Ex­pec­ta­ti­va por me­lho­ri­as

O Diario do Norte do Parana - - ZOOM ZOOM - Mu­ri­lo Gat­ti mgat­ti@odi­a­rio.com

A pos­si­bi­li­da­de de reins­ta­la­ção de ra­da­res fi­xos de ve­lo­ci­da­de, equi­pa­men­tos de fis­ca­li­za­ção do avan­ço do si­nal ver­me­lho e da res­tri­ção do trân­si­to de ca­mi­nhões em par­te do dia são ações con­si­de­ra­das co­mo po­si­ti­vas por co­mer­ci­an­tes, pe­des­tres e mo­to­ris­tas ou­vi­dos pe­la re­por­ta­gem na tar­de de on­tem, naA­ve­ni­daCo­lom­bo.

“Quan­do exis­ti­am os ra­da­res fi­xos da pre­fei­tu­ra era mais or­ga­ni­za­do. Os equi­pa­men­tos fun­ci­o­na­vam­co­mo­re­du­to­res­de ve­lo­ci­da­de. Ho­je, a gen­te per­ce­be que tem mui­to abu­so. O pes­so­al ace­le­ra mui­to. Às ve­zes, até acon­te­cem ra­chas por aqui”, con­si­de­rou o co­mer­ci­an­te Nil- ton Ka­to. Ele tra­ba­lha no tre­cho ur­ba­no da BR-376 desde 1968. “A pis­ta ain­da era sim­ples”, lem­bra.

O pe­des­tre e es­tu­dan­te de Ar­qui­te­tu­ra André Luiz Pag­nus­sat tam­bém ava­lia que é ne­ces­sá­rio tra­ba­lho pa­ra re­du­zir a ve­lo­ci­da­de na via, mas con­si­de­ra que o prin­ci­pal é re­du­zir o flu­xo de veí­cu­los pe­sa­dos. “Os ca­mi­nhões têm que pas­sar pe­lo Con­tor­no Norte e não por aqui. A Co­lom­bo pre­ci­sa ser mais ave­ni­da e me­nos­ro­do­via”,diz.

Pag­nus­sat acre­di­ta que a Pre­fei­tu­ra de Ma­rin­gá pre­ci­sa pen­sar em ou­tras mu­dan­ças, o que in­clui a im­plan­ta­ção do tem­po de se­má­fo­ro pa­ra os pe­des­tres e uma ci­clo­via. “A Co­lom­bo tem um can­tei­ro cen­tral lar­go. Acre­di­to que se­ria in­te­res­san­te fa­zer uma ci­clo­via se­me­lhan­te a que foi cons­truí­da na Ave­ni­da Bra­sil. Per­mi­ti­ria uma in­te­gra­ção in­te­res­san­te com as ci­clo­vi­as das ave­ni­das Man­da­ca­ru e Pe­dro Ta­ques.”

Cai­xa de uma lo­ja de con­ve­ni­ên­cia, Alek­san­dro dos San­tos, diz que a res­tri­ção pa­ra os ca­mi­nhões é a me­lhor mu­dan­ça pa­ra o co­mér­cio. “Vai ser bom pa­ra me­lho­rar o trá­fe­go. Se fi­car mais com ca­ra de ave­ni­da, me­lhor. Con­tro­lar a ve­lo­ci­da­de tam­bém é in­te­res­san­te. Mo­ro em Sa­ran­di e, quan­do vou e vol­to, per­ce­bo que­o­po­vo­a­bu­sa­mui­to.”

“Mo­ro per­to da­qui e es­cu­to am­bu­lân­ci­as o tem­po to­do. Tem mui­ta gen­te im­pru­den­te. Se vol­ta­rem a ins­ta­lar os par­dais, a ve­lo­ci­da­de re­duz. Acho que to­dos vão pre­ci­sar ter mais cui­da­do e, pa­ra o pe­des­tre, fi­ca­rá me­lhor.”, ava­lia a es­tu­dan­te uni­ver­si­tá­ria, Jhe­ni­fer Su­el­len Mo­rais.

—FO­TO: RI­CAR­DO LO­PES

TRÁ­FE­GO IN­TEN­SO. Mo­vi­men­to na Ave­ni­da Co­lom­bo, tre­cho ur­ba­no da BR-376, on­tem à tar­de.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.