Rá­pi­do e fá­cil, ome­le­te não tem mis­té­rio: tem se­gre­dos!

O Diario do Norte do Parana - - GERAL -

Um dos in­gre­di­en­tes mais va­li­o­sos da co­zi­nha. Seus três po­de­res bá­si­cos são emul­si­fi­car, ae­rar e en­gros­sar. As­so­ci­a­dos à his­tó­ria da fer­ti­li­da­de, os ovos já eram uti­li­za­dos na ali­men­ta­ção pe­los chi­ne­ses e egíp­ci­os em 1400a.C. e che­ga­ram à Amé­ri­ca tra­zi­dos por Cris­to­vão Co­lom­bo. Se­ja de gran­ja, cai­pi­ra ou or­gâ­ni­co, o ovo é um ali­men­to pro­tei­co com­ple­to de al­to va­lor bi­o­ló­gi­co.

Pa­ra a ale­gria dos “la­gar­tos” de plan­tão fo­ram der­ru­ba­dos os mi­tos e a acu­sa­ção in­jus­ta de que o seu con­su­mo au­men­ta o co­les­te­rol a pon­to de cau­sar pro­ble­mas no co­ra­ção (es­tu­dos apon­tam que o cor­po apro­vei­ta to­dos os seus nu­tri­en­tes). Ri­co em cál­cio, fer­ro, vi­ta­mi­nas do com­ple­xo A, B e D, o ovo pos­sui ação an­ti­o­xi­dan­te e con­tém co­li­na em sua com­po­si­ção (subs­tân­cia ex­ce­len­te pa­ra a manutenção do sis­te­ma ner­vo­so cen­tral e mem­bra­nas das cé­lu­las). Pes­qui­sas ates­tam que o con­su­mo ma­tu­ti­no de dois ovos em uma di­e­ta de ema­gre­ci­men­to é ex­tre­ma­men­te efi­caz, pois a di­ges­tão se tor­na mais len­ta e a sa­ci­e­da­de au­men­ta, di­mi­nuin­do des­ta for­ma o ní­vel de an­si­e­da­de.

Ovos, sal, cre­me de lei­te, pi­men­ta moí­da, ci­bou­let­te e man­tei­ga - es­ta é a ba­se de in­gre­di­en­tes que ma­nu­se­a­dos de for­ma cor­re­ta ga­ran­tem le­ve­za a um dos pra­tos mais rá­pi­dos e saborosos da co­zi­nha clás­si­ca fran­ce­sa. Atri­bui-se aos per­sas a in­ven­ção des­ta mis­tu­ra de ovos e er­vas pi­ca­di­nhas que atra­ves­sou o Mé­dio Ori­en­te e a Áfri­ca do Nor­te, che­gan­do en­fim à Eu­ro­pa. Prá­ti­ca, rá­pi­da e ex­tre­ma­men­te nu­tri­ti­va, a ome­le­te po­de ser guar­ne­ci­da de ar­roz, uma sa­la­da de fo­lhas ou le­gu­mes sal­te­a­dos. A receita a se­guir é as­si­na­da pe­lo chef Wag­ner Re­sen­de. Pa­ra quem qui­ser in­cre­men­tar, é mui­to sim­ples: bas­ta co­lo­car a ima­gi­na­ção pa­ra fun­ci­o­nar e a fri­gi­dei­ra no fo­go. Afi­nal de con­tas, não se faz uma ome­le­te sem que­brar os ovos! In­gre­di­en­tes 3 ovos 1 co­lher de ca­fé de cre­me de lei­te sal e pi­men­ta moí­da a gos­to Ci­bou­let­te pi­ca­da a gos­to 2 co­lhe­res de so­pa de man­tei­ga Pre­pa­ro

Ba­ta ra­pi­da­men­te os ovos, o sal, a pi­men­ta e o cre­me de lei­te. Adi­ci­o­ne a ci­bou­let­te. Der­re­ta a man­tei­ga em uma fri­gi­dei­ra e des­pe­je os ovos ba­ti­dos. Mis­tu­re os ovos ra­pi­da­men­te en­quan­to sacode a fri­gi­dei­ra em mo­vi­men­tos de vai e vem. In­cli­ne a fri­gi­dei­ra e em­pur­re a mis­tu­ra pa­ra o can­to. Dê umas ba­ti­di­nhas no ca­bo pa­ra a ome­le­te fi­que com­pac­ta, do­bre en­cos­tan­do uma pon­ta na ou­tra. Trans­fi­ra a ome­le­te pa­ra um pra­to e adi­ci­o­ne o acom­pa­nha­men­to de sua pre­fe­rên­cia.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.