Em Ma­rin­gá, 86 mil têm que de­cla­rar Im­pos­to de Ren­da

O Diario do Norte do Parana - - ZOOM ZOOM - Car­la Gu­e­des car­la@odi­a­rio.com

Na re­gião, com 126 mu­ni­cí­pi­os, são es­pe­ra­das 240 mil de­cla­ra­ções – 2% a mais que em 2014 Pra­zo vai até 30 de abril. Apli­ca­ti­vos pa­ra pres­tar con­tas já es­tão dis­po­ní­veis pa­ra down­lo­ad

A Re­cei­ta Fe­de­ral co­me­çou a re­ce­ber as de­cla­ra­ções de Im­pos­to de Ren­da da Pes­soa Fí­si­ca re­fe­ren­tes aos ren­di­men­tos de 2014. A pre­vi­são é que 86 mil pes­so­as em Ma­rin­gá en­tre­guem o do­cu­men­to. Na re­gião – 126 mu­ni­cí­pi­os do no­ro­es­te –, são es­pe­ra­das 240 mil de­cla­ra­ções, o que cor­res­pon­de a 2% a mais do que no ano pas­sa­do. O pra­zo é até 30 de abril.

O pre­en­chi­men­to e a en­tre­ga dos do­cu­men­tos vi­e­ram com uma sé­rie de no­vi­da­des es­te ano. O con­tri­buin­te po­de pre­en­cher a de­cla­ra­ção di­re­to no si­te da Re­cei­ta Fe­de­ral, re­ce­ber aler­tas se caiu na ma­lha fi­na e fa­zer um ras­cu­nho do for­mu­lá­rio.

Os con­tri­buin­tes po­dem en­tre­gar a de­cla­ra­ção de três for­mas: pe­lo com­pu­ta­dor, uti­li­zan­do dois pro­gra­mas, um pa­ra pre­en­chi­men­to e ou­tro pa­ra trans­mis­são do for­mu­lá­rio; por ta­blet ou smartpho­ne, fa­zen­do o down­lo­ad gra­tui­to do apli­ca­ti­vo m-IRPF; e di­re­to no si­te da Re­cei­ta, no Por­tal e-CAC. Es­sa úl­ti­ma op­ção é li­mi­ta­da a quem tem cer­ti­fi­ca­do di­gi­tal.

A par­tir des­te ano, a Re­cei­ta pas­sa a exi­gir o CPF dos de­pen­den­tes de 16 anos ou mais. Até en­tão, o do­cu­men­to era exi­gi­do a par­tir dos 18 anos. Mar­cos Lu­chi­an­cen­kol, ana­lis­ta tri­bu­tá­rio da Re­cei­ta Fe­de­ral em Ma­rin­gá, diz que a me­di­da vai me­lho­rar o con­tro­le das de­cla­ra­ções. “Fo­ram ob­ser­va­dos mui­tos ca­sos de con­tri­buin­tes que de­cla­ra­vam os fi­lhos de 16 anos ou mais­que­já­ti­nham­ren­di­men­tos. An­tes, co­mo não era obri­ga­tó­rio in­for­mar o CPF, a Re­cei­ta acei­ta­va a de­du­ção no im­pos­to do ti­tu­lar, mas o ren­di­men­to do de­pen­den­te­fi­ca­va­fo­ra.”

A en­tre­ga das de­cla­ra­ções cos­tu­ma ter dois mo­men­tos de pi­co: nes­ta pri­mei­ra e na úl­ti­ma se­ma­na. Con­tri­buin­tes com res­ti­tui­ção ten­dem a trans­mi­tir o do­cu­men­to lo­go nos pri­mei­ros di­as de aber­tu­ra do pra­zo. Nas se­ma­nas se­guin­tes, o vo­lu­me de trans­mis­sões cai e vol­ta a au­men­tar pró­xi­mo ao fim do pra­zo. “Me­ta­de das de­cla­ra­ções é en­tre­gue na úl­ti­ma se­ma­na.”

As res­ti­tui­ções são pa­gas ge­ral­men­te em se­te lo­tes men­sais, en­tre ju­nho e de­zem­bro, e cor­ri­gi­das pe­la Se­lic (ta­xa bá­si­ca da eco­no­mia). Ido­sos (60 anos ou mais), por­ta­do­res de do­en­ça gra­ve e de­fi­ci­en­tes fí­si­cos ou men­tais têm pri­o­ri­da­de e re­ce­bem as res­ti­tui­ções, ca­so te­nham di­rei­to, já no pri­mei­ro lo­te. Pa­ra os de­mais con­tri­buin­tes, os pa­ga­men­tos são li­be­ra­dos con­for­me a da­ta de en­tre­ga das de­cla­ra­ções; as­sim, quem trans­mi­ti­ran­tes,re­ce­be­pri­mei­ro.

Es­cri­tó­ri­os

Con­ta­do­ra, Fa­bi­a­na Nu­nes, pe­de que os con­tri­buin­tes obri­ga­dos a en­tre­gar o for­mu­lá­rio pro­cu­rem os es­cri­tó­ri­os de con­ta­bi­li­da­de o quan­to an­tes, de pre­fe­rên­cia ain­da nes­te mês. “A pes­soa con­se­gue ter aten­ção mai­or por­que a gen­te tem mais tem­po pa­ra aten­der e tu­do o que pre­ci­sar es­ta­rá mais fá­cil ago­ra”, diz. “Em abril, às ve­zes, a pes­soa fi­ca du­as ou três ho­ras es­pe­ran­do aten­di­men­to, não con­se­gue al­gum do­cu­men­to­e­tem­que­en­tre­ga­ra­de­cla­ra­ção in­com­ple­ta pa­ra re­ti­fi­car­de­pois.”

Quem es­ti­ver obri­ga­do a en­tre­gar o im­pos­to de ren­da, mas não o fi­zer es­ta­rá su­jei­to a mul­ta que va­ria de R$ 165,74 a 20% do im­pos­to de­vi­do.

A Re­cei­ta Fe­de­ral em Ma­rin­gá te­rá um Plan­tão Fis­cal pa­ra ti­rar dú­vi­das dos con­tri­buin­tes. O aten­di­men­to é fei­to no pe­río­do da­tar­de,apar­tir­das13h30.Aúl­ti­ma­se­nhaé­dis­tri­buí­daàs16h30.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.