tros – idem quan­to às mor­do­mi­as a que têm di­rei­to – para de­vol­ver ao

Val­ter Campanato/abr

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.