Opo­si­ção diz que re­sul­ta­do in­di­ca qua­dro de re­ces­são

O Diario do Norte do Parana - - ZOOM ZOOM -

A opo­si­ção no Con­gres­so Na­ci­o­nal ava­li­ou que o re­sul­ta­do do Pro­du­to In­ter­no Bru­to (PIB) do ano pas­sa­do de­mons­tra um qua­dro de re­ces­são e de­te­ri­o­ra­ção da eco­no­mia bra­si­lei­ra. Se­gun­do o Ins­ti­tu­to Brasileiro de Ge­o­gra­fia e Es­ta­tís­ti­ca (IBGE), o cres­ci­men­to da eco­no­mia em 2014 foi de 0,1%. “Te­mos, ho­je, um ce­ná­ri­o­ex­tre­ma­men­te­pre­o­cu­pan­te, com a eco­no­mia es­tag­na­da, ca­mi­nhan­do pa­ra uma re­ces­são, com in­fla­ção al­ta e per­sis­ten­te. O re­sul­ta­do des­sa com­bi­na­ção é de­sas­tro­so pa­ra os bra­si­lei­ros, que­já­so­frem­com­per­da­de­ren­da e de em­pre­gos, e com­pro­me­te o fu­tu­ro do País. O Bra­sil es­tá fi­can­do pa­ra trás, en­quan­to pra­ti­ca­men­te to­dos os de­mais paí­ses cres­cem mui­to mais”, re­a­giu o lí­der do PSDB na Câ­ma­ra, de­pu­ta­doCar­losSam­paio(SP).

Já o lí­der do DEM na Câ­ma­ra, Men­don­ça Fi­lho (PE), dis­se que a eco­no­mia bra­si­lei­ra es­tá “des­cen­do a ladeira”. “Em re­su­mo, os da­dos do IBGE mos­tram que o brasileiro es­tá mais po­bre”, con­cluiu. “A re­ces­são de 2014 é um cla­ro in­di­ca­ti­vo do ce­ná­rio de que­da pa­ra 2015 e 2016 e fa­rá com que a ad­mi­nis­tra­ção pe­tis­ta al­can­ce a pi­or mé­dia de cres­ci­men­to das úl­ti­mas dé­ca­das”, emen­dou o lí­der do PPS na Câ- ma­ra,Ru­bensBu­e­no(PR).

Pa­ra vol­tar a cres­cer, a opo­si­ção de­fen­de a re­du­ção da car­ga tri­bu­tá­ria e da es­tru­tu­ra do Es­ta­do. “O go­ver­no tem de re­du­zir o ta­ma­nho da má­qui­na pú­bli­ca, que es­tá apa­re­lha­da pe­lo PT; au­men­tar a pou­pan­ça e o investimento; re­du­zir a car­ga tri­bu­tá­ria pa­ra que o País vol­te a cres­cer e ge­rar em­pre­gos, com in­fla­ção bai­xa”,su­ge­riuMen­don­ça.

No Se­na­do, o lí­der do DEM Ro­nal­do Cai­a­do (GO), ava­li­ou que o re­sul­ta­do do PIB mos­tra o des­com­pas­so en­tre a eco­no­mia bra­si­lei­ra e o cres­ci­men­to do res­to do mundo. “Não dá mais pa­ra a pre­si­den­te co­lo­car a res­pon­sa­bi­li­da­de no mundo. O Bra­sil pu­xa­oPIB­do­mun­do­pa­ra­bai­xo, o go­ver­no trans­for­mou o País no freio de mão da eco­no­mia glo­bal e em 2015 já en­fren­ta­mos si­tu­a­ção pi­or”, apon­tou um dos prin­ci­pais lí­de­res opo­si­ci­o­nis­tas do Con­gres­so.

O lí­der do go­ver­no na Câ­ma­ra, Jo­sé Gui­ma­rães (PT-CE), dis­se que o cres­ci­men­to de 2014 de­ve ser vis­to co­mo uma “gran­de vi­tó­ria” di­an­te às es­pe­cu­la­ções de que o PIB apon­ta­ria re­tra­ção. Ele ad­mi­te que há uma es­tag­na­ção “den­tro­da­nor­ma­li­da­de”se­com­pa­ra­da com a eco­no­mia dos paí­se­se­mer­gen­tes.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.