In­ver­no foi 1,5ºC mais frio; pri­ma­ve­ra se­rá quen­te

Es­ta­ção que ter­mi­na no pró­xi­mo dia 22 te­ve tem­pe­ra­tu­ras mí­ni­mas mais bai­xas que a mé­dia em Ma­rin­gá para os me­ses de ju­nho e agos­to; pró­xi­mos me­ses se­rão de ca­lor

O Diario do Norte do Parana - - CIDADES - Car­la Gu­e­des

car­la@odi­a­rio.com Os dias quen­tes das úl­ti­mas se­ma­nas não fo­ram re­gra nes­te in­ver­no. A tem­pe­ra­tu­ra mí­ni­ma mé­dia em Ma­rin­gá fi­cou 1,5 C mais bai­xa en­tre ju­nho e agos­to na com­pa­ra­ção com a mé­dia his­tó­ri­ca, se­gun­do o Ins­ti­tu­to Tec­no­ló­gi­co Si­me­par. Agos­to foi o mês mais frio do in­ver­no, pe­río­do em que a mí­ni­ma mé­dia foi de 13,4 C, an­te 15,3 C de anos an­te­ri­o­res. O re­gis­tro em ju­lho foi de 13 C – 0,8 C abai­xo da mé­dia his­tó­ri­ca. Já em ju­nho, hou­ve al­ta de 1,2 C nos termô­me­tros.

Con­tri­buí­ram para um in­ver­no mais frio as for­tes mas­sas de ar po­lar que fi­ze­ram cair ne­ve e for­mar ge­a­da no Es­ta­do. Ma­rin­gá en­fren­tou no dia 24 de ju­lho tem­pe­ra­tu­ra ne­ga­ti­va de 0,5ºC; frio nun­ca vis­to des­de 1997. Em agos­to, a me­nor tem­pe­ra­tu­ra foi 1,5 C.

Os úl­ti­mos dias do in­ver­no – a es­ta­ção ter­mi­na às 17h44 do dia 22 –, se­rão o opos­to do re­gis­tra­do ao lon­go da es­ta­ção. A pre­vi­são é de ca­lor e pou­ca chu­va, con­di­ção que de­ve se es­ten­der até o pró­xi­mo do­min­go. Até lá, são es­pe­ra­das tem­pe­ra­tu­ras aci­ma dos 30 C. No sá­ba­do, de­ve fa­zer 34 C - on­tem, os termô­me­tros che­ga­ram aos 33 C em Ma­rin­gá.

Na pró­xi­ma se­gun­da-fei­ra, o tem­po muda por cau­sa do in­gres­so de uma fren­te fria so­bre o Pa­ra­ná, que tra­rá chu­va e que­da de tem­pe­ra­tu­ra, mas na­da com­pa­ra­do ao frio in­ten­so do mês pas­sa­do. Em Ma­rin­gá, a tem­pe­ra­tu­ra mí­ni­ma de­ve cair para 12 C e a má­xi­ma vai bai­xar de 30 C para 24 C. “Ti­ve­mos um in­ver­no de ex­tre­mos. Co­me­çou ex­tre­ma­men­te chu­vo­so e en­fren­ta­mos on­das de frio in­ten­so em ju­lho e agos­to, com re­gis­tros de ne­ve e ge­a­da”, ana­li­sa o meteorologista do Si­me­par, Rei­nal­do Kneib.

As al­tas tem­pe­ra­tu­ras e as chu­vas ir­re­gu­la­res vão pre­do­mi­nar nas pri­mei­ras se­ma­nas da pri­ma­ve­ra em Ma­rin­gá, se­gun­do o meteorologista. Em setembro do ano pas­sa­do, a tem­pe­ra­tu­ra má­xi­ma mé­dia fi­cou em 33,5 C.

Chu­va

O vo­lu­me de chu­va acu­mu­la­do en­tre ju­nho e agos­to em Ma­rin­gá foi o mai­or des­de 1997, de acor­do com as es­ta­tís­ti­cas da Es­ta­ção Cli­ma­to­ló­gi­ca da Uni­ver­si­da­de Es­ta­du­al de Ma­rin­gá (UEM). Os três me­ses fo­ram os mais chu­vo­sos des­de 1997. Nes­te in­ver­no, o vo­lu­me de chu­va foi de 360,5 mi­lí­me­tros, an­te 459,8 mi­lí­me­tros do mes­mo pe­río­do de 1997 – o mais chu­vo­so da his­tó­ria da es­ta­ção.

Ju­nho te­ve o mai­or ín­di­ce plu­vi­o­mé­tri­co: 269,9 mi­lí­me­tros; vo­lu­me três ve­zes mai­or que a mé­dia his­tó­ri­ca para o mês, que ge­ral­men­te é de 90 mi­lí­me­tros. Em ju­lho, a quan­ti­da­de de chu­va fi­cou dentro da mé­dia. Em agos­to, pra­ti­ca­men­te não cho­veu na ci­da­de. A Es­ta­ção Cli­ma­to­ló­gi­ca da UEM re­gis­trou ape­nas 2,8 mi­lí­me­tros – a mé­dia his­tó­ri­ca é de 60.

Ra­fa­el Sil­va

Po­pu­la­ção apro­vei­ta dia de sol para se exer­ci­tar em Ma­rin­gá; tem­pe­ra­tu­ra che­gou aos 33ºC

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.