Pou­pan­ça tem sa­que re­cor­de de R$ 6,3 bi

O Diario do Norte do Parana - - ECONOMIA GERAL - Cé­lia Frou­fe Agên­cia Es­ta­do

eco­no­mi­as dos sa­lá­ri­os dos pou­pa­do­res que, mui­tas ve­zes, vão de for­ma au­to­má­ti­ca pa­ra a apli­ca­ção.

Com o re­sul­ta­do de fe­ve­rei­ro, o sal­do to­tal da pou­pan­ça fi­cou em R$ 658,191 bi­lhões, já in­cluin­do os ren­di­men­tos do pe­río­do, no va­lor de R$ 3,678 bi­lhões. O Ban­co Cen­tral co­me­çou a com­pi­lar os da­dos atu­ais em 1995. Até o da­do co­nhe­ci­do on­tem, o mai­or res­ga­te lí­qui­do men­sal da pou­pan­ça ha­via si­do em mar­ço de 2006, de R$ 3,8 bi­lhões, su­pe­ra­do pos­te­ri­or­men­te pe­lo re­sul­ta­do de ja­nei­ro. No pri­mei­ro mês de 2015, as re­ti­ra­das já fo­ram su­pe­ri­o­res às apli­ca­ções em R$ 5,529 bi­lhões. Foi a pri­mei­ra vez que is­so ocor­reu após no­ve me­ses con­se­cu­ti­vos de de­pó­si­tos su­pe­ri­o­res aos res­ga­tes.

Os de­pó­si­tos na ca­der­ne­ta em fe­ve­rei­ro so­ma­ram R$ 135,907 bi­lhões, en­quan­to as re­ti­ra­das fo­ram de R$ 142,171 bi­lhões. No pri­mei­ro bi­mes­tre do ano, a pou­pan­ça já acu­mu­la um res­ga­te lí­qui­do de R$ 11,792 bi­lhões.

A for­ma de re­mu­ne­ra­ção da apli­ca­ção mu­dou em maio de 2012. Pe­la no­va re­gra, sem­pre que a ta­xa bá­si­ca de ju­ros, a Se­lic, for igual ou me­nor que 8,5% ao ano, o ren­di­men­to pas­sa a ser 70% da Se­lic mais a Ta­xa Re­fe­ren­ci­al (TR). Atu­al­men­te, a ta­xa bá­si­ca es­tá em 12,75% ao ano. Quan­do o ju­ro so­be a par­tir de 8,75% ao ano pas­sa a va­ler a re­gra an­ti­ga de re­mu­ne­ra­ção fi­xa­de0,5%ao­mês­mai­saTR.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.