Ban­cos são mul­ta­dos pe­lo Pro­con

Três ins­ti­tui­ções te­rão de pa­gar R$ 1,3 mi­lhão por não ofe­re­ce­rem, em al­guns ter­mi­nais ele­trô­ni­cos, aten­di­men­to bá­si­co ao con­su­mi­dor; fis­ca­li­za­ção vai con­ti­nu­ar

O Diario do Norte do Parana - - CIDADES - Le­o­nar­do Fi­lho

le­o­nar­do­fi­lho@odi­a­rio.com Des­de a quin­ta-fei­ra pas­sa­da, quan­do co­me­çou a gre­ve dos ban­cá­ri­os, o Pro­con de Ma­rin­gá apli­cou R$ 1,3 mi­lhão em mul­tas pa­ra três ban­cos. Cai­xa Econô­mi­ca Fe­de­ral, Ban­co do Bra­sil e Bra­des­co fo­ram au­tu­a­dos, se­gun­do o ór­gão, por não ofe­re­ce­rem ser­vi­ços bá­si­cos de aten­di­men­tos ao cli­en­te em al­guns ter­mi­nais de cai­xas ele­trô­ni­cos.

To­dos os ban­cos per­ma­ne­cem sob fis­ca­li­za­ção dos agen­tes do Pro­con. “Os ban­cos de­vem ofe­re­cer o aten­di­men­to bá­si­co. Há al­guns ter­mi­nais, on­de a en­tra- da dos en­ve­lo­pes pa­ra de­pó­si­tos, por exem­plo, es­ta­va blo­que­a­da. Em ou­tras agências, os ter­mi­nais es­ta­vam des­li­ga­dos”, dis­se o di­re­tor do Pro­con Ma­rin­gá, João Luiz Re­gi­a­ni.

Após a gre­ve, Re­gi­a­ni ga­ran­tiu que vai en­ca­mi­nhar as no­ti­fi­ca­ções ao Mi­nis­té­rio Pú­bli­co. “Pa­ra que se­ja in­ves­ti­ga­do se os ban­cos pro­vo­ca­ram al­gum ti­po de da­no à eco­no­mia po­pu­lar e ao di­rei­to co­le­ti­vo dos usuá­ri­os”, ex­pli­cou.

Bra­des­co e Ban­co do Bra­sil não qui­se­ram co­men­tar o as­sun­to. A Cai­xa Econô­mi­ca Fe­de­ral não re-

tor­nou as li­ga­ções.

Pa­ra­li­sa­ção

Ho­je, re­pre­sen­tan­tes dos sin­di­ca­tos de to­do o Bra­sil par­ti­ci­pam, em São Pau­lo, de uma reu­nião com o co­man­do de gre­ve, pa­ra dis­cu­tir os pró­xi­mos pas­sos. “Va­mos abrir es­pa­ço pa­ra que a Fe­na­ban (Fe­de­ra­ção Na­ci­o­nal dos Ban­cos) en­vie re­pre­sen­tan­tes e uma no­va pro­pos­ta. Se isso não ocor­rer, a gre­ve con­ti­nua”, des­ta­cou Clau­de­cir Sou­za, pre­si­den­te do Sindicato de Ma­rin­gá. Den­tre os pe­di­dos, es­tão re­a­jus­te de 11,93%, sen­do 5% de au­men­to re­al, além da in­fla­ção pro­je­ta­da de 6,6% e par­ti­ci­pa­ção nos Lu­cros e Re­sul­ta­dos (PLR).

A Fe­na­bam des­ta­cou em no­ta que la­men­ta a po­si­ção dos sin­di­ca­tos e que os ca­nais al­ter­na­ti­vos ele­trô­ni­cos dos ban­cos vão fun­ci­o­nar nor­mal­men­te.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.