Tire dú­vi­das so­bre o DPVAT

O Diario do Norte do Parana - - SEU DINHEIRO ESPECIAL - Tom Mo­ro­o­ka Equi­pe Seu Di­nhei­ro

Em­bo­ra bas­tan­te co­nhe­ci­da pe­los pro­pri­e­tá­ri­os de veí­cu­los, O DPVAT ain­da é fon­te pa­ra mui­tas dú­vi­das. O va­lor va­ria de acor­do com a ca­te­go­ria do veí­cu­lo: au­to­mó­veis de pas­seio/alu­guel, mo­tos, ôni­bus e ca­mi­nhões. No mo­men­to, o va­lor co­bra­do de au­to­mó­veis de pas­seio é R$ 105,65, in­cluin­do o cus­to da apó­li­ce e do IOF.Pa­ra es­cla­re­cer dú­vi­das so­bre es­se se­gu­ro, a que to­da ví­ti­ma de aci­den­te au­to­mo­tor tem di­rei­to, a Pro­tes­te pre­pa­rou uma car­ti­lha com in­for­ma­ções so­bre o DPVAT que es­tá à dis­po­si­ção de in­te­res­sa­dos no te­ma. A in­de­ni­za­ção se es­ten­de ao mo­to­ris­ta e aos pas­sa­gei­ros do veí­cu­lo, in­de­pen­den­te­men­te da apu­ra­ção dos cul­pa­dos. De acor­do com a Pro­tes­te, o pa­ga­men­to pe­lo DPVAT é obri­ga­tó­rio até em aci­den­tes que en­vol­vem veí­cu­los isen­tos de IPVA.O pa­ga­men­to da in­de­ni­za­ção às ví­ti­mas ou a seus be­ne­fi­ciá­ri­os é obri­ga­tó­rio ain­da que o veí­cu­lo aci­den­ta­do não es­te­ja em dia com o DPVAT ou não pos­sa ser iden­ti­fi­ca­do.O DPVT ofe­re­ce três co­ber­tu­ras dis­tin­tas. O va­lor da co­ber­tu­ra em ca­so de mor­te é R$ 13.500, por ví­ti­ma. Pa­ra co­ber­tu­ra de in­va­li­dez per­ma­nen­te, pago de acor­do com a gra­vi­da­de das se­que­las, o va­lor má­xi­mo é R$ 13.500. O re­em­bol­so pa­ra a co- ber­tu­ra de des­pe­sas hospitalares tem co­mo va­lor te­to R$ 2.700 por ví­ti­ma. A ví­ti­ma ou o be­ne­fi­ciá­rio tem até três anos, a par­tir da da­ta do aci­den­te, pa­ra dar en­tra­da ao pe­di­do de in­de­ni­za­ção. A so­li­ci­ta­ção de­ve ser fei­ta em um dos pon­tos re­la­ci­o­na­dos no si­te do DPVAT. A lis­ta de do­cu­men­tos exi­gi­dos va­ria de acor­do com a co­ber­tu­ra so­li­ci­ta­da, mas os bá­si­cos são bo­le­tim de ocor­rên­cia po­li­ci­al, au­to­ri­za­ção de pa­ga­men­to cu­jo mo­de­lo se en­con­tra no si­te do DPVAT e do­cu­men­tos da ví­ti­ma ou do be­ne­fi­ciá­rio. A Pro­tes­te alerta que é pre­ci­so fi­car aten­to e fu­gir de atra­ves­sa­do­res, por­que o pro­ces­so de pe­di­do da in­de­ni­za­ção dis­pen­sa in­ter­me­diá­ri­os.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.