Em­pre­go in­dus­tri­al cres­ce Al­ta no pre­ço do com­pu­ta­dor faz ven­das re­cu­a­rem pe­lo 22º mês con­se­cu­ti­vo

En­quan­to a mé­dia na­ci­o­nal re­cu­ou 0,8%, em ju­lho, na com­pa­ra­ção ao mes­mo mês do ano pas­sa­do, no Es­ta­do, o in­di­ca­dor cres­ceu 0,3%; no ano, o avan­ço é de 0,9%

O Diario do Norte do Parana - - ECONOMIA - Agên­cia Es­ta­du­al de No­tí­ci­as

re­da­cao@odi­a­rio.com Em rit­mo in­ver­so ao da mé­dia bra­si­lei­ra, o em­pre­go na in­dús­tria do Pa­ra­ná cres­ce pe­lo 22º mês con­se­cu­ti­vo. Em ju­lho, hou­ve al­ta de 0,3%, em re­la­ção ao mes­mo mês de 2012 e, no acu­mu­la­do dos 12 me­ses (até ju­lho), a ta­xa de cres­ci­men­to foi de 1%, a me­lhor do País.

Os da­dos são da Pes­qui­sa In­dus­tri­al Men­sal de Em­pre­go e Sa­lá­rio (Pi­mes), di­vul­ga­da, on­tem, pe­lo Ins­ti­tu­to Bra­si­lei­ro de Ge­o­gra­fia e Es­ta­tís­ti­ca (IBGE). São ava­li­a­dos dez Es­ta­dos, mais as re­giões Nor­des­te, Nor­te e Cen­troOes­te do País.

Na mes­ma com­pa­ra­ção em que o Pa­ra­ná cres­ceu 0,3%, a mé­dia na­ci­o­nal re­cu­ou 0,8%, 22ª que­da se­gui­da, no Bra­sil. Os prin­ci­pais des­ta­ques da in­dús­tria es­ta­du­al fo­ram os ra­mos de fu­mo (17,9%), têx­til (13,1%), má­qui­nas e equi­pa­men­tos (5,1%), pa­pel e grá­fi­ca (3,6%) e fa­bri­ca­ção de mei­os de trans­por­te (3,4%).

No acu­mu­la­do de ja­nei­ro a ju­lho de 2013, hou­ve avan­ço de 0,9%, na cri­a­ção de em­pre­gos no par­que fa­bril do Pa­ra­ná. A mé­dia na­ci­o­nal re­gis­trou re­tra- ção de 0,8%. On­ze dos qua­tor­ze lo­cais pes­qui­sa­dos apre­sen­ta­ram que­da.

Na ava­li­a­ção dos úl­ti­mos 12 me­ses, en­cer­ra­dos em ju­lho de 2013, hou­ve que­da de 1,1% no to­tal de em­pre­gos na in­dús­tria na­ci­o­nal. A ex­pan­são no Pa­ra­ná foi in­flu­en­ci­a­da por no­vos pos­tos de tra­ba­lho nos se­to­res têx­til, fu­mo, pro­du­tos quí­mi­cos, ali­men­tos e be­bi­das e má­qui­nas e equi­pa­men­tos.

Fo­lha

O vo­lu­me de sa­lá­ri­os re­ais cres­ceu 5,2%, no Es­ta­do, no ano, fren- te au­men­to de 3,9%, para o Bra­sil. O va­lor da fo­lha de pa­ga­men­to re­al (des­con­ta­da a in­fla­ção) ex­pan­diu 2,7%, em ju­lho de 2013, no con­fron­to com o mes­mo mês do ano pas­sa­do, fren­te cres­ci­men­to de 3,4%, para o País, na mes­ma com­pa­ra­ção.

Em re­la­ção à re­mu­ne­ra­ção, as mai­o­res in­fluên­ci­as po­si­ti­vas no Es­ta­do fo­ram ve­ri­fi­ca­das nos se­to­res têx­til (13,1%), re­fi­no de pe­tró­leo e ál­co­ol (12,3%), mi­ne­rais não me­tá­li­cos (9,4%), pa­pel e grá­fi­ca (7,6%), bor­ra­cha e plás­ti­co (6,0%), ves­tuá­rio (5,8%) e má­qui­nas e equi­pa­men­tos (5,7%). O mer­ca­do de com­pu­ta­do­res, no Bra­sil, apre­sen­tou uma que­da de 10% em ter­mos de vo­lu­me de ven­das no se­gun­do tri­mes­tre des­te ano, so­man­do 3,6 mi­lhões de má­qui­nas co­mer­ci­a­li­za­das, se­gun­do da­dos di­vul­ga­dos, on­tem, pe­la con­sul­to­ria IDC. A pes­qui­sa apon­tou, po­rém, que a al­ta mé­dia de 12% nos pre­ços dos com­pu­ta­do­res le­vou o se­tor a cres­cer no pe­río­do 1,2%, em ter­mos de fa­tu­ra­men­to, que atin­giu R$ 5,7 bi­lhões. O re­a­jus­te dos pre­ços, a par­tir de maio, foi pu­xa­do, em par­te, pe­la va­lo­ri­za­ção do dó­lar, de acor­do com o ana­lis­ta da IDC, Pe­dro Hag­ge. As­sim, o pre­ço mé­dio dos PCs su­biu, em um ano, de R$ 1.412,00 para R$ 1.580,00.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.