Si­rius vai be­ne­fi­ci­ar Ae­ro­por­to Síl­vio Na­me

No­vo sis­te­ma de na­ve­ga­ção, que vai re­du­zir tem­po de voo na Pon­te Aé­rea, en­tre o Rio de Ja­nei­ro e São Pau­lo, tam­bém au­xi­li­a­rá os pi­lo­tos em si­tu­a­ções de pou­ca vi­si­bi­li­da­de

O Diario do Norte do Parana - - CIDADES - Dou­glas Fer­rei­ra

O no­vo sis­te­ma de na­ve­ga­ção glo­bal Si­rius apre­sen­ta­do, re­cen­te­men­te, pe­la Ae­ro­náu­ti­ca po­de be­ne­fi­ci­ar além dos ae­ro­por­tos de São Pau­lo e Rio de Ja­nei­ro, on­de se­rá im­plan­ta­do em de­zem­bro, os de Ma­rin­gá e Lon­dri­na, de acor­do com o co­ro­nel avi­a­dor Luiz Ricardo do Nas­ci­men­to, co­man­dan­te do Se­gun­do Cen­tro In­te­gra­do de De­fe­sa Aé­rea e Con­tro­le de Trá­fe­go Aé­reo (Cin­dac­ta II).

O no­vo sis­te­ma se­gue os pa­drões in­ter­na­ci­o­nais e uti­li­za sa­té­li­tes e co­mu­ni­ca­ção di­gi­tal para ad­mi­nis­trar o trá­fe­go aé­reo, em vez de usar ape­nas fer­ra­men­tas de au­xí­lio fi­xas no so­lo. Na prá­ti­ca, para che­gar ao des­ti­no, as ae­ro­na­ves per­cor­rem tra­je­tos mais cur­tos, em li­nha re­ta, o que sig­ni­fi­ca eco­no­mia de tem­po, de com­bus­tí­vel, além de re­du­zir a emis­são de gás carbô­ni­co no am­bi­en­te. No per­cur­so en­tre São Pau­lo e Rio de Ja­nei­ro, por exem­plo, a ex­pec­ta­ti­va é de re­du­ção de oi­to mi­nu­tos no tem­po de voo.

O Si­rius tam­bém traz be­ne­fí­ci­os às pes­so­as que mo­ram pró­xi­mas aos ae­ro­por­tos, pois re­duz a ex­po­si­ção a ruí­dos. De acor­do com a Ae­ro­náu­ti­ca, isso ocor­re, por­que os aviões re­a­li­zam des­ci­das con­tí­nu­as na ho­ra do pou­so, o que exi­ge me­nos po­tên­cia dos mo­to­res, ge­ran­do me­nos ba­ru­lho. Atu­al­men­te, o sis­te­ma já está em ope­ra­ção em Re­ci­fe (PE) e Brasília (DF).

Se­gun­do o co­ro­nel Nas­ci­men­to, o no­vo sis­te­ma vai be­ne­fi­ci­ar ain­da os ae­ro­por­tos que en­fren­tam pro­ble­mas freqüen­tes, por cau­sa do tem­po. “Com o Si­rius, ae­ro­por­tos co­mo os de Ma­rin­gá, Lon­dri­na, Na­ve­gan­tes (SC), Join­vil­le (SC), Ca­xi­as do Sul (RS), que não têm ILS, on­de a apro­xi­ma­ção da ae­ro­na­ve é fei­ta sem aju­da de ins­tru­men­tos po­de­rão re­ce­ber pou­sos mes­mo em si­tu­a­ção de vi­si­bi­li­da­de pre­ju­di­ca­da, co­mo no ca­so de ne­vo­ei­ros, sem com­pro­me­ter a se­gu­ran­ça”, res­sal­ta. O ILS, pre­sen­te no ae­ro­por­to in­ter­na­ci­o­nal Afonso Pe­na, em Curitiba, é um sis­te­ma de apro­xi­ma­ção por ins­tru­men­tos, que ori­en­ta de ma­nei­ra pre­ci­sa o avião du­ran­te o pou­so.

Pro­cu­ra­dos pe­lo O Diá­rio, os ae­ro­por­tos de Ma­rin­gá e Lon­dri­na pre­fe­ri­ram não te­cer co­men­tá­ri­os so­bre o no­vo sis­te­ma, por­que, em fun­ção do lan­ça­men­to re­cen­te, ain­da é des­co­nhe­ci­do por am­bos.

Ra­fa­el Sil­va

Tra­ba­lho dos ope­ra­do­res da Tor­re de Co­man­do se­rá fa­ci­li­ta­do

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.