Es­tu­dan­tes ocu­pam pré­dio do MP-PR

Imó­vel já foi sede da União Ma­rin­ga­en­se dos Es­tu­dan­tes Se­cun­da­ris­tas. Foi re­pas­sa­do ao Mi­nis­té­rio Público do Pa­ra­ná e de­pois re­for­ma­do

O Diario do Norte do Parana - - CIDADES - Car­la Gu­e­des

car­la@odi­a­rio.com Cer­ca de 20 es­tu­dan­tes ocu­pa­ram on­tem, a an­ti­ga sede da União Ma­rin­ga­en­se dos Es­tu­dan­tes Se­cun­da­ris­tas (Umes), na Ave­ni­da Cer­ro Azul, pró­xi­mo à ca­te­dral, em Ma­rin­gá. O grupo quer a re­to­ma­da do imó­vel, do­a­do à en­ti­da­de pe­la Com­pa­nhia Me­lho­ra­men­tos Nor­te do Pa­ra­ná em 1957 e re­pas­sa­do ao Mi­nis­té­rio Público do Pa­ra­ná (MP-PR), em 2006.

Os es­tu­dan­tes ocu­pa­ram o imó­vel pa­ci­fi­ca­men­te per­to das 7h. Um vi­gia do MP que fa­zia a gu­ar­da do lo­cal dei­xou o imó­vel quan­do os alu­nos abri­ram o por­tão. Eles pro­me­tem acam­par na an­ti­ga sede da Umes até con­se­guir a re­to­ma­da do pré­dio. Para isso, le­va­ram bar­ra­cas, col­chões e co­mi­da. Na cal­ça­da, os es­tu­dan­tes fi­ze­ram um mi­ni­pal­co com pe­da­ços de ma­dei­ra e uma pla­ca, na qual se lia “Mi­nis­té­rio Público do Pa­ra­ná”. Ban­dei­ras e de­ze­nas de car­ta­zes fo­ram fi­xa­dos na gra­de e nas ja­ne­las.

Des­de 2006, quan­do o imó­vel foi do­a­do ao MP, a Umes ten­ta ne­go­ci­ar o com­par­ti­lha­men­to do pré­dio e lan­çou, em maio, nas re­des so­ci­ais, a cam­pa­nha Com­par­ti­lha MP. A en­ti­da­de quer um es­pa­ço para de­sen­vol­ver ati­vi­da­des, a exem­plo de de­ba­tes, reu­niões e ofi­ci­nas. Sem sede ou es- cri­tó­rio, os en­con­tros da di­re­to­ria são fei­tos nas ca­sas dos in­te­gran­tes e até em res­tau­ran­tes.

Se­gun­do o pre­si­den­te da Umes, Gustavo Bar­ros, o Mi­nis­té­rio Público in­for­mou que uma cláu­su­la no con­tra­to de do­a­ção im­pe­de que o pré­dio se­ja uti­li­za­do por ou­tra en­ti­da­de. “Es­ta­mos em ne­go­ci­a­ção des­de 2006, mas sem re­sul­ta­do; e ago­ra vi­e­mos ocu­par o que é nos­so”, afir­ma. “A sede, cons­truí­da por es­tu­dan­tes se­cun­da­ris­tas, é re­co­nhe­ci­da pe­la co­mu­ni­da­de ma­rin­ga­en­se. Que­re­mos que ela se­ja mui­to mais que um es­ta­ci­o­na­men­to por­que era para es­te fim que ela es­ta­va sen­do usa­da pe­lo Mi­nis­té­rio Público.”

Os es­tu­dan­tes dis­se­ram que não vão de­so­cu­par o pré­dio en­quan­to a si­tu­a­ção não for ne­go­ci­a­da com o MP. Por meio da as­ses­so­ria de im­pren­sa, o MP in­for­mou que os pro­mo­to­res vão se reu­nir com os es­tu­dan­tes para bus­car uma so­lu­ção pa­cí­fi­ca e, ao me­nos até on­tem, não ha­via pre­vi­são de se en­trar com me­di­das ju­di­ci­ais con­tra a ocu­pa­ção. “Que­re­mos que ela se­ja mui­to mais que um es­ta­ci­o­na­men­to por­que era para es­te m que es­ta­va sen­do usa­da pe­lo Mi­nis­té­rio Público”

Dou­glas Mar­çal

Es­tu­dan­tes se­cun­da­ris­tas que ocu­pa­ram, on­tem, o pré­dio do Mi­nis­té­rio Público que foi re­for­ma­do

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.