As 5 ho­ras de Mo­ro e de Lu­la

O Diario do Norte do Parana - - PARANÁ - Ri­car­do Brandt Agên­cia Es­ta­do

Já era noi­te quan­do juiz fe­de­ral en­cer­rou in­ter­ro­ga­tó­rio de ex-pre­si­den­te on­tem, em Cu­ri­ti­ba Pre­vi­são é que sen­ten­ça saia en­tre os me­ses de ju­nho e ju­lho

O ex-pre­si­den­te Luiz Iná­cio Lu­la da Sil­va po­de ser sen­ten­ci­a­do pe­lo juiz Sér­gio Mo­ro até o fim de ju­nho – se não hou­ver sus­pen­sões no an­da­men­to pro­ces­su­al – no ca­so do tri­plex no Gu­a­ru­já. Lu­la é réu acu­sa­do de cor­rup­ção ela­va­gem­de­di­nhei­ro.

O in­ter­ro­ga­tó­rio de Lu­la on­tem, que du­rou qua­se cin­co ho­ras, mar­cou o fim da eta­pa de de­poi­men­tos dos réus do pro­ces­so em que o pe­tis­ta é acu­sa­do de re­ce­ber R$ 3,7 mi­lhões em pro­pi­nas da OAS. Ele ne­ga.Na au­di­ên­cia em que o ex-pre­si­den­te fi­cou fren­te a fren­te com o juiz Mo­ro pe­la pri­mei­ra vez, Lu­la te­ve a opor­tu­ni­da­de de fa­lar so­bre as acu­sa­ções de cri­mes que são im­pu­ta­das a ele no pro­ces­so. O ex-pre­si­den­te foi o úl­ti­mo réu a ser ou­vi­do pe­lo ma­gis­tra­do. An­tes, Mo­ro in­ter­ro­gou ou­tros­seis­de­nun­ci­a­dos­no­ca­so.

Ter­mi­na­da a eta­pa dos in­ter­ro­ga­tó­ri­os dos réus, o juiz abri­rá um pra­zo de dez di­as pa­ra o Mi­nis­té­rio Pú­bli­co Fe­de­ral apre­sen­tar ale­ga­ções fi­nais – a par­te der­ra­dei­ra do pro­ces­so – da acu- sa­ção con­tra Lu­la e os de­mais réus. En­tre­gues as ar­gu­men­ta­ções e os pe­di­dos a se­rem con­si­de­ra­dos pe­lo juí­zo, é aber­to no­vo pra­zo, tam­bém de dez di­as, pa­ra as ale­ga­ções fi­nais da de­fe­sa dos in­ves­ti­ga­dos.

De­pois da fa­se das ale­ga­ções fi­nais, Mo­ro co­me­ça­rá a con­tar o pra­zo pa­ra dar sua sen­ten­ça, o que de­ve ocor­rer en­tre o fim de ju­nho e me­a­dos de ju­lho, se não hou­ver in­ter­rup­ções du­ran­te a tra­mi­ta­ção­do­pro­ces­so.

Em ca­so de con­de­na­ção por Mo­ro - que con­duz a Ope­ra­ção La­va Ja­to na pri­mei­ra ins­tân­cia da Jus­ti­ça - o ex-pre­si­den­te po­de apre­sen­tar re­cur­sos no Tribunal Re­gi­o­nal Fe­de­ral da 4.ª Re­gião (TRF-4), no Su­pe­ri­or Tribunal de Jus­ti­ça (STJ) e no Su­pre­moT­ri­bu­nalFe­de­ral.

2018

A par­tir de ago­ra, co­me­ça a con­tar o pra­zo pa­ra que even­tu­al de­ci­são con­trá­ria ao ex-pre­si­den­te o tor­ne ine­le­gí­vel pe­la Lei da Fi­cha Lim­pa. De acor­do com a lei, pa­ra que um po­lí­ti­co se­ja con­si­de­ra­do fi­cha-su­ja, sua con­de­na­ção pre­ci­sa ser con­fir­ma­da por ór­gão ju­di­ci­al co­le­gi­a­do – no ca­so de Lu­la, even­tu­al sen­ten­ça des­fa­vo­rá­vel de Mo­ro ao pe­tis­ta te­ria de ser man­ti­da pe­lo TRF4, cor­te res­pon­sá­vel por jul­gar em se­gun­da ins­tân­cia os ca­sos daLa­vaJa­to.

Par­ti­dos têm de ju­lho a agos­to de 2018 pa­ra pro­mo­ver con­ven­ções e lan­çar can­di­da­tu­ras. Até ago­ra, o TRF-4 já le­vou um ano e no­ve me­ses pa­ra pro­fe­rir de­ci­sões so­bre ape­la­ções apre­sen­ta­das por réus con­de­na­dos por Mo­ro. O pra­zo, po­rém, não é uni­for­me e va­ria con­for­me o an­da­men­to da ação e a quan­ti­da­de de réus e de re­cur­sos – há ca­sos em que o tribunal de­ci­diu em me­nos de­cin­co­me­ses.

—FO­TO: RI­CAR­DO STUCKERT

APOIO. Lu­la é re­ce­bi­do por mo­vi­men­tos so­ci­ais no pré­dio da Jus­ti­ça Fe­de­ral.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.