Con­dor inau­gu­ra hi­per na Ave­ni­da Co­lom­bo

Se­gun­do a re­de, fo­ram in­ves­ti­dos R$ 50 mi­lhões na no­va lo­ja, que tem área cons­truí­da de 26 mil me­tros qua­dra­dos e con­cei­tos de sus­ten­ta­bi­li­da­de. Hi­per­mer­ca­do ope­ra com mix de 40 mil pro­du­tos

O Diario do Norte do Parana - - ECONOMIA - Da Re­da­ção

re­da­cao@odi­a­rio.com O Con­dor Su­per Cen­ter inau­gu­ra ho­je, em Ma­rin­gá, um hi­per­mer­ca­do que re­ce­beu in­ves­ti­men­tos de R$ 50 mi­lhões. A no­va lo­ja fi­ca em um ter­re­no de 20 mil me­tros qua­dra­dos na Ave­ni­da Co­lom­bo, com área to­tal cons­truí­da de 26 mil me­tros qua­dra­dos.

Se­gun­do a em­pre­sa, o hi­per­mer­ca­do vai contar com um 40 mil pro­du­tos, 31 check outs e um es­ta­ci­o­na­men­to gra­tui­to co­ber­to em dois sub­so­los e um des­co­ber­to em fren­te à lo­ja, am­bos com ca­pa­ci­da­de to­tal pa­ra 7 mil va­gas ro­ta­ti­vas por dia.

O no­vo Con­dor te­rá uma ga­le­ria com 13 lo­jas de apoio, três qui­os­ques e um res­tau­ran­te. A lo­ja che­ga com uma no­vi­da­de, o Ca­ta­mo­e­das, pa­ra os cli­en­tes que qui­se­rem tro­car mo­e­das por um va­le-com­pras acres­ci­do de um bô­nus de 3% a ser uti­li­za­do pa­ra com­pras na lo­ja ou, ca­so de­se­jem, do­ar o va­lor de­po­si­ta­do pa­ra uma en­ti­da­de be­ne­fi­cen­te da ci­da­de.

Pa­ra for­mar a equi­pe de aten­di­men­to e apoio do no­vo hi­per­mer­ca­do, fo­ram con­tra­ta­dos 450 no­vos fun­ci­o­ná­ri­os. Com o ob­je­ti­vo de ho­me­na­ge­ar a ci­da­de que re­ce­beu a pri­mei­ra lo­ja da re­de em 1995, o no­vo em­pre­en­di­men­to vai re­a­li­zar um res­ga­te his­tó­ri­co com pai­néis pin­ta­dos a mão pe­lo ar­tis­ta plás­ti­co Luiz Bi­an­chi­ne, que re­tra­ta a história de Ma­rin­gá de 1940 até a atu­a­li­da­de. “Te­mos um ca­ri­nho enor­me por Ma­rin­gá e já es­ta­va em nos­sos pla­nos in­ves­tir em uma no­va lo­ja, mas qu­e­ría­mos que fos­se a me­lhor lo­ja da ci­da­de, com to­da a in­fra­es­tru­tu­ra pa­ra sur­pre­en­der e aten­der a to­das as ne­ces­si­da­des dos ma­rin­ga­en­ses e mo­ra­do­res dos mu­ni­cí­pi­os vi­zi­nhos. Tí­nha­mos um com­pro­mis­so co­nos­co em in­ves­tir em Ma­rin­gá, pois ela es­tá en­tre as 10 me­lho­res ci­da­des do in­te­ri­or do País pa­ra se vi­ver”, diz o pre­si­den­te do Con­dor, Pedro Jo­a­nir Zon­ta.

Se­gun­do o pre­si­den­te do Con­dor, o hi­per­mer­ca­do foi pro­je­ta­do pa­ra que ca­da se­tor pa­re­ça uma lo­ja es­pe­ci­a­li­za­da, com gôn­do­las bai­xas e uma co­mu­ni­ca­ção vi­su­al efi­ci­en­te e com co­res harmô­ni­cas. Pai­néis cons­truí­dos a par­tir da téc­ni­ca cha­ma­da ar­te fran­ce­sa – que uti­li­za da so­bre­po­si­ção de ima­gens pa­ra re­me­ter ao efei­to 3D –, exi­bem ima­gens alu­si­vas a ca­da am­bi­en­te, o que fa­ci­li­ta­rá a si­na­li­za­ção e vi­su­a­li­za­ção do se­tor de­se­ja­do.

Sus­ten­ta­bi­li­da­de

Uma das no­vi­da­des fi­ca por con­ta da cli­ma­ti­za­ção, que além de pro­por­ci­o­nar mai­or bem-es­tar, eco­no­mi­za 90% de ener­gia elé­tri­ca por con­ta de um sis­te­ma na­tu­ral que umi­di­fi­ca e re­fres­ca, dei­xan­do a umi­da­de re­la­ti­va do ar de acor­do com as ne­ces­si­da­des hu­ma­nas. Ou­tro pon­to eco­lo­gi­ca­men­te cor­re­to do equi­pa­men­to é uti­li­zar água pa­ra re­du­zir a tem­pe­ra­tu­ra ao in­vés de ga­ses no­ci­vos ao­mei­o­am­bi­en­te,co­mo­oCFC.

O no­vo Con­dor uti­li­za o CO2, um gás re­fri­ge­ran­te 100% na­tu­ral que subs­ti­tui os ga­ses sin­té­ti­cos no se­tor de con­ge­la­dos. Es­ta no­va tec­no­lo­gia es­tá ali­nha­da à ten­dên­cia mun­di­al na bus­ca pe­la sus­ten­ta­bi­li­da­de. Co­mo o CO2 es­tá pre­sen­te na na­tu­re­za, não agri­de a ca­ma­da de ozô­nio e ain­da re­duz em 20% o con­su­mo de ener­gia no sis­te­ma de con­ge­la­dos, o que re­pre­sen­ta uma re­du­ção de cer­ca de 5% no sis­te­ma de re­fri­ge­ra­ção to­tal.

No se­tor de re­fri­ge­ra­dos, a re­de uti­li­za o gás Gli­co­ol, que re­duz em até 90% os ga­ses po­lu­en­tes, so­lu­ção im­plan­ta­da com su­ces­so nas úl­ti­mas uni­da­des inau­gu­ra­das pe­lo Con­dor. Ou­tra ino­va­ção é o apro­vei­ta­men­to da luz na­tu­ral por meio dos Domus Pris­má­ti­cos ins­ta­la­dos na co­ber­tu­ra, que fil­tram os rai­os ul­tra­vi­o­le­tas em até 98%, eco­no­mi­zan­do ener­gia e tor­nan­do o am­bi­en­te mais agra­dá­vel. Já pa­ra a ilu­mi­na­ção ar­ti­fi­ci­al, foi ins­ta­la­do o re­a­tor di­me­ri­zá­vel, um sen­sor de ilu­mi­na­ção aci­o­na­do ao acen­der as luzes pe­la ma­nhã, que ajus­ta a in­ten­si­da­de lu­mi­no­sa au­to­ma­ti­ca­men­te con­for­me a in­ci­dên­cia de luz na­tu­ral. de se­gun­da-fei­ra a sá­ba­do, das 8h às 23h.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.