Co­xa tem van­ta­gem no Atle­ti­ba pa­ra de­ci­são do tí­tu­lo

O Diario do Norte do Parana - - EVSEPÍCEUCILAOLS - Re­da­ção O Diá­rio es­por­te@odi­a­rio.com /// Re­da­ção O Diá­rio

Com a van­ta­gem da vi­tó­ria por 0 a 3 na par­ti­da do úl­ti­mo do­min­go, o Co­ri­ti­ba tem as du­as mãos no tí­tu­lo da tem­po­ra­da 2017 na de­ci­são com o Atlé­ti­coPR. As equi­pes se en­fren­tam nes­te do­min­go, às 16h, no Es­tá­dio Cou­to Pe­rei­ra e os vi­si­tan­tes pre­ci­sam de, no mí­ni­mo, de­vol­ver o pla­car pa­ra for­çar a de­ci­são nas co­bran­ças de ti­ros li­vres na mar­ca de pê­nal­ti.

Fa­vo­re­ce ain­da o Co­xa o fa­to de que te­ve a se­ma­na li­vre pa­ra os trei­na­men­tos, en­quan­to o ad­ver­sá­rio se des­gas­tou fi­si­ca­men­te na der­ro­ta na Are­na da Bai­xa­da pa­ra o San Lo­ren­zo, pe­la Co­pa Libertadores.

O téc­ni­co Pa­che­qui­nho não al­te­ra a for­ma­ção titular do Al­vi­ver­de. Mas ele quer apli­ca­ção de seus co­man­da­dos mes­mo com o elás­ti­co pla­car do jo­go an­te­ri­or. “Va­mos ter que se do­ar mui­to nes­sa par­ti­da, Atle­ti­ba his­to­ri­ca­men­te é um jo­go di­fe­ren­te e de­ta­lhes po­dem de­fi­nir uma par­ti­da, um jo­go pe­ga­do, de mui­ta mar­ca­ção. Tem que ter in­te­li­gên­cia. É um jo­go que não po­de ter mui­tas va­ri­a­ções, ain­da mais por ser fi­nal. Pre­ci­sa­mos en­trar con­cen­tra­dos, sa­ben­do que vai ter um ad­ver­sá­rio que po­de pro­por o jo­go”, dis­se

No Atlé­ti­co-PR o téc­ni­co Pau­lo Au­tu­o­ri tem pro­ble­mas di­ver­sos pa­ra es­ca­lar a for­ma­ção titular.O meia Ge­doz, sus­pen­so, é des­fal­que cer­to. Tam­bém não jo­ga por sus­pen­são o go­lei­ro We­ver­ton, pu­ni­do pe­la par­ti­ci­pa­ção na con­fu­são ge­ne­ra­li­za­da no jo­go con­tra o Pa­ra­ná Club e, na fa­se de se­mi­fi­nais.

Au­tu­o­ri se pre­o­cu­pa com a sequên­cia da Libertadores, on­de a der­ro­ta da quar­ta-fei­ra dei­xou o ti­me em si­tu­a­ção de­li­ca­da. Mes­mo as­sim ele tem a in­ten­ção de usar a for­ça má­xi­ma no clás­si­co “Aque­les que pu­de­rem jo­gar, irão jo­gar. Te­mos pro­ble­mas que nos dei­xam pre­o­cu­pa­dos em re­la­ção ao pró­xi­mo jo­go, es­pe­ci­al­men­te em re­la­ção à vi­a­gem. Nes­te mo­men­to, não pos­so cra­var na­da. O que te­mos pe­la fren­te não é fá­cil, tem que ser uma ma­nei­ra glo­bal”, con­si­de­rou o trei­na­dor.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.