Pre­fei­tu­ra quer 23% a mais no IPTU 2014

Pro­je­to apre­sen­ta­do aos ve­re­a­do­res pre­vê au­men­to de ar­re­ca­da­ção de R$ 15 mi­lhões com Im­pos­to Pre­di­al e Ter­ri­to­ri­al Ur­ba­no. Câ­ma­ra cria co­mis­são pa­ra ana­li­sar os im­pac­tos

O Diario do Norte do Parana - - CIDADES - Murilo Gat­ti

mgat­ti@odi­a­rio.com Após mais de uma dé­ca­da, a Pre­fei­tu­ra de Ma­rin­gá apre­sen­tou um pro­je­to de lei pa­ra co­me­çar a atu­a­li­zar a Plan­ta Ge­né­ri­ca de Va­lo­res de Edi­fi­ca­ções e Ter­re­nos do Mu­ni­cí­pio de Ma­rin­gá. Na prá­ti­ca, além de aten­der à Lei de Res­pon­sa­bi­li­da­de Fis­cal (LRF), que de­ter­mi­na que os va­lo­res ve­nais dos imó­veis se­jam o mais pró­xi­mo pos­sí­vel do va­lor re­al, a ad­mi­nis­tra­ção mu­ni­ci­pal quer aumentar a ar­re­ca­da­ção com o Im­pos­to Pre­di­al e Ter­ri­to­ri­al Ur­ba­no (IPTU) em 23%, de R$ 65 mi­lhões pre­vis­tos até o fim de 2013, pa­ra R$ 80 mi­lhões, em 2014.

Se­gun­do o se­cre­tá­rio de Fa- zen­da e Ges­tão, Jo­sé Luiz Bo­vo, que es­te­ve na Câ­ma­ra Mu­ni­ci­pal na tar­de de on­tem, pa­ra apre­sen­tar à pro­pos­ta aos ve­re­a­do­res, a me­di­da vai pro­vo­car um au­men­to re­al mé­dio no va­lor do IPTU de 15%. O in­cre­men­to res­tan­te cor­res­pon­de à in­fla­ção de 2013 e ao cres­ci­men­to na­tu­ral no nú­me­ro de con­tri­buin­tes, oca­si­o­na­do pe­la aber­tu­ra de no­vos lo­te­a­men­tos na ci­da­de.

“Pre­ten­de­mos aumentar um pou­co a mais do que nos úl­ti­mos dez anos, quan­do apli­ca­mos ape­nas a cor­re­ção mo­ne­tá­ria. Além dis­so, va­mos man­ter o des­con­to na alí­quo­ta, que em 2005, pas­sou de 30% pa­ra 40%”, ar­gu­men­tou Bo­vo. Em re­la­ção aos im­pac­tos que vão che­gar ao con­tri­buin­te, ca­so o pro­je­to se­ja apro­va­do pe­los ve­re­a­do­res, o au­men­to no IPTU de 2014 vai ser mai­or em áre­as mais va­lo­ri­za­das e pró­xi­mas ao cen­tro, on­de va­lor ve­nal es­tá mais de­pre­ci­a­do.

Nos exem­plos prá­ti­cos apre­sen­ta­dos na Câ­ma­ra Mu­ni­ci­pal on­tem, hou­ve o ca­so de um apar­ta­men­to em que o au­men­to do IPTU vai che­gar a 52%. Em ou­tro imó­vel, lo­ca­li­za­do na Vi­la Santo Antô­nio, o re­a­jus­te se­rá de 50%. Ao mes­mo tem­po, uma ou­tra al­te­ra­ção pro­pos­ta pre­vê que do­nos de ter­re­nos em lo­te­a­men­tos no­vos vão ter re­du­ção no va­lor co­bra­do. “No Jar­dim Ori­en­tal, os do­nos de ter­re­nos vão pa­gar 20% de im­pos­to”, afir­mou o di­re­tor tri­bu­tá­rio da pre­fei­tu­ra, Nelson Pe­rei­ra.

O mo­ti­vo da re­du­ção é que o pro­je­to pre­vê a con­ces­são aos con­tri­buin­tes, do mes­mo be­ne- fí­cio apli­ca­do atu­al­men­te às lo­te­a­do­ras. Ba­si­ca­men­te, a re­gra pre­vê que após a di­vi­são dos lo­tes e a for­ma­li­za­ção do bair­ro no mu­ni­cí­pio, o IPTU re­ce­be um des­con­to de 30% no pri­mei­ro ano, 20% no se­gun­do ano e 10% no ter­cei­ro ano. Além do Jar­dim Ori­en­tal, ou­tro bair­ros no­vos com o Jar­dim Três La­go­as e o São Mi­guel, por exem­plo, não vão ter re­a­jus­te no va­lor ve­nal, pois a pre­fei­tu­ra já tem apli­ca­do va­lo­res atu­a­li­za­dos pa­ra os no­vos lo­te­a­men­tos.

Bo­vo ar­gu­men­tou aos ve­re­a­do­res que é ne­ces­sá­rio aumentar a ar­re­ca­da­ção com o IPTU por cau­sa do au­men­to de cus­tos que a pre­fei­tu­ra pas­sa a ter anu­al­men­te. “Te­mos que ar­re­ca­dar pa­ra co­brir os cus­tos. Nes­te ano, co­lo­ca­mos du­as Uni­da­des de Pron­to Aten­di­men­to (UPAs) pa­ra fun­ci­o­nar e te­mos que aten­der ao Pla­no de Car­gos e Sa­lá­ri­os dos Ser­vi­do­res”, exem­pli­fi­cou.

Os ve­re­a­do­res de­ci­di­ram cri­ar uma co­mis­são de fun­ci­o­ná­ri­os pa­ra ana­li­sar o pro­je­to. “Eles vão fa­zer um qua­dro com­pa­ra­ti­vo pa­ra per­mi­tir aos ve­re­a­do­res a aná­li­se do im­pac­to do re­a­jus­te. É uma pro­pos­ta com­ple­xa e vai ser di­fí­cil ex­pli­car às pes­so­as as di­fe­ren­ças”, ava­li­ou o pre­si­den­te da Ca­sa, Ulis­ses Maia.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.