A fe­li­ci­da­de mo­ra no nor­te da Eu­ro­pa

O Diario do Norte do Parana - - GERAL - Folhapress

re­da­cao@odi­a­rio.com Os paí­ses mais fe­li­zes do mun­do es­tão, em sua mai­o­ria, no nor­te da Eu­ro­pa, e os mais tris­tes, na Áfri­ca ou nas re­giões mais du­ra­men­te afe­ta­das pe­la cri­se eu­ro­peia. Es­sa é a con­clu­são a que che­gou o World Hap­pi­ness Re­port (Re­la­tó­rio so­bre a Fe­li­ci­da­de Mundial) para 2013, pro­du­zi­do pe­la Re­de de So­lu­ções para o De­sen­vol­vi­men­to Sus­ten­tá­vel da ONU e di­vul­ga­do pe­lo Ins­ti­tu­to da Ter­ra da Uni­ver­si­da­de Co­lum­bia (EUA).

Pe­la or­dem, os mo­ra­do­res de Di­na­mar­ca, No­ru­e­ga, Suí­ça, Ho­lan­da e Sué­cia são os que se con­si­de­ram mais fe­li­zes. Na ou­tra pon­ta da ta­be­la, a dos me­nos fe­li­zes, es­tão cin­co paí­ses afri­ca­nos: Ru­an­da, Bu­run­di, Re­pú­bli­ca Cen­tro-Afri­ca­na, Be­nin e To­go. O Bra­sil está em 24º lu­gar no ran­king da fe­li­ci­da­de, mais bem co­lo­ca­do que paí­ses co­mo Fran­ça (25ª), Ale­ma­nha (26ª), Ja­pão (43º), Rús­sia (68ª) e Chi­na (93ª). Gré­cia e Por­tu­gal, paí­ses for­te­men­te atin­gi­dos pe­la cri­se na zo­na do eu­ro, fi­ca­ram em 70º e 85º, res­pec­ti­va­men­te.

Cri­té­ri­os

É o se­gun­do ano em que a ONU di­vul­ga o re­la­tó­rio, cu­jos da­dos fo­ram co­lhi­dos em pes­qui­sa mundial re­a­li­za­da en­tre 2010 e 2012. A fe­li­ci­da­de dos en­tre­vis­ta­dos é ava­li­a­da nu­ma es­ca­la de 0 a 10, le­van­do em con­ta seis cri­té­ri­os: ren­da per ca­pi­ta, as­sis­tên­cia so­ci­al, ex­pec­ta­ti­va de vi­da sau­dá­vel, li­ber­da­de para fa­zer es­co­lhas, com­ba­te à cor­rup­ção e ge­ne­ro­si­da­de. Nes­te ano, as no­tas va­ri­a­ram de 2,936 (do To­go, o úl­ti­mo co­lo­ca­do) a 7,693 (da Di­na­mar­ca, a pri­mei­ra).

Para o eco­no­mis­ta Jef­frey Sa­chs, di­re­tor do Ins­ti­tu­to da Ter­ra em Co­lum­bia, os re­sul­ta­dos da pes­qui­sa de­vem es­ti­mu­lar os go­ver­nan­tes a le­var em con­ta o bem-es­tar dos ci- da­dãos nas su­as de­ci­sões. “Há no mun­do uma de­man­da cres­cen­te de que a po­lí­ti­ca es­te­ja mais ali­nha­da com o que as pes­so­as con­si­de­ram im­por­tan­te, do mo­do co­mo elas mes­mas de­fi­nem seu bem-es­tar”, dis­se Sa­chs.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.