Levy ape­la; Re­nan aten­de

O Diario do Norte do Parana - - ZOOM ZOOM -

Após ape­lo do mi­nis­tro da Fa­zen­da, Jo­a­quim Levy, o pre­si­den­te do Se­na­do, Re­nan Ca­lhei­ros (PMDB-AL), de­ci­diu adi­ar pa­ra a se­ma­na que vem a vo­ta­ção do pro­je­to que dá um pra­zo de 30 di­as pa­ra que o go­ver­no re­gu­la­men­te a lei que al­te­ra os in­de­xa­do­res das dí­vi­das de Es­ta­dos e mu­ni­cí­pi­os com a União. Apro­va­do na Câ­ma­ra na noi­te de ter­ça-fei­ra, o pro­je­to es­ta­va na­pau­ta­de­on­tem­doSe­na­do.

O pe­e­me­de­bis­ta re­sol­veu ce­der após um gru­po de par­la­men­ta­res, que se reu­niu com Levy pe­la ma­nhã, le­var o pe­di­do do mi­nis­tro a ele. Se­gun­do o se­na­dor Wal­ter Pinheiro (PT-BA), Re­nan acei­tou votar nes­ta quar­ta so­men­te o re­que­ri­men­to de ur­gên­cia pa­ra o pro­je­to e es­pe­rar pa­ra apro­vá-lo na pró­xi­ma se­ma­na, após a vin­da de Levy à Co­mis­são de As­sun­tos Econô­mi­cos do Se­na­do pa­ra de­ta­lhar o pla­no de ajus­te fis­cal ela­bo­ra­do­pe­la­e­qui­pe­e­conô­mi­ca.

Na con­ver­sa com se­na­do­res, Levy afir­mou que o go­ver­no es­tá dis­pos­to a fa­zer uma ne­go­ci­a­ção mais am­pla pa­ra a re­gu­la­men­ta­ção do in­de­xa­dor da dí­vi­da, in­cluin­do tam­bém os pro­je­tos de re­for­ma do ICMS e de con­va­li­da­ção dos in­cen­ti­vos fis­cais con­ce­di­dos pe­los go­ver­na­do­res­no­pas­sa­do.

A es­tra­té­gia é ace­nar com a dis­po­si­ção de dis­cu­tir efe­ti­va­men­te mu­dan­ças no cha­ma­do “pac­to fe­de­ra­ti­vo”, que tra­ta do equi­lí­brio da dis­tri­bui­ção de re­cei­tas en­tre a União e os go­ver­nos re­gi­o­nais, pa­ra ga­nhar tem­po e não co­lo­car em ris­co o ajus­te fis­cal.

Se­gun­do cál­cu­los do Mi­nis­té­rio da Fa­zen­da, a mu­dan­ça no in­de­xa­dor das dí­vi­das dos Es­ta­dos e mu­ni­cí­pi­os fa­rá com que o go­ver­no fe­de­ral abra mão de R$ 163,1 bi­lhões até 2040. Pe­la ma­nhã, Re­nan ha­via di­to que iria votar o pro­je­to o “mais ra­pi­da­men­te pos­sí­vel” e si­na­li­za- do que o Con­gres­so der­ru­ba­ria um even­tu­al ve­to da pre­si­den­te Dil­ma Rous­seff, ca­so ela re­sol­ves­se bar­rar o pro­je­to.

O Se­na­do apro­vou no iní­cio da noi­te de on­tem re­que­ri­men­to de ur­gên­cia pa­ra dar ce­le­ri­da­de à vo­ta­ção do pro­je­to. Se­gun­do o pre­si­den­te do Se­na­do, ca­be a Levy apre­sen­tar uma al­ter­na­ti­va de co­mo re­cu­pe­rar os R$ 3 bi­lhões que a União vai per­der com a re­gu­la­men­ta­ção da lei que per­mi­te a Es­ta­dos e mu­ni­cí­pi­os re­ne­go­ci­a­rem as su­as dí­vi­das. A nor­ma foi apro­va­da em no­vem­bro do ano pas­sa­do, mas ain­da não pas­sou a va­ler por­que o go­ver­no te­me que is­so pre­ju­di­que o ajus­te fis­cal em cur­so. “Qual­quer so­lu­ção que im­ple­men­te a de­ci­são do Con­gres­so que já apro­vou a tro­ca do in­de­xa­dor se­rá bem re­ce­bi­da pe­la Ca­sa. O que não po­de é os Es­ta­dos con­ti­nu­a­rem pa­gan­do 18% de ju­ros ao mês”, afir­mou Ca­lhei­ros.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.