Cur­sos téc­ni­cos ofe­re­cem mais de du­as mil va­gas

Ins­cri­ções se­rão aber­tas na pró­xi­ma se­gun­da-fei­ra, em 17 co­lé­gi­os da re­de es­ta­du­al de edu­ca­ção de Ma­rin­gá e ou­tras oi­to ci­da­des da re­gião

O Diario do Norte do Parana - - REGIÃO - Eder­son Hi­sing

O pra­zo para as ins­cri­ções para os cur­sos téc­ni­cos da re­de es­ta­du­al de en­si­no se­rá aber­to nes­ta se­gun­da-fei­ra e vai até o pró­xi­mo dia vin­te. No to­tal, são mais de du­as mil va­gas, dis­tri­buí­das por 17 co­lé­gi­os de Ma­rin­gá, As­tor­ga, Co­lo­ra­do, Flo­res­ta, Mandaguaçu, Man­da­gua­ri, Ma­ri­al­va, Pai­çan­du e Sarandi.

De acor­do com o Nú­cleo Re­gi­o­nal de Edu­ca­ção (NRE), em Ma­rin­gá, os in­te­res­sa­dos de­vem pro­cu­rar as ins­ti­tui­ções de en­si­no para fa­zer a ins­cri­ção. Os cur­sos são gra­tui­tos e ofe­re­ci­dos nas mo­da­li­da­des sub­se­quen­te, para os alu­nos que já con­cluí­ram o En­si­no Mé­dio, e in­te­gra­do, para os egres­sos do En­si­no Fun­da­men­tal. En­tre as áre­as con­tem­pla­das, es­tão Ad­mi­nis- tra­ção, Con­ta­bi­li­da­de, Re­cur­sos Hu­ma­nos, For­ma­ção de Do­cen­tes, In­for­má­ti­ca, Cons­tru­ção Ci­vil e Nu­tri­ção.

Na opi­nião da co­or­de­na­do­ra téc­ni­ca do Se­tor de En­si­no Pro­fis­si­o­na­li­zan­te da NRE, Eli­sa­be­te de Car­va­lho Ne­ves Amo­rim, a ca­pa­ci­ta­ção po­de in­flu­en­ci­ar o alu­no a in­gres­sar no en­si­no su­pe­ri­or. “Quem fre­quen­ta o cur­so téc­ni­co po­de, in­clu­si­ve, eli­mi­nar dis­ci­pli­nas na fa­cul­da­de”, des­ta­ca.

Ou­tra van­ta­gem é que para os alu­nos que não con­se­guem in­gres­sar em uma uni­ver­si­da- de pú­bli­ca, o di­plo­ma de téc­ni­co per­mi­te uma re­mu­ne­ra­ção mai­or, ca­paz de ar­car com as men­sa­li­da­des do en­si­no su­pe­ri­or par­ti­cu­lar. “A for­ma­ção am­plia vá­ri­os ân­gu­los do horizonte pro­fis­si­o­nal do es­tu­dan­te”, res­sal­ta Eli­sa­be­te.

Promissor

Para a es­pe­ci­a­lis­ta em Re­cur­sos Hu­ma­nos, Sil­va­na Ca­va­li­ni Cars­tens, o mer­ca­do de tra­ba­lho está re­ple­to de opor­tu­ni­da­des, prin­ci­pal­men­te, para os pro­fis­si­o­nais de ní­vel in­ter­me­diá­rio, com for­ma­ção téc­ni­ca. “A de­man­da está boa em di­ver­sas áre­as. Não dá nem para ser mui­to pre­ci­sa quan­to as áre­as que mais con­tra­tam”, re­ve­la.

Sil­va­na clas­si­fi­ca os cur­sos téc­ni­cos co­mo um di­fe­ren­ci­al. “Al­guns tra­tam a for­ma­ção co­mo ne­ces­si­da­de. Eu acre­di­to, no en­tan­to, que ain­da é um pon­to de des­ta­que”, opi­na. “Es­se ti­po de en­si­no é uma chan­ce de co­lo­car a pes­soa mais pró­xi­ma de um co­nhe­ci­men­to es­pe­cí­fi­co e po­der evo­luir mais”, acres­cen­ta.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.