Te­sou­rei­ro do PT é de­nun­ci­a­do por la­va­gem de di­nhei­ro e cor­rup­ção

O Diario do Norte do Parana - - GGEERRAALL - Da Re­da­ção, com Agên­ci­as

João Vac­ca­ri, que ne­ga as ir­re­gu­la­ri­da­des, é apon­ta­do co­mo ope­ra­dor de pro­pi­nas na Petrobras Ele é um dos 27 in­ves­ti­ga­dos que vão res­pon­der inqué­ri­to na 10ª fa­se da ope­ra­ção, de­fla­gra­da on­tem

O Mi­nis­té­rio Pú­bli­co Fe­de­ral (MP) de­nun­ci­ou, on­tem, à Jus­ti­ça Fe­de­ral, em Curitiba, 27 in­ves­ti­ga­dos na Ope­ra­ção La­va Ja­to. En­tre eles es­tão o te­sou­rei­ro do Par­ti­do dos Tra­ba­lha­do­res (PT), João Vac­ca­ri Neto; o ex-di­re­tor de Ser­vi­ços da Petrobras, Re­na­to Du­que; e o ex-ge­ren­te da es­ta­tal, Pe­dro Ba­rus­co, além de ou­tros in­ves­ti­ga­dos na dé­ci­ma fa­se dao­pe­ra­ção,de­fla­gra­da­on­tem.

En­tre os de­nun­ci­a­dos tam­bém es­tão o do­lei­ro Al­ber­to Yous­sef e o ex-di­re­tor de Abas­te­ci­men­to da Petrobras, Pau­lo Roberto Cos­ta, e exe­cu­ti­vos de em- prei­tei­ras, já in­ves­ti­ga­dos em ou­tras fa­ses da Ope­ra­ção La­va Ja­to. To­dos são acu­sa­dos dos cri­mes de la­va­gem de di­nhei­ro e cor­rup­ção. As acu­sa­ções se­rão jul­ga­das pe­lo juiz fe­de­ral Sér­gio Mo­ro, da 13ª Va­ra Fe­de­ral, em Curitiba.

É a pri­mei­ra de­nún­cia con­tra Vac­ca­ri e Du­que re­fe­ren­te à La­va Ja­to.

Na de­nún­cia, os pro­cu­ra­do­res apon­tam­no­vos­des­vi­os­de­re­cur­sos em contratos com a Petrobras. Des­ta vez, as obras in­ves­ti­ga­das fo­ram a Re­fi­na­ria Ge­tú­lio Var­gas, em Arau­cá­ria, no Pa­ra­ná, e a Re­fi­na­ria de Pau­lí­nia, em SãoPaulo.

Se­gun­do os pro­cu­ra­do­res, João Vac­ca­ri Neto par­ti­ci­pou de reu­niões com Re­na­to Du­que, que vol­tou a ser pre­so on­tem, nas quais eram acer­ta­dos os va­lo­res que se­ri­am trans­fe­ri­dos ao PT por meio de do­a­ções le­gais. Se­gun­do o MP, fo­ram fei­tas 24 do­a­ções no va­lor de R$ 4,26 mi­lhões.

Desde o sur­gi­men­to das de­nún­ci­as en­vol­ven­do Vac­ca­ri, o PT afir­ma que só re­ce­be do­a­ções de­cam­pa­nha­com­va­lo­re­so­riun­dos­de­o­ri­gem­le­gal.

Ba­lan­ço

Ba­lan­ço de um ano da Ope­ra­ção La­va Ja­to, fei­to, on­tem, em Curitiba, pe­lo pro­cu­ra­dor da Re­pú­bli­ca, Dal­tan Dal­lag­nol, apon­ta que já hou­ve 71 man­da­dos de pri­são, 215, de bus­ca e apre­en­são, mais de 80 inqué­ri­tos po­li­ci­ais e 320 pro­ce­di­men­tos, 36 pe­di­dos de cooperação ju­rí­di­ca in­ter­na­ci­o­nal e o re­pa­tri­a­men­to de R$ 182 mi­lhões.

Na ava­li­a­ção de Dal­lag­nol, que in­te­gra a for­ça-ta­re­fa da ope­ra­ção, o tra­ba­lhou en­vol­veu um “es­for­ço ex­tra­or­di­ná­rio” da Pro­cu­ra­do­ria-Ge­ral da Re­pú­bli­ca (PGR), o apoio da opi­nião pú­bli­ca e a cooperação ju­rí­di­ca de ou­tros paí­ses. “Tra­ba­lho mui­tas ve­zes é ab­ne­ga­do, de ser­vi­do­res, es­ta­giá­ri­os e as­ses­so­res que es­tão en­vol­vi­dos nes­sa cau­sa de dia e de noi­te”, des­ta­cou.

O pro­cu­ra­dor da Re­pú­bli­ca aler­tou que o Mi­nis­té­rio Pú­bli­co Fe­de­ral (MPF) ja­mais fa­rá acu­sa­ções so­men­te com ba­se no que fa­lou um co­la­bo­ra­dor. “De­ve fa­zer pro­vas ma­te­ri­ais”, apon­tou. De acor­do com Dal­lag­nol, há al­guns paí­ses que co­la­bo­ram de um mo­do mais in­ten­so e ou­tros de uma for­ma mais de­va­gar. “Ou­tros não co­la­bo­ram. É mui­to mais di­fí­cil con­se­guir co­la­bo­ra­ção de um pa­raí­so fis­cal do que dos Es­ta­dos Unidos”, ana­li­sou.

O Dia da Imi­gra­ção Ára­be no Bra­sil se­rá co­me­mo­ra­do em Ma­rin­gá no pró­xi­mo do­min­go com uma pe­ça te­a­tral que re­pre­sen­ta­rá to­da a ce­rimô­nia de um ca­sa­men­to ára­be.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.