Pe­ça in­fan­til ‘Masha e o Ur­so’ no Ca­lil Had­dad

O Diario do Norte do Parana - - CULTURA - Re­na­to Cro­zat­ti cro­zat­ti@odi­a­rio.com

Ba­se­a­do no de­se­nho homô­ni­mo, a pe­ça te­a­tral “Masha e o Ur­so” es­tre­a­rá no Te­a­tro Ca­lil Had­dad pa­ra uma apre­sen­ta­ção úni­ca­nes­te­do­min­go,às15h.

“Masha e o Ur­so” con­ta so­bre a ami­za­de de uma ga­ro­ti­nha cha­ma­da Masha e um imen­so e di­ver­ti­do ur­so que Quan­do: ho­je (15h) On­de: Te­a­tro Ca­lil Had­dad (Ave­ni­da Luís Teixeira Men­des, 2.500) En­tra­das: R$60 (in­tei­ra), R$50 (pa­ra as­si­nan­tes O Diá­rio) e R$30 (meia) vi­ve so­li­ta­ri­a­men­te em uma ca­sa na flo­res­ta. Na pe­ça, uma ara­ra bra­si­lei­ra mui­to fa­lan­te che­ga por aci­den­te na es­ta­ção tran­si­be­ri­a­na on­de a pe­que­ni­na vi­ve. Ao no­tar que des­ceu na es­ta­ção er­ra­da, a ara­ra aca­ba por fa­zer ami­za­de com os dois e di­vi­din­do ex­pe­ri­ên­ci­as fas­ci­nan­tes com os ou­tros ani­mais que vi­vem por lá. Pa­ra­le­lo a es­se acon­te­ci­men­to, a jo­vem Masha ga­nha um no­vo ami­go pa­ra co­me­mo­rar seu ani­ver­sá­rio, pro­vo­can­do di­ver­sas e bem hu­mo­ra­das con­fu­sões. Efei­tos es­pe­ci­ais tam­bém ocor­re­rão, com uma pro­mes­sa de le­var o pú­bli­co a in­te­ra­gir di­re­ta­men­te com o es­pe­tá­cu­lo e as can­ções.

O de­se­nho é um su­ces­so com o pú­bli­co in­fan­til. Cri­a­do na Rús­sia e te­le­vi­o­si­o­na­do no Bra­sil pe­los ca­nais SBT, Bo­o­me­rang e Car­to­on Network, “Masha e o Ur­so” já pos­sui mi­lhões de vi­su­a­li­za­ções no ca­nal do You­tu­be. So­men­te o pri­mei­ro epi­só­dio 1 ul­tra­pas­sou os 50 mi­lhões. Na ter­ra na­tal do car­to­on, che­gou a qua­se um bi­lhão de es­pec­ta­do­res.

Pro­du­zi­da pe­la HK En­tre­te­ni­men­to, a pe­ça che­ga em Ma­rin­gá gra­ças a Ben-Hur Pro­du­ções Ar­tís­ti­cas. Se­gun­do BenHur Pra­do, do­no da pro­du­to­ra, a pe­ça “Marsha e o Ur­so” é mui­to im­por­tan­te pa­ra o ce­ná­rio te­a­tral ma­rin­ga­en­se por pro­por­ci­o­nar uma for­ma­ção de pla­teia com as cri­an­ças, além da qua­li­da­de ar­tís­ti­ca que pro­por­ci­o­na. “A for­ma­ção de pla­teia co­me­ça des­de pe­que­no. Es­ta­mos vi­san­do a for­ma­ção da cri­an­ça tam­bém co­mo ci­da­dão, que fre­quen­ta o lo­cal e acre­di­ta nes­sa for­ça trans­for­ma­do­ra que é o te­a­tro”, diz.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.