‘Zum’ foi can­tar no céu

O Diario do Norte do Parana - - CULTURA - Da Re­da­ção, com Agên­ci­as

Can­tor e com­po­si­tor Jo­sé Ri­co mor­re aos 68 anos, em Ame­ri­ca­na Na­tu­ral de Per­nam­bu­co, ele foi cri­a­do em Ter­ra Ri­ca, no Pa­ra­ná

Uma das vo­zes mais mar­can­tes da mú­si­ca ser­ta­ne­ja ca­lou-se. Mor­reu, on­tem, aos 68 anos, o can­tor e com­po­si­tor Jo­sé Al­ves dos San­tos, o Jo­sé Ri­co, que fa­zia du­pla com Mi­li­o­ná­rio. Por vol­ta das 14h18, em Ame­ri­ca­na (SP), ele so­freu uma pa­ra­da car­día­ca, em con­sequên­cia de um en­far­te do­mi­o­cár­dio.

Em no­ta ofi­ci­al, a As­ses­so­ria de Im­pren­sa da du­pla co­mu­ni­cou a mor­te do ar­tis­ta: “uma das mai­o­res vo­zes do País”. “Va­mos re­zar por es­te ho­mem que tan­ta alegria nos deu. É im­pos­sí­vel des­cre­ver nos­sa tris­te­za. Es­ta­mos to­dos em es­ta­do de cho­que”, des­ta­ca. “Mas o tem­po cer­cou mi­nha es­tra­da e o can­sa­ço me do­mi­nou. Mi­nhas vis­tas se es­cu­re­ce­ram e o fi­nal des­ta vi­da che­gou”, res­sal­ta o tex­to, em re­fe­rên­cia a uma das le­tras da du­pla.

Se­gun­do o Di­ci­o­ná­rio Cra­vo Al­bin da Mú­si­ca Po­pu­lar Bra­si­lei­ra, Jo­sé Ri­co nas­ceu em São Jo­sé do Bel­mon­te, em Per­nam­bu­co, no dia 20 de ju­nho de 1946. Ele foi cri­a­do na ci­da­de de Ter­ra Ri­ca, Pa­ra­ná. O no­me ar­tís­ti­co faz re­fe­rên­cia à ci­da­de pa­ra­na­en­se.

A du­pla com Ro­meu Ja­nuá­rio de Ma­tos, o Mi­li­o­ná­rio, co­me­çou em 1968, após en­con­tro ca­su­al em um hotel de São Pau­lo. Em 1982, a du­pla al­can­çou gran­de su­ces­so com “Tri­bu­nal do Amor”.

Os su­ces­sos in­clu­em mú­si­cas co­mo “Jo­go de Amor”, “De lon­ge tam­bém se ama”, “O tro­pei­ro”, “Amor di­vi­di­do” e “Es­tra­da da Vi­da”, que ven­deu mais de dois mi­lhões de có­pi­as e deu ori­gem ao ro­tei­ro do fil­me homô­ni­mo, di­ri­gi­do pe­lo ci­ne­as­ta Nél­son Pereira dos San­tos e es­tre­la­do pe­la du­pla.

No fim da dé­ca­da de no­ven­ta do sé­cu­lo pas­sa­do, Mi­li­o­ná­rio e Jo­sé Ri­co já ha­vi­am ven­di­do mais de 31 mi­lhões de dis­cos, com des­ta­que pa­ra as can­ções “A Car­ta”, “Von­ta­de Di­vi­na”, “Dê Amor Pra Quem te Ama” e “Vi­ver a Vi­da”.

A mor­te de uma das “le­gen­das da mú­si­ca ser­ta­ne­ja” re­per­cu­tiu no ce­ná­rio ar­tís­ti­co na­ci­o­nal. Hou­ve vá­ri­as ma­ni­fes­ta­ções de­pe­sa­re­de­a­deu­sao“Zum”.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.