‘Ma­nu­ten­ção de mul­ta de 10% é re­tro­ces­so’

O Diario do Norte do Parana - - ECONOMIA - Dou­glas Fer­rei­ra

O Con­gres­so Na­ci­o­nal man­te­ve, em vo­ta­ção na ma­dru­ga­da de on­tem, 95 ve­tos da pre­si­den­te Dil­ma Rous­seff a dis­po­si­ti­vos apro­va­dos pe­lo Le­gis­la­ti­vo, en­tre eles o que man­tém a mul­ta de 10% so­bre o FGTS no ca­so de de­mis­sões sem jus­ta cau­sa.

Com a de­ci­são, o go­ver­no ga­ran­te uma ar­re­ca­da­ção de cer­ca de R$ 3,5 bi­lhões por ano.

Jun­to com os ve­tos, a ba­se do go­ver­no tam­bém con­se­guiu apro­var um pro­je­to que des­ti­na os re­cur­sos des­sa ar­re­ca­da­ção ex­clu­si­va­men­te para o pro­gra­ma ha­bi­ta­ci­o­nal Mi­nha Ca­sa, Mi­nha Vi­da. Pe­lo no­vo tex­to, o tra­ba­lha­dor de­mi­ti­do sem jus­ta cau­sa que não for be­ne­fi­ci­a­do pe­lo pro­gra­ma ha­bi­ta­ci­o­nal vai re­ce­ber o di­nhei­ro quan­do se apo­sen­tar.

Para o pre­si­den­te da Con­fe- de­ra­ção Na­ci­o­nal da Mi­cro e Pe­que­na Empresa e Em­pre­en­de­do­res In­di­vi­du­ais (Co­nam­pe), Er­cí­lio San­ti­no­ni, a de­ci­são foi um “re­tro­ces­so”. “Não faz sen­ti­do, no fi­nal o que nós te­mos é um au­men­to de tri­bu­to em um mo­men­to de cri­se, de bai­xo in­ves­ti­men­to”, afir­ma. “A nos­sa fo­lha de pa­ga­men­to é per­ver­sa, vo­cê pa­ga pou­co ao em­pre­ga­do, mas no fi­nal ele cus­ta mui­to ao em­pre­sá­rio”, com­ple­ta.

Em no­ta, a Con­fe­de­ra­ção Na­ci­o­nal da In­dús­tria (CNI) tam­bém la­men­tou a apro­va­ção do ve­to: “a de­ci­são do Con­gres­so Na­ci­o­nal de man­ter es­sa con­tri­bui­ção frus­tra os an­sei­os do se­tor pro­du­ti­vo na­ci­o­nal de ver ex­tin­to um tri­bu­to cri­a­do para ser pro­vi­só­rio e que cu­ja fi­na­li­da­de, a de sal­var o FGTS da fa­lên­cia, foi in­te­gral­men­te cum­pri­da ao lon­go dos úl­ti­mos 12 anos”.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.