Elas pre­fe­rem a boa con­ver­sa

O Diario do Norte do Parana - - CIDADES -

Uma pes­qui­sa re­a­li­za­da pe­lo por­tal fe­mi­ni­no Ol­ga, com mais de 8 mil mu­lhe­res, mos­trou que 83% de­las não gos­tam de qual­quer ti­po de can­ta­da. A re­por­ta­gem de O Diá­rio per­gun­tou a vá­ri­as ga­ro­tas qual se­ria, en­tão, a abor­da­gem ide­al. A res­pos­ta foi, qua­se sem­pre, a boa e ve­lha con­ver­sa.

“As can­ta­das são mui­to di­re­tas, dei­xam-nos cons­tran­gi­das. Na­da me­lhor que um bom papo”, ga­ran­te a es­tu­dan­te Ana Flá­via Te­ra­mat­su, 21 anos. Nas ba­la­das, ou­tra boa su­ges­tão é cha­mar para dan­çar. “É óti­mo, pois vo­cê con­se­gue co­nhe­cer a pes­soa tran­qui­la­men­te”, co­men­ta Camila Za­go.

O blo­guei­ro Mar­cel Ku­me, de Ma­rin­gá, man­tém o blog San­to Papo, on­de dá con­se­lhos sen­ti­men­tais e com­por­ta­men­tais. “Vá­ri­os ho­mens me es­cre­vem, pe­din­do di­cas de abor­da­gem. Uma das pri­mei­ras su­ges­tões é que ho­mem al­gum se dá bem me­xen­do­com­ga­ro­tas­na­rua”, en­si­na.

Para ele, ter ati­tu­de com uma ga­ro­ta não é me­xer com ela. “O me­lhor é abor­dar com se­gu­ran­ça, bom hu­mor e edu­ca­ção. To­das gos­tam e, de­pois, por mais que não dê cer­to, vo­cê não vai pas­sar por gros­sei­ro”, fri­sa.

Ra­fa­el Sil­va

O olhar iden­ti­fi­ca, mas as mu­lhe­res não gos­tam de gros­se­ri­as

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.