A ar­te de ui­var pa­ra a lua

O Diario do Norte do Parana - - MARINGÁ - /// Ale­xan­dre Gai­o­to—

Ui­var à lua não é pa­ra qual­quer um: re­quer téc­ni­cas apu­ra­das, ho­ras de es­tu­do e prá­ti­ca, além de pre­pa­ro fí­si­co. Te­no­res ta­rim­ba­dos, es­pe­ci­a­lis­tas em Mo­zart e Puc­ci­ni, já fa­lha­ram ver­go­nho­sa­men­te em seus ui­vos lu­na­res. Es­se pes­so­al eru­di­to nun­ca en­ten­deu que ui­var pa­ra a lua não tem na­da a ver com o ple­no do­mí­nio das téc­ni­cas vo­cais. Pa­ra ui­var à lua, an­tes de sair ber­ran­do tres­lou­ca­da­men­te pe­la noi­te ma­rin­ga­en­se, vo­cê pre­ci­sa de se­te coi­sas: 1) uma boa gar­ra­fa de vi­nho; 2) um co­ra­ção em tran­se; 3) uma al­ma afli­ta; 4) uma mo­ça gen­til ou um ca­ra gen­te boa ao seu la­do; 5) uma rua com en­gar­ra­fa­men­to de si­lên­ci­os; 6) ou­tra gar­ra­fa de vi­nho; 7) uma voz só­li­da pa­ra a pro­to­fo­nia lu­nar.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.