Im­pres­si­o­nis­mo de série

O Diario do Norte do Parana - - ESPECIAL VEÍCULOS - Di­e­go Or­tiz Agên­cia Es­ta­do

A ta­re­fa de um ava­li­a­dor é pro­cu­rar de­fei­tos, sem ob­ses­são, e sa­li­en­tar qua­li­da­des, com mo­de­ra­ção. Mas e quan­do o ob­je­to de ava­li­a­ção é um pro­du­to que bei­ra a per­fei­ção, um pro­je­to acer­ta­do em ca­da de­ta­lhe? O BMW Série 3, ven­di­do no Bra­sil por R$ 189.950 na ver­são 320i M Sport, é um da­que­les car­ros em que é pre­ci­so se be­lis­car o tem­po to­do pa­ra não per­der o fo­co e, as­sim, se des­lum­brar.

Há ver­sões mais for­tes do Série 3 e até mais bo­ni­tas, co­mo a es­por­ti­va M3. Po­rém, o 320i tem um equi­lí­brio en­tre po­tên­cia, uso ur­ba­no e con­su­mo que, ali­a­do ao acer­to im­pe­cá­vel das sus­pen­sões, faz de­le um se­dã “ma­ta­dor”.

O car­ro pro­du­zi­do em Ara­qua­ri (SC) traz, sob o capô, o mo­tor 2.0 tur­bo fle­xí­vel, que entrega 184 cv e 27,5 mkgf in­de­pen­den­te­men­te do com­bus­tí­vel es­co­lhi­do. O ma­es­tro da or­ques­tra é o câm­bio au­to­má­ti­co de oi­to ve­lo­ci­da­des.

A pri­mei­ra e a se­gun­da mar­chas são bem cur­tas e a sé­ti­ma e a oi­ta­va, bas­tan­te lon­gas. O ob­je­ti­vo é pri­o­ri­zar, res­pec­ti­va­men­te, o de­sem­pe­nho e a eco­no­mia de com­bus­tí­vel.

Co­mo to­do o tor­que es­tá dis­po­ní­vel a par­tir das 1.250 rpm, há for­ça de so­bra em qual­quer si­tu­a­ção, mas tam­bém dá pa­ra an­dar a 50 km/h sem que o car­ro fi­que “pe­din­do” pa­ra ace­le­rar. A 120 km/h, o mo­de­lo pa­re­ce ro­dar na me­ta­de des­sa ve­lo­ci­da­de, ta­ma­nha a su­a­vi­da­de do con­jun­to.

Tam­bém é agra­dá­vel per­ce­ber co­mo as sus­pen­sões in­de­pen­den­tes fun­ci­o­nam e se adap­tam bem a si­tu­a­ções va­ri­a­das. Em bai­xa ve­lo­ci­da­de, os mul­ti­bra­ços da tra­sei­ra dão ade­rên­cia na mes­ma pro­por­ção em que ab­sor­vem bem os im­pac­tos, com pou­co re­tor­no de mo­la em bu­ra­cos mai­o­res.

Em al­ta, gru­dam o 320i no chão e fa­zem o se­dã mé­dio ter óti­mo comportamento mes­mo em cur­vas rá­pi­das.

Com bom es­pa­ço, o in­te­ri­or do BMW agra­da tam­bém pe­la qua­li­da­de da cons­tru­ção. Tu­do é bem-fei­to e os ma­te­ri­ais re­fle­tem o bom ní­vel que um mo­de­lo des­se por­te de­ve ter. Mas há uma crí­ti­ca: a ca­bi­ne es­tá da­ta­da e me­re­ce uma re­no­va­ção to­tal na pró­xi­ma ge­ra­ção do car­ro, co­mo a Mer­ce­des fez com o Clas­se C. Uma boa lis­ta de equi­pa­men­tos, com vá­ri­os air bags, con­tro­les ele­trô­ni­cos, sen­so­res, co­nec­ti­vi­da­de e sis­te­ma que re­cu­pe­ra a ener­gia das fre­na­gens, mais o por­ta-ma­las de 480 li­tros, com­ple­tam o bom con­jun­to.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.