Dó­lar fe­cha a R$ 3,00 mai­or va­lor desde 2004

O Diario do Norte do Parana - - ECONOMIA GERAL - Agên­cia Es­ta­do re­da­cao@odi­a­rio.com

A cri­se ins­ta­la­da en­tre o Pa­lá­cio do Pla­nal­to e o Con­gres­so Nai­co­nal se­gue con­ta­mi­nan­do o hu­mor dos mer­ca­dos do­més­ti­cos e le­vou o dó­lar à vis­ta a ul­tra­pas­sar os R$ 3,00, na ses­são de on­tem, em meio ao ris­co de que a dis­pu­ta po­lí­ti­ca ame­a­ce a im­ple­men­ta­ção das me­di­das de ajus­tes fis­cal pro­pos­tas pe­lo go­ver­no. No ex­te­ri­or, o for­te viés de al­ta pa­ra a mo­e­da ame­ri­ca­na tam­bém con­tri­buiu pa­ra a tra­je­tó­ria de va­lo­ri­za­ção da di­vi­sa por aqui. Além dis­so, se­gun­do pro­fis­si­o­nais ou­vi­dos pe­la Agên­cia Es­ta­do, a atu­a­ção de es­pe­cu­la­do­res in­flu­en­ci­ou o mo­vi­men­to da mo­e­da norte-ame­ri­ca­na, em uma ten­ta­ti­va de tes­tar a dis­po­si­ção do Ban­co Cen­tral de in­ter­vir no mer­ca­do via lei­lões, com o ob­je­ti­vo de con­ter a dis­pa­ra­da.

O dó­lar, ne­go­ci­a­do à vis­ta no bal­cão, terminou o dia em al­ta de 1,01%, co­ta­do a R$ 3,009, o mai­or va­lor desde 13 de agos­to de 2004, quan­do a co­ta­ção foi de R$ 3,021. Nos qua­tro di­as úteis des­te mês, a mo­e­da já acu­mu­la va­lo­ri­za­ção de 5,36% e, em 2015, so­be 13,33%. No mer­ca­do fu­tu­ro, às 16h37, o dó­lar pa­ra abril ti­nha va­lo­ri­za­ção de 1,05%, a R$ 3,033.

No mês pas­sa­do, de­pó­si­tos so­ma­ram R$ 135,9 bi con­tra R$ 142,2 bi em re­ti­ra­da, o mai­or vo­lu­me em vin­te anos.

Com me­nos so­bras por mês e o atu­al ci­clo de al­ta dos ju­ros bá­si­cos e do dó­lar tor­nan­do ou­tros in­ves­ti­men­tos mais atra­ti­vos, a ca­der­ne­ta de pou­pan­ça te­ve o pi­or de­sem­pe­nho men­sal da his­tó­ria em fe­ve­rei­ro. Mais do que is­so, os res­ga­tes R$ 6,264 bi­lhões mai­o­res do que os de­pó­si­tos no mês pas­sa­do so­mam qua­se a ci­fra ne­ga­ti­va de um ano to­do. Em 1999, por exem­plo, o vo­lu­me de re­ti­ra­das lí­qui­das no acu­mu­la­do do ano foi de R$ 8,769 bi­lhões. Em 2000, o re­sul­ta­do fi­cou ne­ga­ti­vo emR$7,541bi­lhões.

De acor­do com da­dos do Ban­co Cen­tral di­vul­ga­dos on­tem o sal­do de fe­ve­rei­ro es­ta­va bem pi­or. Até o dia 26, os sa­ques so­ma­vam R$ 10,5 bi­lhões. O va­lor re­gis­tra­do até o penúltimo dia útil do mês era mai­or, in­clu­si­ve, do que o ano in­tei­ro de 2003, quan­do os res­ga­tes lí­qui­dos da pou­pan­ça so­ma­ram R$ 10,425 bi­lhões. Foi o mai­or vo­lu­me de re­ti­ra­das em um ano dos úl­ti­mos vin­te anos.

Só no úl­ti­mo dia de fe­ve­rei­ro en­tra­ram apli­ca­ções no va­lor de R$ 4,229 bi­lhões. O mo­vi­men­to de con­cen­tra­ção no fe­cha­men­to dos­me­se­sé­co­mum­por­cau­sa­de

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.