Se­lo Obra Le­gal Sin­duscon Nor ates­ta con­for­mi­da­de ju­rí­di­ca

O Diario do Norte do Parana - - CLASSIDIÁRIO - Ju­li­a­na Fon­ta­nel­la ju­fon­ta­nel­la@odi­a­rio.com

“O ob­je­ti­vo do Se­lo Obra Le­gal é ates­tar os em­pre­en­di­men­tos que cum­prem a Lei Fe­de­ral 4.591/64 so­bre in­cor­po­ra­ções imo­bi­liá­ri­as. Fun­ci­o­na co­mo uma ga­ran­tia de ido­nei­da­de ju­rí­di­ca pa­ra o in­ves­ti­dor, fa­ci­li­ta o re­gis­tro da obra, a co­mer­ci­a­li­za­ção e o fi­nan­ci­a­men­to”, afir­ma o di­re­tor da área de In­dús­tria Imo­bi­liá­ria do Sin­di­ca­to da In­dús­tria da Cons­tru­ção Ci­vil da Re­gião No­ro­es­te do Pa­ra­ná (Sin­duscon NOR-PR), Jo­sé Armando Qui­ri­no dos San­tos, mem­bro da Co­mis­são da In­dús­tria Imo­bi­liá­ria da Câ­ma­ra Bra­si­lei­ra da In­dús­tria da Cons­tru­ção (CBIC).

Se­gun­do a Lei 4.591/64, a in­cor­po­ra­ção imo­bi­liá­ria é o que per­mi­te ao cons­tru­tor ou in- cor­po­ra­dor re­a­li­zar vendas de imó­veis na fa­se de cons­tru­ção, tan­to em um em­pre­en­di­men­to re­si­den­ci­al quan­to co­mer­ci­al.

Pa­ra con­quis­tar o se­lo, a obra tem que es­tar com o re­gis­tro de in­cor­po­ra­ção (RI) de­vi­da­men­te ar­qui­va­do no car­tó­rio de re­gis­tro de imó­veis da co­mar­ca ou ci­da­de em que es­tá ou es­ta­rá sen­do cons­truí­da. O re­gu­la­men­to que vai ser apli­ca­do em Ma­rin­gá é ba­se­a­do no Se­lo Ju­ri­di­ca­men­te Per­fei­to, lan­ça­do com su­ces­so em For­ta­le­za pa­ra as in­cor­po­ra­ções imo­bi­liá­ri­as. Na ca­pi­tal ce­a­ren­se pe­lo me­nos 192 obras de um to­tal de 250 já ha­vi­am con­quis­ta­do a cer­ti­fi­ca­ção em 2014. “O se­lo in­di­ca que a cons­tru­ção atra­vés da in­cor­po­ra­ção imo­bi­liá­ria es­tá ju­ri­di­ca­men­te cor­re­ta, ga­ran­tin­do que o con­su­mi­dor pos­sa re­gis­trar seu imó­vel, pois só é do­no quem re­gis­tra.”

Com a ini­ci­a­ti­va a en­ti­da­de es­pe­ra ofe­re­cer mais se­gu­ran­ça pa­ra quem quer in­ves­tir em cons­tru­ção ci­vil, mos­tran­do que os em­pre­sá­ri­os do se­tor tra­ba­lham com a trans­pa­rên­cia e a se­ri­e­da­de que o pro­du­to exi­ge. O pre­si­den­te do Sin­duscon NOR-PR, Jo­sé Ma­ria Pau­la Soares, diz que o imó­vel é um bem du­rá­vel e re­pre­sen­ta a re­a­li­za­ção do so­nho de mui­tos con­su­mi­do­res, por is­so é o ti­po de ne­go­ci­a­ção que me­re­ce mui­to cui­da­do de am­bas as par­tes.

Jo­sé Armando acres­cen­ta que, após o lan­ça­men­to ofi­ci­al, pro­gra­ma­do pa­ra ama­nhã, os in­te­res­sa­dos po­dem ade­rir à ini- ci­a­ti­va, e aque­les que es­ti­ve­rem em con­for­mi­da­de com a lei re­ce­be­rão a cer­ti­fi­ca­ção a par­tir de abril. O Se­lo Obra Le­gal tam­bém tem um efei­to po­si­ti­vo no sen­ti­do de in­cen­ti­var o cum­pri­men­to da le­gis­la­ção. Na ho­ra de es­co­lher, o cli­en­te sa­be­rá que a in­cor­po­ra­ção que não ti­ver es­sa re­fe­rên­cia ou des­cum­prir o que de­ter­mi­na a lei es­tá em des­van­ta­gem.

A ex­pec­ta­ti­va dos em­pre­sá­ri­os e da en­ti­da­de é tam­bém pro- mo­ver uma mu­dan­ça de com­por­ta­men­to no cli­en­te. O con­su­mi­dor vai ao su­per­mer­ca­do e ob­ser­va a com­po­si­ção do pro­du­to, o mes­mo se es­pe­ra da­que­le que in­ves­te no ra­mo imo­bi­liá­rio. É fun­da­men­tal que ao fe­char o ne­gó­cio do imó­vel, o con­su­mi­dor ve­ri­fi­que o re­gis­tro de in­cor­po­ra­ção imo­bi­liá­ria no car­tó­rio de re­gis­tro de imó­veis pa­ra se as­se­gu­rar que a in­cor­po­ra­ção imo­bi­liá­ria es­tá ju­ri­di­ca­men­te res­pal­da­da.

—FO­TO: DI­VUL­GA­ÇÃO

RES­PAL­DO. “Obra Le­gal” cer­ti­fi­ca­rá cons­tru­ções com re­gis­tro de in­cor­po­ra­ção imo­bi­liá­ria.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.