Cos­ta apa­re­ce em lis­ta do HSBC na Suí­ça

O Diario do Norte do Parana - - ECONOMIA GERAL - Ja­mil Cha­de e An­dre­za Ma­tais

O ex-di­re­tor de Abas­te­ci­men­to da Petrobras, Pau­lo Roberto Cos­ta, um dos prin­ci­pais de­la­to­res da Ope­ra­ção La­va ja­to, es­tá na lis­ta do HSBC en­tre­gue por um ex-fun­ci­o­ná­rio do ban­co pa­ra au­to­ri­da­des e jor­nais de to­do o mundo que re­sul­tou no es­cân­da­lo Swis­s­le­aks. En­tre as mais de 100 mil re­fe­rên­ci­as a per­so­na­li­da­des do mundo, uma das fi­chas tra­ta do brasileiro que es­tá no cen­tro do es­cân­da­lo en­vol­ven­do a es­ta­tal bra­si­lei­ra.

Nos pró­xi­mos di­as, uma for­ça-ta­re­fa da Po­lí­cia Fe­de­ral e do Mi­nis­té­rio Pú­bli­co Fe­de­ral irá a Pa­ris bus­car ofi­ci­al­men­te os da­dos re­fe­ren­tes a es­sa re­la­ção ban­cá­ria en­tre o HSBC e Cos­ta com um juiz da ca­pi­tal fran­ce­sa. A par­tir da in­ves­ti­ga­ção se­rá pos­sí­vel sa­ber se o ex­di­re­tor te­ve um re­la­ci­o­na­men­to ban­cá­rio com o HSBC não in­for­ma­da na de­la­ção pre­mi­a­da ou se é a mes­ma de­la­ta­da por ele aos in­ves­ti­ga­do­res da La­va Ja­to. Pro­cu­ra­da, a Po­lí­cia Fe­de­ral dis­se que aguar­da ins­tru­ções do Mi­nis­té­rio Pú­bli­co pa­ra agir.

Fran­ça

A de­ci­são de pe­dir os da­dos pa­ra a Fran­ça e não pa­ra a Suí­ça de­cor­re do fa­to de que, em Pa­ris, o ex-fun­ci­o­ná­rio do HSBC que en­tre­gou os da­dos, Her­vé Fal­ci­a­ni, não é ti­do co­mo um cri­mi­no­so, en­quan­to pa­ra os suí­ços ele rou­bou da­dos pro­te­gi­dos do ban­co. Aos suí­ços, o Mi­nis­té­rio Pú­bli­co vai pe­dir que con­si­de­re que o País tem o di­rei­to de usar as pro- vas re­ce­bi­das da Fran­ça por­que a re­ti­ra­da da lis­ta do HSBC não se tra­tou de um ato pro­vo­ca­do pe­lo Bra­sil.

In­ter­na­men­te, a re­ve­la­ção não sur­pre­en­deu os pro­cu­ra­do­res. Mas a de­ci­são do MP foi a de ins­truir a Po­lí­cia Fe­de­ral e à Re­cei­ta Fe­de­ral a não usar por en­quan­to a do­cu­men­ta­ção pa­ra “evi­tar vi­ci­ar” as pro­vas e “in­va­li­dar”ain­for­ma­ção.

No acor­do de de­la­ção pre­mi­a­da, Cos­ta in­di­cou que, no dia 13 de se­tem­bro de 2012, ele ti­nha “na con­ta 1501054, em no­me da em­pre­sa Qui­nus Ser­vi­ces S.A, no HSBC Bank, o mon­tan­te de US$ 9.584.302,89”. A em­pre­sa offsho­re, se­gun­do ele, foi aber­ta pe­lo do­lei­ro Bernardo Frei­burghaus e, de­pois de 2012, o va­lor foi re­par­ti­do a ou­tros qua­tro ban­cos.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.