No fer­vor da ho­ra

O Diario do Norte do Parana - - CULTURA -

No final do ano pas­sa­do, um exa­lu­no de pós-gra­du­a­ção, que ha­via con­cluí­do re­cen­te­men­te sua dis­ser­ta­ção de mes­tra­do, es­pe­cu­lou co­mi­go a vi­a­bi­li­da­de de um pro­je­to de dou­to­ra­do. Sua ideia era es­tu­dar o im­pe­a­ch­ment da pre­si­den­te Dil­ma Rous­sef, que ha­via si­do con­su­ma­do pou­cos me­ses an­tes. Co­mo sem­pre fa­ço nes­ses ca­sos, não dei uma res­pos­ta con­clu­si­va. Li­mi­tei-me a des­cre­ver os pon­tos fa­vo­rá­veis e as di­fi­cul­da­des, dei­xan­do a res­pos­ta pa­ra ele. Há pou­cas dé­ca­das, não era co­mum os his­to­ri­a­do­res se de­di­ca­rem à in­ves­ti­ga­ção dos fa­tos re­cen­tes. To­da­via, por for­ça das di­nâ­mi­cas so­ci­ais, entre as quais se des­ta­ca a ace­le­ra­ção do pro­ces­so de co­mu­ni­ca­ção por de­sen­vol­vi­men­to das mí­di­as ele­trô­ni­cas, os his­to­ri­a­do­res vi­ram-se na con­tin­gên­cia de en­cur­tar a dis­tân­cia entre o vi­vi­do e o es­tu­da­do. Co­mo es­cre­veu o his­to­ri­a­dor fran­cês Pi­er­re No­ra, “de ago­ra em di­an­te o acon­te­ci­men­to oferece-se a ele do ex­te­ri­or, com to­da a for­ça de um da­do, an­tes de sua ela­bo­ra­ção, an­tes do tra­ba­lho do tempo. E mesmo com mui­to mais for­ça na me­di­da em que a mí­dia de mas­sas im­põe ime­di­a­ta­men­te o vi­vi­do co­mo his­tó­ria, e que o pre­sen­te nos im­põe em mai­or grau o vi­vi­do”. Es­ta­be­le­ceu-se, as­sim, o cam­po da cha­ma­da “His­tó­ria do tempo pre­sen­te”, cu­jas ba­li­zas cro­no­ló­gi­cas são bas­tan­te ge­la­ti­no­sas. Quan­do Pi­er­re No­ra de­sen­vol­veu es­sa con­tri­bui­ção, re­fe­ria-se ao ad­ven­to da trans­mis­são por sa­té­li­te. Era pos­sí­vel as­sis­tir a um acon­te­ci­men­to de gran­de im­pac­to via te­le­vi­são, no con­for­to do lar. Ho­je, com as mí­di­as di­gi­tais, is­so tu­do foi ele­va­do a ou­tro pa­ta­mar. Em con­tra­po­si­ção, acen­tu­a­ram-se al­gu­mas ca­rac­te­rís­ti­cas con­tra­di­tó­ri­as apon­ta­das, já na­que­la épo­ca, pe­lo his­to­ri­a­dor fran­cês: por cau­sa da ace­le­ra­ção das mí­di­as, vi­ve­mos em um mun­do de su­pe­rin­for­ma­ção per­pé­tua e de su­bin­for­ma­ção crô­ni­ca. Os fa­tos pa­re­cem en­ve­lhe­cer ra­pi­da­men­te em fa­ce da su­pos­ta ne­ces­si­da­de da pro­du­ção do no­vo. O es­tu­do da his­tó­ria do tempo pre­sen­te in­cor­po­ra fa­tos ocor­ri­dos na mé­dia du­ra­ção cu­jas re­per­cus­sões são quen­tes em nos­so co­ti­di­a­no. No ca­so de es­tu­dar um fa­to tão re­cen­te, co­mo o im­pe­a­ch­ment ocor­ri­do no ano pas­sa­do, pra­ti­ca­men­te en­tra-se no es­tu­do da his­tó­ria ime­di­a­ta. A pa­la­vra “ime­di­a­ta” po­de ser li­da com dois sen­ti­dos: a) ins­tan­tâ­nea; b) sem me­di­a­ção (o pre­fi­xo “i” tem sen­ti­do de “não”). Quan­do es­tu­dam um fa­to, se­ja com bas­tan­te ou com pou­co dis­tan­ci­a­men­to cro­no­ló­gi­co, os his­to­ri­a­do­res de­vem in­se­ri-lo em uma tem­po­ra­li­da­de de mé­dia e de lon­ga du­ra­ção. Ele não exis­te em si mesmo; in­se­re-se em ten­dên­ci­as e es­tru­tu­ras pré exis­ten­tes. Mas, di­fe­ren­te­men­te de um fa­to re­mo­to, cu­jo des­fe­cho é conhecido, acon­te­ci­men­tos re­cen­tes são mo­ve­di­ços por­que in­con­clu­sos. Exem­pli­fi­can­do, os acon­te­ci­men­tos que ago­ra vi­ve­mos, com a cri­se do go­ver­no Temer e com a hi­pó­te­se de um no­vo pro­ces­so de im­pe­a­ch­ment, qual­quer que se­ja o des­fe­cho, in­flu­en­ci­am o olhar so­bre os fa­tos do ano pas­sa­do. Cer­ta­men­te, não há só uma hi­pó­te­se de in­ter­pre­ta­ção so­bre es­se con­jun­to de acon­te­ci­men­tos. Imer­so nos acon­te­ci­men­tos e com­par­ti­lhan­do as pai­xões dos con­tem­po­râ­ne­os, o his­to­ri­a­dor de­ve cer­car-se dos cui­da­dos me­to­do­ló­gi­cos pa­ra atin­gir o má­xi­mo de ob­je­ti­vi­da­de pos­sí­vel e ter sen­si­bi­li­da­de e co­ra­gem pa­ra di­a­lo­gar com uma his­tó­ria em mo­vi­men­to. A boa no­tí­cia é que o meu co­ra­jo­so ex-alu­no es­tá fir­me­men­te con­ven­ci­do da vi­a­bi­li­da­de de seu pro­je­to. Co­nhe­cen­do seu ta­len­to, va­ti­ci­no que pro­du­zi­rá uma te­se ins­pi­ra­do­ra.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.