No­vo C63 S é ‘ce­re­ja de bo­lo’

O Diario do Norte do Parana - - CLASSIDIÁRIO - Tião Oli­vei­ra Agên­cia Es­ta­do

PORTIMÃO, POR­TU­GAL - A ce­re­ja do bo­lo. As­sim é a ver­são S, de to­po, do Mer­ce­desAMG C63, que es­treia nes­te mês na Eu­ro­pa e em ju­lho no Bra­sil com mo­tor V8 bi­tur­bo a ga­so­li­na de 510 cv, câm­bio au­to­ma­ti­za­do de se­te mar­chas e pre­ço aci­ma dos R$ 600 mil. No fim do ano che­ga a op­ção mais sim­ples, que se di­fe­ren­cia por de­ta­lhes, co­mo o de­se­nho das ro­das, o aca­ba­men­to in­ter­no e a au­sên­cia da le­tra “S” no no­me, o que sig­ni­fi­ca que seu “vê-oi­tão” tem “ape­nas” 476 cv.

As con­fi­gu­ra­ções es­por­ti­vas vão se jun­tar às ir­mãs com­por­ta­das do se­dã alemão, cu­ja no­va ge­ra­ção es­tre­ou no País no fim do ano pas­sa­do. Pa­ra es­sas, que tam­bém fa­zem par­te da li­nha 2015, há os qua­tro ci­lin­dros 1.6 e 2.0 com po­tên­ci­as en­tre 156 e 211 cv.

Re­ve­la­do du­ran­te o Sa­lão de Pa­ris, em ou­tu­bro de 2014, o C 63 S traz o mes­mo trem de for­ça do AMG GT, mo­de­lo de to­po da ga­ma de es­por­ti­vos do gru­po. Na prá­ti­ca, o três vo­lu­mes, que pe­sa 1.655 qui­los, po­de ace­le­rar de 0 a 100 km/h em 4 se­gun­dos - a ve­lo­ci­da­de má­xi­ma é li­mi­ta­da a 250 km/h, mas um pa­co­te op­ci­o­nal per­mi­te li­be­rar to­da a fe­ro­ci­da­de do se­dã e le­vá-lo a 290 km/h.

De acor­do com in­for­ma­ções da Mer­ce­des, o no­vo mo­tor é até 32% mais econô­mi­co que o an­te­ri­or. Um dos se­gre­dos do bom re­sul­ta­do é que os dois tur­bos são mon­ta­dos na par­te in­ter­na da ban­ca­da de ci­lin­dros, o que con­tri­bui pa­ra su­as di­men­sões com­pac­tas e me­lhor apro­vei­ta­men­to ener- gé­ti­co. Com is­so, o V8 já es­tá em con­for­mi­da­de com o li­mi­te de ní­veis de emis­sões do Eu­ro 6. A no­va fa­se do pro­gra­ma de con­tro­le de po­lui­ção por au­to­mó­veis na Eu­ro­pa só en­tra­rá em vi­gor no ano que vem.

O ron­co e as res­pos­tas de mo­tor, câm­bio, amor­te­ce­do­res, con­tro­le de es­ta­bi­li­da­de e di­re­ção va­ri­am con­for­me o mo­do de di­re­ção es­co­lhi­do: Com­fort, Sport, Sport+ e Ra­ce. Há ain­da uma op­ção per­so­na­li­zá­vel. Nos mo­dos es­por­ti­vos, o escape pro­duz, nas re­du­ções, es­tam­pi­dos tí­pi­cos dos car­rões dos anos 70 com car­bu­ra­dor.

O câm­bio ga­ran­te tro­cas rá­pi­das e sem tran­cos. Há has­tes pa­ra mu­dan­ças ma­nu­ais atrás do vo­lan­te com re­gu­la­gens elé­tri­cas, de ba­se re­ta e re­ves­ti­do de cou­ro com cos­tu­ras ver­me­lhas, as­sim co­mo os ban­cos. Es­sa cai­xa ge­ren­cia bem os 71 mkgf.

A 120 km/h, dá pa­ra re­du­zir da sé­ti­ma pa­ra a se­gun­da mar­cha man­ten­do a mes­ma ve­lo­ci­da­de e sem tran­cos. O ajus­te da di­re­ção, por sua vez, po­de­ria ser mais fir­me. (Vi­a­gem fei­ta a con­vi­te da Mer­ce­des-Benz)

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.