Ação po­pu­lar pe­de im­pe­a­ch­ment de mi­nis­tros do STF

O Diario do Norte do Parana - - GERAL - Bre­no Pi­res Agên­cia Es­ta­do

Ei­ke Ba­tis­ta de­mons­tra o des­ca­so com o cri­me con­ti­nu­a­do e a obs­tru­ção à jus­ti­ça que, soltos, eles re­pre­sen­tam. Gilmar Men­des, es­pe­ci­al­men­te, con­ce­de rei­te­ra­da­men­te ha­be­as cor­pus a po­de­ro­sos (Da­ni­el Dan­tas re­ce­beu de­le um ha­be­as cor­pus num do­min­go), de­mons­tran­do jul­gar com par­ci­a­li­da­de e a fa­vor de in­te­res­ses que nem sem­pre coin­ci­dem com o bem co­mum”, diz a des­cri­ção do abai­xo-as­si­na­do.

Ma­ni­fes­ta­ção

O mi­nis­tro Ed­son Fa­chin, do STF, de­ter­mi­nou que a Pro­cu­ra­do­ria-Ge­ral da Re­pú­bli­ca se ma­ni­fes­te so­bre uma ação de au­to­ria de um gru­po de ju­ris­tas que de­fen­de o im­pe­a­ch­ment es­pe­cí­fi­co de Gilmar.

Pa­ra jus­ti­fi­car o pe­di­do, os ju­ris­tas afir­mam na ação en­ca­mi­nha­da a Fa­chin que Gilmar tem “en­vol­vi­men­to em ati­vi­da­des po­lí­ti­co-par­ti­dá­ri­as” e par­ti­ci­pa de jul­ga­men­tos “de cau­sas ou pro­ces­sos em que seus ami­gos ín­ti­mos são ad­vo­ga­dos” e “de cau­sas em que é ini­mi­go de uma das par­tes”.

Os ju­ris­tas di­zem que Gilmar atua em jul­ga­men­tos nos quais de­ve­ria se con­si­de­rar sus­pei­to por con­ta da pro­xi­mi­da­de com pes­so­as en­vol­vi­das nos pro­ces­sos.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.