Pre­fei­tu­ra vai ofi­ci­ar en­ti­da­des pa­ra bus­car al­ter­na­ti­vas à PPP

O Diario do Norte do Parana - - MARINGÁ -

O edi­tal de re­vo­ga­ção da li­ci­ta­ção­a­ber­ta­pe­laP­re­fei­tu­ra­deMa­rin­gá pa­ra a con­tra­ta­ção de uma Par­ce­ria Pú­bli­co-Pri­va­da (PPP) pa­ra a exe­cu­ção dos ser­vi­ços de co­le­ta, tra­ta­men­to e des­ti­na­ção fi­nal do li­xo co­me­çam a ser pu­bli­ca­dos nos pró­xi­mos di­as, em to­dos os jor­nais on­de fo­ram di­vul­ga­do­so­sa­vi­sos­da­con­cor­rên­cia pú­bli­ca, afir­mou o se­cre­tá­rio co­or­de­na­dor do Pro­gra­ma Pró­ci­da­des,Le­o­pol­doFi­ews­ki.

Se­gun­do o se­cre­tá­rio, a san­ção do pro­je­to de re­vo­ga­ção foi as­si­na­do pe­lo pre­fei­to Car­los Roberto Pu­pin (PP) na ma­nhã de on­tem e a pu­bli­ca­ção vai ser fei­ta na pró­xi­ma edi­ção do Ór­gão Ofi­ci­al do Mu­ni­cí­pio. “O pre­fei­to tam­bém de­ter­mi­nou que se­jam ofi­ci­a­das as en­ti­da­des que so­li­ci­ta­ram a pror­ro­ga­ção do pra­zo pa­ra dis­cu­tir a al­ter­na­ti­va que pro­po­mos. Qu­e­re­mos sa­ber se há al­gu­ma pro­pos­ta ob­je­ti­va, com em­ba­sa­men­to téc­ni­co, am- bi­en­tal, econô­mi­co e ope­ra­ci­o­nal pa­ra re­sol­ver o pro­ble­ma.”.

Fi­ews­ki res­sal­tou que a dis­cus­são tra­va­da até ago­ra se deu ape­nas “por for­ma­lis­mo”. E, ago­ra, é ne­ces­sá­rio par­tir pa­ra um de­ba­te so­bre o mé­ri­to da ques­tão, que é tra­ba­lhar cor­re­ta­men­te o re­sí­duo. “Pre­ci­sa­mos me­lho­rar a co­le­ta e tra­tar o li­xo. A re­vo­ga­ção da lei não re­sol­ve o pro­ble­ma”, con­si­de­rou. A Pre­fei­tu­ra de Ma­rin­gá pre­ten­de con­ce­der um pra­zo de 30 di­as pa­ra re­ce­ber as ma­ni­fes­ta­ções das en­ti­da­des da so­ci­e­da­de ci­vil.

“Nes­se pe­río­do, va­mos de­ci­dir o que vai ser fei­to”, afir­mou. Se a ad­mi­nis­tra­ção mu­ni­ci­pal de­fi­nir pe­la con­tra­ta­ção da PPP, vai ser ne­ces­sá­rio o en­ca­mi­nha­men­to de um no­vo pro­je­to à Câ­ma­ra Mu­ni­ci­pal, que vai de­man­dar o vo­to fa­vo­rá­vel de dez ve­re­a­do­res, dois ter­ços do to­tal, por se tra­tar da con­ces­são de um ser­vi­ço pú­bli­co. De­pois, é bem pro­vá­vel que ou­tros trâ­mi­tes for­mais, co­mo a re­a­li­za­ção de au­di­ên­cia e con­sul­ta pú­bli­ca, se­jam no­va­men­te­re­a­li­za­dos.

O pro­mo­tor Pe­dro Ivo Andrade, da Pro­mo­to­ria de Pro­te­ção ao Pa­trimô­nio Pú­bli­co, dis­se que vai aguar­dar a pu­bli­ca­ção da san­ção do pre­fei­to e a jun­ta­da do do­cu­men­to ofi­ci­al ao pro­ces­so aber­to pa­ra con­si­de­rar que a ação cau­te­lar im­pe­tra­da an­te­on­tem per­deu o efei­to. “Pre­ci­sa­mos ter a con­fir­ma­ção nos au­tos. Se es­sa me­di­da for ado­ta­da, a ação cau­te­lar per­de o ob­je­to, mas va­mos man­ter o inqué­ri­to ci­vil aber­to pa­ra a acom­pa­nhar a ques­tão”, dis­se. Em re- la­ção a al­ter­na­ti­va, Andrade en­ten­de que as en­ti­da­des li­ga­das à área am­bi­en­tal é que de­vem se ma­ni­fes­tar­so­bre­o­as­sun­to.

Os en­ve­lo­pes com as pro­pos­tas das em­pre­sas in­te­res­sa­das na con­cor­rên­cia se­ri­am aber­tos no­di­a17­de­mar­ço.Aad­mi­nis­tra­ção mu­ni­ci­pal afir­mou que a de­ci­são de can­ce­lar o pro­ces­so de con­tra­ta­ção foi a me­lhor al­ter­na­ti­va en­con­tra­da pa­ra evi­tar uma re­du­ção no nú­me­ro de par­ti­ci­pan­tes,em­ra­zão­da­dis­cus­são­ju­di­ci­al ini­ci­a­da so­bre a PPP.

O as­sun­to é al­vo de de­ba­tes desde ju­lho de 2014, quan­do os ve­re­a­do­res vo­ta­ram, em re­gi­me de ur­gên­cia, o pe­di­do de au­to­ri­za­ção pa­ra a PPP. Em de­zem­bro, após o Tri­bu­nal de Con­tas do Es­ta­do (TCE-PR) emi­tir pa­re­cer pe­la sus­pen­são da con­cor­rên­cia – de­ci­são re­vis­ta pe­lo TCE-PR – e de so­li­ci­ta­ções de vá­ri­as en­ti­da­des ci­vis, a Pro­mo­to­ria de Pro­te­ção ao Pa­trimô­nio Pú­bli­co so­li­ci­tou aos ve­re­a­do­res a re­vo­ga­ção dalei,oque­o­cor­reu­no­di­a4­de­fe­ve­rei­ro. Fo­ram oi­to vo­tos fa­vo­rá­veis a re­vo­ga­ção e seis con­tra.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.